Enrique Collar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Enrique Collar
Enrique Collar
Enrique Collar em 1962
Informações pessoais
Nome completo Enrique Collar Monterrubio
Data de nasc. 2 de novembro de 1934 (84 anos)
Local de nasc. San Juan de Aznalfarache, Espanha
Nacionalidade espanhol
Informações profissionais
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1952–1969
1952–1953
1954
1969–1970
Espanha Atlético de Madrid
Espanha Cádiz (emp.)
Espanha Real Murcia (emp.)
Espanha Valencia
0 470 00(71)
00 20 000(7)
00 11 000(7)
00 15 000(1)
Seleção nacional
1955–1963 Flag of Spain.svg Espanha 00 16 000(4)

Enrique Collar Monterrubio (San Juan de Aznalfarache, 2 de novembro de 1934) é um ex-futebolista espanhol que atuou como atacante.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Defendeu em sua carreira o Cádiz, Real Murcia, Valencia e especialmente o Atlético de Madrid.

Seleção Espanhola[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção Espanhola disputou a Copa do Mundo de 1962 utilizando o numeral 4. Na partida contra o Brasil, foi o jogador que sofreu a falta de Nilton Santos dentro da grande área brasileira. Para evitar o marcação do pênalti, Nilton deu dois passos para fora induzindo o árbitro chileno Sergio Bustamante a marcar a infração fora da área.[1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]