Eddie the Head

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eddie
A figura de Eddie do álbum "Somewhere in Time" no palco.
Informação geral
Nome completo Edward the Head
Também conhecido(a) como Edward the Great, Evil Eddie, Ed Hunter
Nascimento 8 de fevereiro de 1980 (36 anos)
Origem Londres, Inglaterra
País  Reino Unido
Gênero(s) Heavy metal
Ocupação(ões) Mascote
Período em atividade 1980 – atualmente
Afiliação(ões) Iron Maiden
Página oficial www.ironmaiden.com

Eddie the Head ou Edward the Head é o mascote morto-vivo da banda de heavy metal Iron Maiden. Ele é uma figura constante nas capas dos álbuns da banda, bem como em seus shows. Derek Riggs se baseou em uma propaganda de guerra publicada durante a Guerra do Vietnã para desenhar sua primeira versão[1] . Eddie também é personagem central no first person shooter Ed Hunter, de 1999; o jogo vinha junto com uma coleção de três discos contendo 20 músicas da banda, e os arquivos de instalação do jogo.[2]

A banda tinha originalmente uma grande máscara (Noh) de uma carriola posicionada sob a bateria nas apresentações, que por tubos soltava sangue falso (tinta vermelha) pelo nariz, sujando todo o cabelo do baterista Doug Sampson. A máscara foi batizada de "Eddie, a Cabeça" (Eddie the Head) e acabou se transformando no mascote da banda. Acabaria ganhando um corpo somente a partir da capa dos primeiros compactos.

Uma curiosidade é que o personagem do jogo Brütal Legend, Eddie Riggs, tem seu primeiro nome em homenagem ao mascote, e o sobrenome em homenagem ao seu criador (Derek Riggs).

Origem[editar | editar código-fonte]

Eddie surgiu de uma ideia muito simples de um cenógrafo chamado Dave Beasly que gostava de usar sucata em seus trabalhos. A cenografia de Beasly recorria ao uso de aparelhos eletrodomésticos quebrados, partes da lataria de automóveis, chapas plásticas e metálicas, furadas e recortadas, lâmpadas, vidros etc. De início, Eddie ainda não tinha nome e era apenas uma cabeça gigante, monstruosa e metálica, montada num canto do palco de um dos primeiros shows dos Iron Maiden. A peça havia sido construída por um aluno de uma escola de arte e Dave Beasly a instalou sobre um suporte metálico, fazendo com que ela parecesse animada, usando luzes e sangue falso, bombeando através dos orifícios da carranca. Nos espectáculos seguintes, o cenário mudava, porém a grande cabeça metálica estava sempre presente e cada vez com maior destaque.

Steve Harris disse que nome vem do fato de que no pesado sotaque londrino dos músicos, descrever a cabeça, "head", soava como "'Ead", adaptado a Eddie.[3] Dave Murray disse que "Ed, A Cabeça" vem de uma antiga piada inglesa:

Cquote1.svg

Eddie tinha nascido sem corpo, braços e pernas. Só tinha a cabeça. Mas tirando esse problema de nascimento seus pais o amavam muito. No seu décimo sexto aniversário eles foram a um médico que lhes disse que poderia dar um corpo ao garoto. Os pais ficaram malucos com a novidade porque seu filho poderia finalmente ser uma pessoa normal. Eles voltaram para casa e falaram para Eddie: "Nós temos uma surpresa para você. É o melhor presente do mundo!" ao que Eddie diz: "Ah, não a porra de outro boné!".

Cquote2.svg

A aparência de Ed foi criada dirigido por Derek Riggs, no single "Running Free", como um zumbi maligno e bem fino. Com o sucesso do personagem ele acabou sendo a capa do primeiro álbum da banda, Iron Maiden.

A partir dai Eddie acabou virando o mascote da banda, aparecendo em todos álbuns, shows e ganhando personalidade própria.

Cultura popular[editar | editar código-fonte]

Algum tempo depois, Eddie foi adotado como mascote da Torcida Organizada Brasileira Força Jovem Vasco, do Clube de Regatas Vasco da Gama. A "apropriação" do símbolo foi aprovada pela banda, que inclusive compareceu à final do Campeonato Brasileiro de 2000 onde o Vasco da Gama sagrou-se campeão.[4]

Eddie também é usado pelo grupo paramilitar Associação de Defesa do Ulster, da Irlanda do Norte, que pinta o Eddie-soldado de "The Trooper" carregando uma bandeira com o logo do grupo em vez da Union Jack em murais.[5] [6]

Artistas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Aparece la imagen que inspiró la creación de Eddie, Blog Rock al Instante
  2. Carlos Aquino, Rock nos jogos, site revista.cifras.com.br, [em linha]
  3. Philippe Lageat & Olivier Rouhet (October 1996). «IRON MAIDEN – Eddie's fantastic adventures...». Hard Rock Magazine (France) [S.l.: s.n.] (17). 
  4. http://www.forcajovem.com.br/site/site/eddie
  5. «Mural Directory». Conflict Archive on the Internet. Consultado em 2012-05-09. 
  6. «Union Jack Fury of Iron Maiden Fans; Point Crowd Boo at Flag Waving». TheFreeLibrary.com. 2003-12-03. Consultado em 2012-05-09. 
  7. 12 Wasted Years (VHS, 1987)
  8. Wall 2004, p. 289.
  9. «Melvyn Grant Interview for the Iron Maiden Italian Fanzine 'Eddie's'.». Melvyn Grant. Consultado em 2011-09-22. 
  10. «Iron Maiden: New Album Details Revealed». Blabbermouth.net. 2010-06-07. Consultado em 2012-05-09. 
  11. Portor, Tom (2010-07-22). «Iron Maiden: a gruesome history of graphic artwork: "The Reincarnation of Benjamin Breeg"». MusicRadar. Consultado em 2012-05-09. 
  12. a b Encarte de From Fear to Eternity, pg. 18
  13. «Mark Wilkinson: Iron Maiden art». the-masque.com. Arquivado desde o original em 2005-05-24. Consultado em 2012-05-09. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre arte ou história da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.