Dodsworth (1936)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dodsworth
Veneno Europeu (PT)
Fogo de Outono (BR)
 Estados Unidos
1936 •  p&b •  101 min 
Direção William Wyler
Produção Samuel Goldwyn
Roteiro Sidney Howard
Baseado em Dodsworth (romance) de inclair Lewis
Dodsworth (peça de teatro) de Sidney Howard
Elenco Walter Huston
Ruth Chatterton
Paul Lukas
Gênero Drama
Música Alfred Newman
Direção de arte Richard Day
Direção de fotografia Rudolph Maté
Figurino Omar Kiam
Edição Daniel Mandell
Companhia(s) produtora(s) Samuel Goldwyn Company
Distribuição United Artists
Lançamento Estados Unidos 23 de setembro de 1936
Brasil 15 de março de 1937
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

Dodsworth (Fogo de Outono BRA ou Veneno Europeu POR) é um filme norte-americano de 1936, do gênero drama, dirigido por William Wyler e estrelado por Walter Huston e Ruth Chatterton.

Produção[editar | editar código-fonte]

Um dos filmes mais maduros e adultos da Hollywood daqueles dias,[1] Dodsworth trata dos problemas conjugais da meia-idade e ao mesmo tempo mostra como era a mentalidade da classe média do interior dos EUA.[2]

Uma aula de narração cinematográfica,[2] Dodsworth foi a primeira obra-prima de Wyler[2] e uma das produções de maior classe de Samuel Goldwyn,[3] além de ter sido a primeira parceria entre ambos. Não foi o grande sucesso que Goldwyn esperava -- as plateias da época não estavam preparadas para tanta seriedade --, [1] mas foi devidamente reconhecido pela Academia, que lhe concedeu sete indicações ao Oscar, inclusive as de Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Ator. No fim, levou a estatueta de Melhor Direção de Arte, entregue a Richard Day pela segunda vez consecutiva (ele vencera no ano anterior por The Dark Angel).

O roteiro, também lembrado pela Academia, não é baseado diretamente no romance de Sinclair Lewis, publicado em 1929, mas, sim, na adaptação que o roteirista Sidney Howard fizera para o teatro em 1934.

Walter Huston, que atuara na peça, reprisou o papel do self-made man Sam Dodsworth. Sua fútil esposa Fran é vivida por Ruth Chatterton, que se despediu de Hollywood. Por outro lado, o filme marca a estreia de John Payne em um pequeno papel.

Segundo Ken Wlaschin, este é um dos dez melhores filmes da carreira de Mary Astor, que interpreta uma viúva com quem o personagem-título se envolve.[4]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Sam Dodsworth, aposentado após enriquecer com o comércio de automóveis, e sua esposa Fran, que sente a juventude escorrer-lhe entre os dedos, partem para a Europa em segunda lua de mel. Durante a viagem, ela tenta reviver os bons tempos em flertes inconsequentes, enquanto ele se apaixona pela viúva Edith Cortright, que parece entendê-lo melhor que ninguém.

Premiações[editar | editar código-fonte]

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia Oscar Melhor Filme
Melhor Diretor
Melhor Ator (Walter Huston)
Melhor Atriz Coadjuvante (Maria Ouspenskaya)
Melhor Roteiro Adaptado
Melhor Direção de Arte
Melhor Mixagem de Som
Indicado
Indicado
Indicado
Indicado
Indicado
Vencedor
Indicado
New York Film Critics Circle Awards NYFCC Award Melhor Filme
Melhor Diretor
Melhor Ator (Walter Huston)
Melhor Atriz (Ruth Chatterton)
Terceiro lugar
Terceiro lugar
Vencedor
Segundo lugar

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Walter Huston Sam Dodsworth
Ruth Chatterton Fran Dodsworth
Paul Lukas Arnold Iselin
Mary Astor Edith Cortright
Kathryn Marlowe Emily Dodsworth McKee
David Niven Capitão Clyde Lockert
Gregory Gaye Barão Kurt Von Obersdorf
Maria Ouspenskaya Baronesa Von Obersdorf
Odette Myrtil Renée De Penable
John Payne Harry McKee
Spring Byington Matey Pearson
Harlan Briggs Tubby Pearson

Referências

  1. a b EDER, Bruce. «Dodsworth». AllMovie. Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  2. a b c MGomes de Mattos, Antonio Carlos (1991). Hollywood Anos 30. Rio de Janeiro: EBAL 
  3. BERGAN, Ronald, The United Artists Story, Londres: Octopus Books, 1986 (em inglês)
  4. WLASCHIN, Ken, The World's Great Movie Stars and Their Films, Londres: Peerage Books, 1985 (em inglês)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]