Eddie the Head

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eddie
A figura de Eddie do álbum "Somewhere in Time" no palco.
Informação geral
Nome completo Edward the Head
Também conhecido(a) como Edward the Great, Evil Eddie, Ed Hunter
Nascimento 8 de fevereiro de 1980 (37 anos)
Origem Londres, Inglaterra
País  Reino Unido
Gênero(s) Heavy metal
Ocupação(ões) Mascote
Período em atividade 1980 – atualmente
Afiliação(ões) Iron Maiden
Página oficial www.ironmaiden.com

Eddie the Head ou Edward the Head é o mascote morto-vivo da banda de heavy metal Iron Maiden. Ele é uma figura constante nas capas dos álbuns da banda, bem como em seus shows. Derek Riggs se baseou em uma propaganda de guerra publicada durante a Guerra do Vietnã para desenhar sua primeira versão.[1] Eddie também é personagem central no first person shooter Ed Hunter, de 1999; o jogo vinha junto com uma coleção de três discos contendo 20 músicas da banda, e os arquivos de instalação do jogo.[2]

A banda tinha originalmente uma grande máscara (Noh) de uma carriola posicionada sob a bateria nas apresentações, que por tubos soltava sangue falso (tinta vermelha) pelo nariz, sujando todo o cabelo do baterista Doug Sampson. A máscara foi batizada de "Eddie, a Cabeça" (Eddie the Head) e acabou se transformando no mascote da banda. Acabaria ganhando um corpo somente a partir da capa dos primeiros compactos.

Uma curiosidade é que o personagem do jogo Brütal Legend, Eddie Riggs, tem seu primeiro nome em homenagem ao mascote, e o sobrenome em homenagem ao seu criador (Derek Riggs).

Origem[editar | editar código-fonte]

Eddie surgiu de uma ideia muito simples de um cenógrafo chamado Dave Beasly que gostava de usar sucata em seus trabalhos. A cenografia de Beasly recorria ao uso de aparelhos eletrodomésticos quebrados, partes da lataria de automóveis, chapas plásticas e metálicas, furadas e recortadas, lâmpadas, vidros etc. De início, Eddie ainda não tinha nome e era apenas uma cabeça gigante, monstruosa e metálica, montada num canto do palco de um dos primeiros shows dos Iron Maiden. A peça havia sido construída por um aluno de uma escola de arte e Dave Beasly a instalou sobre um suporte metálico, fazendo com que ela parecesse animada, usando luzes e sangue falso, bombeando através dos orifícios da carranca. Nos espectáculos seguintes, o cenário mudava, porém a grande cabeça metálica estava sempre presente e cada vez com maior destaque.

Steve Harris disse que nome vem do fato de que no pesado sotaque londrino dos músicos, descrever a cabeça, "head", soava como "'Ead", adaptado a Eddie.[3] Dave Murray disse que "Ed, A Cabeça" vem de uma antiga piada inglesa:

A aparência de Ed foi criada dirigido por Derek Riggs, no single "Running Free", como um zumbi maligno e bem fino. Com o sucesso do personagem ele acabou sendo a capa do primeiro álbum da banda, Iron Maiden.

A partir dai Eddie acabou virando o mascote da banda, aparecendo em todos álbuns, shows e ganhando personalidade própria.

Cultura popular[editar | editar código-fonte]

Algum tempo depois, Eddie foi adotado como mascote da Torcida Organizada Brasileira Força Jovem Vasco, do Clube de Regatas Vasco da Gama. A "apropriação" do símbolo foi aprovada pela banda, que inclusive compareceu à final do Campeonato Brasileiro de 2000 onde o Vasco da Gama sagrou-se campeão.[4]

Eddie também é usado pelo grupo paramilitar Associação de Defesa do Ulster, da Irlanda do Norte, que pinta o Eddie-soldado de "The Trooper" carregando uma bandeira com o logo do grupo em vez da Union Jack em murais.[5][6]

Artistas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Aparece la imagen que inspiró la creación de Eddie, Blog Rock al Instante
  2. Carlos Aquino, Rock nos jogos, site revista.cifras.com.br, [em linha]
  3. Philippe Lageat & Olivier Rouhet (outubro de 1996). «IRON MAIDEN – Eddie's fantastic adventures...». Hard Rock Magazine (France) (17) 
  4. http://www.forcajovem.com.br/site/site/eddie
  5. «Mural Directory». Conflict Archive on the Internet. Consultado em 9 de maio de 2012 
  6. «Union Jack Fury of Iron Maiden Fans; Point Crowd Boo at Flag Waving». TheFreeLibrary.com. 3 de dezembro de 2003. Consultado em 9 de maio de 2012 
  7. 12 Wasted Years (VHS, 1987)
  8. Wall 2004, p. 289.
  9. «Melvyn Grant Interview for the Iron Maiden Italian Fanzine 'Eddie's'.». Melvyn Grant. Consultado em 22 de setembro de 2011 
  10. «Iron Maiden: New Album Details Revealed». Blabbermouth.net. 7 de junho de 2010. Consultado em 9 de maio de 2012 
  11. Portor, Tom (22 de julho de 2010). «Iron Maiden: a gruesome history of graphic artwork: "The Reincarnation of Benjamin Breeg"». MusicRadar. Consultado em 9 de maio de 2012 
  12. a b Encarte de From Fear to Eternity, pg. 18
  13. «Mark Wilkinson: Iron Maiden art». the-masque.com. Consultado em 9 de maio de 2012. Cópia arquivada em 24 de maio de 2005 
  • Wall, Mick (2004). Iron Maiden: Run to the Hills, the Authorised Biography third ed. [S.l.]: Sanctuary Publishing. ISBN 1-86074-542-3{{{2}}} 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre arte ou história da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.