Powerslave (canção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Powerslave"
Canção de Iron Maiden
do álbum Powerslave
Lançamento 1984
Formato(s) vinil
Gênero(s) Heavy metal
Duração 7:10
Composição Bruce Dickinson
Faixas de Powerslave
"Back In The Village"
"Rime of the Ancient Mariner"

Powerslave é uma canção da banda de heavy metal britânica Iron Maiden, presente no álbum homônimo de 1984.[1] A canção, escrita por Bruce Dickinson, trata de questionamentos que um Faraó se faz, onde ele lamenta a limitação de seus poderes. A letra faz menções a símbolos egípcios como o Olho de Hórus que significa poder, coragem e proteção. Simbolizava o olho direito do falcão, isto é, de Hórus, o qual foi perdido durante a luta contra seu tio Seth, que o fracionou em 64 partes. Diz a lenda que o olho foi restaurado por Thoth. Após ser restaurado, Hórus pode reviver Osíris, como dito no verso "Enter the risen Osiris-risen again".

No fim da música, ele fala sobre o que acontecerá a ele após sua morte, baseando-se na fictícia maldição do faraó (A shell of a man God preserved-a thousand ages). Esta história de maldição começou após 1923, ano da descoberta da tumba de Tutankhamon por Lord Carnarvon e sua expedição.

Formação[editar | editar código-fonte]

  • Bruce Dickinson - vocal
  • Dave Murray - guitarra
  • Adrian Smith - guitarra
  • Steve Harris - baixo
  • Nicko McBrain - bateria

Referências