Luis Suárez Miramontes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Luis Suárez redireciona para este artigo. Para outros significados, veja Luis Suárez (desambiguação).
Luis Suárez
Luis Suárez Miramontes.JPG
Informações pessoais
Nome completo Luis Suárez Miramontes
Data de nasc. 2 de maio de 1935 (83 anos)
Local de nasc. Corunha, Espanha
Nacionalidade espanhol
Altura 1,67 m
Apelido El Arquitecto
Informações profissionais
Posição Meia
Clubes de juventude
1949–1953 La Coruña B
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1953–1954
1954–1955
1954–1961
1961–1970
1970–1973
La Coruña
Barcelona B
Barcelona
Internazionale
Sampdoria
0017 000(3)
0021 000(6)
0122 00(61)
0256 00(55)
0063 000(9)
Seleção nacional
1957–1972 Espanha 0032 00(14)[1]
Times/Equipas que treinou
1974–1975
1975
1975–1976
1976–1977
1977–1978
1978–1979
1980–1982
1988–1991
1992
1994
1995
Internazionale
Sampdoria
SPAL
Como Calcio 1907
Cagliari
La Coruña
Espanha Sub-20
Espanha
Internazionale
Albacete Balompié
Internazionale

Luis Suárez Miramontes (Corunha, 2 de maio de 1935) é um ex-futebolista e treinador espanhol. Jogou como meio-campista para o Deportivo de La Coruña, o Barcelona, a Inter de Milão e a Sampdoria. Suárez é considerado um dos maiores jogadores da Espanha; Ele era conhecido por seu estilo de jogo elegante, fluido e gracioso. Apelidado de El Arquitecto (o arquiteto), em 1960, tornou-se o único jogador nascido na Espanha a ser eleito Ballon d'Or. Em 1964, ele ajudou a Espanha a vencer o Campeonato Europeu de Futebol.

Ele se aposentou como jogador em 1973, depois de três temporadas na Sampdoria .

Suárez posteriormente iniciou uma carreira como treinador e treinou a Inter de Milão em três ocasiões distintas. Suárez também treinou a Espanha U21 e a equipe sénior da Espanha. Ele levou a Espanha a segunda rodada da Copa do Mundo de 1990. Ele também treinou vários clubes da Itália e da Espanha. Ele é atualmente um olheiro da Inter de Milão.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Inicio de Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira de futebolista no Deportivo La Coruña em 1949 e passou pelos juniores antes de fazer sua estréia em 1953. Entre seus companheiros de equipe no Deportivo estavam Pahiño e Arsenio Iglesias. Ele jogou 17 jogos e marcou 3 gols para o Deportivo durante a temporada. Em 1954, ele se transferiu para o Barcelona, mas passou a maior parte da temporada 1954-55 para no Barcelona B na Segunda División.

Barcelona[editar | editar código-fonte]

Entre 1955 e 1961, Suárez foi regular na equipe do Barcelona que também incluia KubalaCziborKocsis,Ramallets e Evaristo de Macedo. Com Helenio Herrera como treinador, o clube e Suárez venceu uma La Liga em 1959 e uma Copa del Rey em 1960. Suárez também foi eleito Ballon d'Or em 1960.

Um de seus últimos jogos no Barcelona foi a final da Liga dos Campeões em 1961, que o clube perdeu 3-2 para o Benfica.

Suárez com Inter no San Siro

Inter de Milão[editar | editar código-fonte]

Em 1961, Suárez tornou-se o futebolista mais caro do mundo, quando o Barcelona o vendeu ao Inter de Milão por 250 milhões de liras italianas. O movimento o viu seguir seu mentor Helenio Herrera.

Suárez tornou-se um titular regular na equipe Grande Inter que ganhou três títulos da Serie A, duas Liga dos Campeões e duas Copas Intercontinentais. Entre 1961 e 1970, ele fez 328 partidas na Inter e marcou 55 gols.

Em 10 de março de 1963, ele marcou três vezes em uma vitória por 6-0 sobre Genoa CFC; Este foi o primeiro espanhol a fazer um hat-trick na Serie A. Suso no Genoa em 2016 igualou essa marca. 

Na Seleção[editar | editar código-fonte]

Suárez jogou 32 jogos pela Espanha e marcou 14 gols. Ele estreou em 30 de janeiro de 1957 em uma vitória por 5-1 sobre a Holanda e representou a Espanha nas Copas do Mundo de 1962 e 1966. No entanto, sua maior conquista com a Espanha ocorreu em 1964 quando, junto com Josep Maria Fusté, Amancio Amaro, José Ángel Iribar e Jesús María Pereda, venceram a Eurocopa de 1964. Ele jogou seu último jogo para a Espanha em 1972.

Treinador[editar | editar código-fonte]

Como treinador, iniciou sua carreira na Inter de Milão em 1974 e a encerrou também na Inter de Milão em 1995. Seu maior desafio como técnico foi dirigir a Seleção de seu país na Copa do Mundo de 1990, que acabou sendo eliminada para a antiga Iugoslávia nas Oitavas-de-Final, levando 2 gols de Dragan Stojković.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Barcelona
Internazionale
Seleção Espanhola

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

  • Ballon d'Or: 1960
  • Silver Ball: 1961, 1964
  • Bronze Ball: 1965
  • Equipe do torneio da Eurocopa: 1964

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]