Entufado-baiano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaEntufado-baiano
Taxocaixa sem imagem
Estado de conservação
Espécie em perigo crítico
Em perigo crítico (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
Família: Rhinocryptidae
Género: Merulaxis
Espécie: M. stresemanni
Nome binomial
Merulaxis stresemanni
Sick, 1960

O entufado-baiano ou bigodudo-baiano (nome científico: Merulaxis stresemanni) é uma espécie de ave pertencente à família Rhinocryptidae.[2][3][4]

É um raro passeriforme endêmico da Mata Atlântica do Brasil, cujos registros recentes se restringem aos municípios de Bandeira, Jordânia e Macarani, na divisa entre Minas Gerais e Bahia.[5] Os registros históricos da espécie são provenientes de Ilhéus e Una.[6][7]

Encontra-se em perigo crítico de extinção[8] por causa da perda de habitat, com uma população inferior a 50 indivíduos adultos.[1][9][10] Uma população com essa quantidade de indivíduos pode estar sofrendo uma depressão endogâmica, tendência dos indivíduos se acasalarem com parentes levando a uma maior probabilidade de homozigose nos descendentes, causando uma maior expressão de genes deletérios. Quanto menor a população, maiores as dificuldades de preservação em longo prazo da espécie, pois populações pequenas estão mais sujeitas aos efeitos da perda da variabilidade genética.[11]

Desde 2007 A Fundação Biodiversitas vem desenvolvendo atividades de biologia da conservação para evitar a extinção da espécie.[12][13][14] A American Bird Conservancy faz uma campanha de arrecadação de recursos,[15] e tem apoiado as pesquisas com os últimos indivíduos do entufado-baiano.[16][17][18]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Merulaxis stresemanni». Lista Vermelha da IUCN de espécies ameaçadas da UICN 2019 (em inglês). ISSN 2307-8235. Consultado em 21 de agosto de 2015 
  2. Mayr, Ernst (1971). «New species of birds described from 1956 to 1965» (requer pagamento). Journal für Ornithologie (em inglês). 112 (3): 302-316. ISSN 0021-8375. doi:10.1007/BF01640689 
  3. Sick, Helmut (1997). Ornitologia brasileira 2 ed. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira. p. 524. ISBN 9788520908167 
  4. Krabbe, N.K.; Schulenberg, T.S; Sharpe, C.J. (2019). «Stresemann's Bristlefront (Merulaxis stresemanni)». In: del Hoyo, J.; Elliott, A.; Sargatal, J.; Christie, D.A.; de Juana, E. Handbook of the Birds of the World Alive (em inglês). Barcelona: Lynx Edicions. Consultado em 9 de abril de 2019. Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  5. Platt, John R. (2013). «Almost Extinct Brazilian Bird Observed in Nest for the First Time [Video]». Scientific American Blog Network (em inglês). Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  6. Damasceno, 2011
  7. Peters, D. Stefan (2004). «The third museum specimen of Stresemann's bristlefront (Merulaxis stresemanni Sick, 1960)». Journal of Ornithology (em inglês). 145 (3): 269–270. ISSN 0021-8375. doi:10.1007/s10336-004-0029-6 
  8. «Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - Aves - Merulaxis stresemanni Sick, 1960 - Entufado-baiano». www.icmbio.gov.br. Consultado em 24 de abril de 2017. Cópia arquivada em 8 de janeiro de 2019 
  9. Damasceno, 2011
  10. BirdLife International (2019). «BirdLife species factsheet: Stresemann's Bristlefront (Merulaxis stresemanni. www.birdlife.org. Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  11. Begon, Michael; Townsend, Colin R.; Harper, John L. (2007). Ecologia: De individuos a ecossistemas. Porto Alegre: Artmed Editora. pp. 205–207. ISBN 9788536309545 
  12. Fundação Biodiversitas (2017). «Projeto Asas - Mata do Passarinho». Consultado em 3 de julho de 2017 
  13. American Bird Conservancy (2016). «Expansion of Brazilian reserve protects some of the world's rarest birds». www.birdguides.com (em inglês). Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  14. BirdLife International (2 de maio de 2016). «BirdLife: Saving the world's rarest birds, one by one». www.birdguides.com (em inglês). Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  15. «Urgent Action Needed: Join in the search for the lost Stresemann's Bristlefront». American Bird Conservancy. 2019. Consultado em 9 de abril de 2019. Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  16. Jordan Rutter (30 de julho de 2018). «Search for Feathered Treasure Is On In Brazil's Songbird Forest». American Bird Conservancy. Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  17. Amy Upgren (20 de dezembro de 2018). «"World's Rarest Bird" Sighted in Brazil». American Bird Conservancy. Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  18. Nick Minor (1 de março de 2019). «Scientists on the Trail of One of the World's Rarest Birds Are Treated to a Special Show». National Audubon Society. Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Entufado-baiano