Eduarda Amorim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eduarda Amorim
Eduarda Amorim, São Paulo, 2013
Informações pessoais
Nome completo Eduarda Idalina Amorim
Apelido Duda
Modalidade Handebol (armadora esquerda)
Nascimento 23 de setembro de 1986 (30 anos)
Blumenau,  Santa Catarina
Nacionalidade  brasileira
Compleição Peso: 83 kg Altura: 1,86 m
Clube 20022004 Metodista/São Bernardo
2004–2005 USCS/São Caetano
2005–2009 Kometal Skopje
2009 — Győri ETO KC
Período em atividade 2000—
Medalhas
Campeonato Mundial
Ouro Sérvia 2013
Jogos Pan-Americanos
Ouro Guadalajara 2011
Ouro Rio de Janeiro 2007
Campeonato Pan-Americano
Ouro São Bernardo do Campo 2011 Equipe
Ouro Santo Domingo 2007 Equipe
Prata Santiago 2009 Equipe

Eduarda Idalina Amorim, mais conhecida como Duda (Blumenau, 23 de setembro de 1986) é uma jogadora de handebol brasileira.

Com a seleção, foi campeã do Mundial de 2013 e eleita melhor jogadora do torneio. Também foi eleita a melhor jogadora do mundo de 2014 em votação realizada através no site da Federação Internacional de Handebol.[1]

Duda tornou-se a primeira brasileira a conquistar o título da Liga dos Campeões da Europa jogando pelo Gyor da Hungria, em 2013,[2] sagrando-se bicampeã no ano seguinte.

Trajetória esportiva[editar | editar código-fonte]

Incentivada pela irmã mais velha, Ana Amorim, ex-integrante da seleção brasileira de handebol, Duda começou a jogar handebol aos 11 anos, no Colégio Barão do Rio Branco, em Blumenau.[3]

Nas idades amadoras, Duda consagrou-se campeã dos Jogos Abertos e dos Jogos da Juventude de Recife. Foi ainda vice-campeã dos Jogos da Juventude em Goiânia, por São Paulo.

Nas seleções de base, a armadora esquerda conquistou os títulos do Mundialito Juvenil em Portugal (2003), o Sul-Americano Juvenil (2004), e foi vice-campeã no Pan-Americano Júnior (2004).[3]

Como profissional, alcançou o vice-campeonato pela Metodista na Liga Nacional de 2002. Mesmo jogando entre os profissionais, a armadora esquerda faturou o título paulista na categoria júnior, pela Metodista.[4] No Győri ETO KC da Hungria, foi bicampeã europeia em 2013 e 2014, e vice-campeã em 2009, 2012 e 2016.[5]

Pela seleção profissional, que defende desde 2006,[5] Duda é bi-campeã pan-americana (2007 e 2011). Nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008,[6] ajudou o Brasil a obter a nona colocação. Em 2013 veio a consagração: o título mundial e o prêmio de melhor jogadora da competição. Porém, só em 2015, ela foi realmente reconhecida como a melhor de todas: chegou o prêmio de melhor jogadora de handebol do mundo em 2014.[7]

Conquistas[editar | editar código-fonte]

Com a Seleção Brasileira
Por clubes
  • Brasil Metodista
vice-campeã do Campeonato Brasileiro: 2002
  • Flag of the Republic of Macedonia 1992-1995.svg Kometal Skopje
4x campeã do Campeonato da Macedonia: 2005, 2006, 2007, 2008
4x campeã do Copa da Macedonia 2005, 2006, 2007, 2008
Bicampeã EHF Champions League - 2013[2], 2014
6x campeã da Magyar Kupa: 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014
6x campeã da Nemzeti Bajnokság I: 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014
Individuais

Referências

  1. «Duda Amorim é eleita a melhor jogadora do mundo de handebol em 2014». O Dia. Consultado em 27 de fevereiro de 2015 
  2. a b br.esporteinterativo.yahoo.com/ Handebol feminino brasileiro faz história!
  3. a b Olimpianos - Atletas Olímpicos Brasileiros: DUDA AMORIM Acessado em 1 de fevereiro de 2017
  4. Uol Esporte - Atletas brasileiros - Handebol: Duda Amorim
  5. a b O Tempo - ‘Sangue nos olhos’ é o mérito das meninas, garante Duda Amorim
  6. UOL Esporte Atletas brasileiros convocados. Acesso em 03/08/2009.
  7. a b esporteinterativo.com.br/ Duda é a melhor do mundo!
Olympic pictogram Handball.png Este artigo sobre um(a) handebolista, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.