Steve Harris

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Steve Harris
Steve com o Iron Maiden na Costa Rica, 2008
Informação geral
Nome completo Stephen Percy Harris
Também conhecido(a) como Arry
Nascimento 12 de março de 1956 (59 anos)
Local de nascimento Londres, Inglaterra
 Reino Unido
Gênero(s) Heavy metal
Instrumento(s) Baixo, piano, teclado, vocal
Modelos de instrumentos Fender Precision Bass
Período em atividade 1973 - atualmente
Gravadora(s) EMI
Afiliação(ões) Iron Maiden
Página oficial IronMaiden.com

Stephen Percy "Steve" Harris (Leytonstone, 12 de março de 1956) é um músico e compositor inglês, conhecido por ser baixista, vocalista, principal compositor, eventualmente tecladista e fundador da banda britânica de heavy metal Iron Maiden.[1] Ele é o único integrante a permanecer na banda desde sua criação, e junto com o guitarrista Dave Murray são os únicos a tocar em todos os álbuns.

Embora ele já tenha desejado se tornar um jogador de futebol, ele se interessou pelo rock em sua juventude, participando de duas bandas de bar, Gypsy's Kiss e Smiler, antes de criar Iron Maiden no natal de 1975.[2] Antes do Iron Maiden assinar o contrato com a EMI em 1979, Steve Harris trabalhou como desenhista técnico de arquitetura em East End, Londres, até ele ter sido demitido.[3] [4] Também é produtor e coprodutor de alguns álbuns, diretor e editor de vídeos ao vivo e tecladista no estúdio.

Harris é frequentemente citado como um dos melhores e mais influentes baixistas do metal.[5] [6] [7] [8]

Infância e adolescência[editar | editar código-fonte]

Harris nasceu e cresceu em Leytonstone, onde ele cresceu querendo ser um jogador de futebol profissional. Observado por Wally St Pier, Harris foi convidado para treinar para o West Ham United.[9] Depois de se interessar no rock no início da adolescência, ele percebeu que ele já não seria um jogador de futebol profissional.[9]

Inicialmente Steve queria tocar bateria, mas ele não tinha espaço suficiente para um kit de bateria em sua casa e por isso decidiu tocar baixo.[10] [11] Totalmente autodidata, seu primeiro baixo era uma cópia de um modelo Fender Precision que lhe custou £ 40 em 1971.[12] [10] Hoje ele usa seu próprio Fender Precision Bass personalizado.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iron Maiden[editar | editar código-fonte]

A primeira banda de Harris foi a banda "Influence", que foi mais tarde renomeada para Gypsy's Kiss com Bob Verscoyle (vocais), Dave Smith (guitarra) e o baterista Paul Sears.[13] Porém depois de uma curta série de Shows na Cart and Horses pub em Maryland Point, Stratford e o Bridgehouse em Canning Town, a banda se separou. Harris decidiu se juntar a uma banda da região leste de Londres chamada Smiler, nesta época Harris começou a escrever suas próprias canções. Nesta banda estavam o baterista Doug Sampson, o vocalista Dennis Wilcock e os guitarristas Mick e Tony Clee. Mick e Tony, oito anos mais velhos que Steve, eram os líderes da banda. Para Steve, foi uma experiência interessante, mas relativamente bem curta. A banda chegou a fazer uma versão de "Innocent Exile", mas recusaram-se a tocar a primeira composição de Harris ("Burning Ambition"), com a justificativa de que ela mudava muitas vezes a fórmula de compasso (mudanças de andamento).

Frustrado, Harris saiu da Smiler e resolveu buscar novos músicos para uma banda nova, o Iron Maiden. O nome foi retirado do filme O Homem da Máscara de Ferro, baseado na obra de Alexandre Dumas.[14]

Projeto solo[editar | editar código-fonte]

British Lion é o primeiro álbum solo de Steve Harris. A banda consiste em Steve Harris ( baixo, backing vocal e composições), Richard Taylor (vocal) David Hawkings (guitarra), Graham Leslie (guitarra), Simon Dawson (Bateria).[15] [16] [17]

À respeito do álbum, Harris afirma: "Quero deixar algo bem claro - isto não é apenas um disco solo de Steve Harris... É muito mais que isso. Eventualmente gostaria que se transformasse numa banda a sério e quero pensar que não vamos ficar por aqui. Adoraria tocar estas músicas ao vivo. Para mim seria um enorme prazer; há muito, muito tempo que não toco em clubes menores e, de vez em quando, tenho saudades. Às vezes sinto falta da atmosfera que se gera se estivermos na cara das pessoas... Com o Iron Maiden, isso é algo que não podemos fazer há muitos anos."

"Este disco não reflete nada mais que a minha vontade de fazer algo diferente. Às vezes é saudável trabalhar com outras pessoas, com as quais também tenho uma boa química. O Iron Maiden vai continuar a trabalhar, como sempre... Neste momento temos uma turnê agendada para 2013 e, depois, vamos começar a trabalhar num novo álbum."

Steve Harris e sua banda fizeram uma pequena turnê ao redor da Europa para divulgar o álbum, sendo o principal show no Eddie's bar em Portugal.[18] [19] Em meados de 2015, com a pausa do Maiden, Harris fez mais shows no Reino Unido com seu projeto.

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Harris no Boleyn Ground do West Ham United durante o Soccer Six 2005.

A filha mais velha de Steve Harris, Lauren, é uma cantora e acompanhou o Iron Maiden em 2006 e 2008.[20] [21] Em 2008, ela lançou um álbum solo, intitulado Calm Before the Storm, e é atualmente membro de uma banda chamada Kingdom of I, após a formação Six Hour Sundown.[22] [23] [24] Além disso, o filho mais velho de Harris, George, toca guitarra em uma banda, The Raven Age, e sua segunda filha, Kerry, trabalha como assistente de produção para o Iron Maiden. [25] [26]

Harris se divorciou de sua esposa de 16 anos, Lorraine, em 1993, e descreveu-o como "provavelmente o momento mais difícil que já enfrentou."[27] Este período negro na sua vida é creditado com inspirar o ânimo dos seguinte álbum do Iron Maiden: The X Factor.[27] Harris teve quatro filhos com Lorraine; Lauren, Kerry, Faye e George, e dois filhos com sua parceira atual Emma; Stanley e Maisie.[27] [28]

Desde os anos 1980, Harris possuiu um estúdio no edifício classificado em Sheering Essex, nas terras da qual ele construiu seu próprio estúdio de gravação e edição, "Barnyard".[29] [30] Em Novembro de 2012, a propriedade de nove hectares foi posta à venda, com um porta-voz para o seu agente imobiliário, Hamptons International, afirmando que "ele agora vive entre Los Angeles e as Bahamas".[31] [29]

Sendo um jogador de futebol afiado, Harris jogou por clubes amadores quando adolescente e mais tarde foi observado por Wally St Pier e pediu para treinar para o West Ham United, de quem ele tem sido um fã desde que ele tinha 9 anos de idade.[32] [9] [33] Apesar de querer jogar profissionalmente até aquele ponto, Harris acabaria por perceber que "não era realmente o que [ele] queria fazer."[9] No entanto, Harris ainda joga futebol regularmente com sua própria equipe, "Maidonians", e ainda apoia West Ham, permanecendo em contato com o clube e tendo sua crista em seu mais utilizado Precision Bass.[34] [35] [36] Harris é também proprietário do Eddie`s Bar em Santa Bárbara de Nexe, Algarve, Portugal, onde também tem uma casa.

Estilo musical[editar | editar código-fonte]

Técnica[editar | editar código-fonte]

O baixo de Steve Harris é marcado pela "galopada" - uma nota seguida por duas outras tocadas em rápida sucessão.[37] Harris não usa palhetas, e costuma passar giz nos dedos antes de tocar.[5] [38] [39] Além do baixo, Harris faz backing vocals e toca teclado no estúdio (nos shows, o músico Michael Kenney cumpre essa função).

Harris é o principal compositor da banda, e em alguns álbuns participa das composições de todas as canções como em Killers, Brave New World, A Matter of Life and Death e The Final Frontier.[40] Também costuma ser o co-produtor dos discos e participar da mixagem, e chegou a dirigir alguns videoclipes e vídeos de apresentações.

O baixo de Harris é rápido e marcante nas músicas, o Iron Maiden possui músicas que contém solos de baixo como: Iron Maiden, Wrathchild, The Rime of the Ancient Mariner, Phanton of the Opera, Alexander the Great, Powerslave e Only the good Die Young.

O baixo usado por Steve Harris até o álbum No Prayer for the Dying, era um Fender Precision Bass azul, porém a partir do álbum Fear of the Dark, Harris passou a usar um baixo branco com o símbolo de seu time, West Ham United Football Club, estilizado e criado por ele mesmo.

Nos shows, Steve é o que mais se movimenta, ele sempre está cantando a música, correndo e às vezes pulando, nunca está parado, e isso dá um certo animo no show. É comum Harris imitar uma metralhadora com seu baixo, ele geralmente faz isso no final das músicas.

Influência[editar | editar código-fonte]

Steve Harris foi influenciado por baixistas como John Paul Jones da famosa banda Led Zeppelin, Chris Squire do Yes, Mike Rutherford do Genesis, Andy Fraser do Free, Martin Turner do Wishbone Ash, Geddy Lee do Rush, Geezer Butler do Black Sabbath e John Entwistle do The Who. Um de seus baixistas favoritos é Pete Way do UFO, que também influenciou seu estilo e performance de palco.[41]

Equipamento[editar | editar código-fonte]

Harris geralmente toca em um Fender Precision Bass, caracterizado em todos os álbuns do Iron Maiden, que passou por um total de quatro mudanças de cor desde que começou a usá-lo. Originalmente branco, foi então alterado para preto antes do primeiro álbum da banda, seguido de azul brilhante e finalmente branco com claret e azul pinstriping com o símbolo do West Ham United.[42] [36] [39] [43] [44] Harris teve seu baixo modificado para incluir um scratchplate espelhado, pontes Badass e Seymour Duncan pickups Spb1 personalizado e usa o seu próprio conjunto de assinatura de Rotosound flatwound strings.[44] Em 2009, Fender emitiu uma assinatura Steve Harris Precision Bass, com um acabamento azul-brilho, espelhado scratchplate, captadores Seymour Duncan Spb1 e uma ponte Badass II.[45]

Em 2005, a Metal Hammer relatou que ele usa oito 4x12 captadores com amplificadores Marshall Trace Elliot.[44] Ele também usa quatro Sony WRT 27 transmissores sem fio, permitindo que ele seja tão móvel quanto possível no palco. Um diagrama do equipamento de baixo de Harris de 2000 está documentado no GuitarGeek.com.[46]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Harris em 2010

Referências

  1. The 25 greatest bassists of all time MusicRadar. Visitado em 20 de Setembro de 2012.
  2. Wall 2004, p. 26.
  3. Ling, Dave. (2005). "Powerslave Driver". Metal Hammer presents: Iron Maiden 30 Years of Metal Mayhem: 31–34.
  4. Wall 2004, p. 114.
  5. a b The 60 greatest bassists of all time – 16/60, Steve Harris MusicRadar (24 September 2010). Visitado em 21 September 2011.
  6. (January 2000) "Ten of the best bassists… Ever!". Classic Rock.
  7. Top 10 Bassists of All Time Ultimate Guitar Archive (11 April 2011). Visitado em 11 May 2013.
  8. Hartmann, Graham (22 October 2013). Iron Maiden's Steve Harris Wins Loudwire's Greatest Metal Bassist Tournament Loudwire. Visitado em 22 October 2013.
  9. a b c d Wall 2004, p. 17.
  10. a b Wall 2004, p. 20.
  11. The History of Iron Maiden – Part 1: The Early Days [DVD]. EMI.
  12. Gers, Janick. Steve Harris as known by Janick Gers Iron Maiden Official Website. Visitado em 11 February 2012. Cópia arquivada em 19 August 2010.
  13. Wall 2004, p. 21.
  14. Wall 2004, p. 28.
  15. Iron Maiden Bassist Steve Harris to Release ‘British Lion’ Solo Album Loudwire. Visitado em 20 de Setembro de 2012.
  16. Iron Maiden's Steve Harris announces solo album Kerrang!. Visitado em 20 de Setembro de 2012.
  17. IRON MAIDEN Bassist Steve Harris Releasing Solo Album Metal Injection. Visitado em 20 de Setembro de 2012.
  18. Iron Maiden's Steve Harris Taking British Lion on the Road – "It's Exciting, Going Back to the Roots, And It's Going To Be Fantastic" Brave Words & Bloody Knuckles (10 January 2013). Visitado em 10 January 2013.
  19. Steve Harris confirms British Lion tour TeamRock (7 April 2014). Visitado em 5 September 2014.
  20. Bio of Lauren Harris Monstroentertainment.com. Visitado em 11 April 2007. Cópia arquivada em 10 April 2007.
  21. Lane, Dan (22 May 2008). Iron Maiden Kick Off Tour's 2nd Leg Metal Hammer. Visitado em 21 November 2012. Cópia arquivada em 23 July 2013.
  22. Iron Maiden Bassist's Daughter To Release Debut Album in May Blabbermouth.net (20 February 2008). Visitado em 21 November 2012.
  23. Kingdom of I – About. Visitado em 25 October 2013.
  24. Six Hour Sundown Myspace Myspace. Visitado em 30 August 2011.
  25. The Raven Age Featuring Iron Maiden Bassist's Son George Harris: Toulouse Concert Footage Blabbermouth.net (25 July 2014). Visitado em 26 July 2014.
  26. McMurtrie, John. In: John. Iron Maiden: On Board Flight 666. 1 ed. [S.l.]: Orion Books. p. 139. ISBN 978-1-4091-4136-5
  27. a b c Wall 2004, p. 311.
  28. Iron Maiden. From Fear to Eternity Booklet. [S.l.]: EMI, 6 June 2011.
  29. a b Hills, Suzannah. "Iron Maiden bassist puts his £7m mansion on the market", 3 January 2013. Página visitada em 4 January 2013.
  30. Wall 2004, p. 316.
  31. Holland, Sinead. "Iron Maiden rocker's Sheering home for sale", 28 November 2012. Página visitada em 4 January 2013.
  32. Wall 2004, p. 15.
  33. Wall 2004, p. 16.
  34. Iron Maiden Drummer To Perform at Guitar Show, Bassist To Play at Soccer Tournament Blabbermouth.net (8 May 2004). Visitado em 30 August 2011.
  35. Brady, Karren. "Karren Brady's football diary", The Sun, 7 January 2011. Página visitada em 30 August 2011.
  36. a b West Ham's Top Ten Most Famous Fans- Steve Harris Footballfancast.com. Visitado em 30 August 2011.
  37. Steve Harris Precision Bass® Fender. Visitado em 21 September 2011.
  38. Harris Is Interested in Writing Good Songs Bass Player (September 2004). Visitado em 21 September 2011. "I've always found it easier to play with my fingers; I never learned to play with a pick. I never thought about it as a "technique" – it was just the way I learned to play."
  39. a b A Matter of Life and Death [DVD]. EMI.
  40. INTENSE PERCEPTIONS .... Part 2 cavemanproductions. Visitado em 20 de Setembro de 2012.
  41. Steve Harris:"cresci ouvindo Rock Progressivo" Whiplash.Net. Visitado em 20 de Setembro de 2012.
  42. Bienstock, Richard (3 July 2011). Iron Maiden: Maiden Voyage (page 2) Guitar World. Visitado em 10 October 2011.
  43. Death on the Road [DVD]. EMI.
  44. a b c Heatley, Michael (2005). "Hardware". Metal Hammer presents: Iron Maiden, 30 Years of Metal Mayhem: 70.
  45. Fender Steve Harris Precision bass MusicRadar (22 June 2009). Visitado em 28 September 2012.
  46. Cooper, Adam (2000). "Steve Harris' 2000 Iron Maiden Bass Rig". GuitarGeek.Com.