Entufado-baiano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaEntufado-baiano
Taxocaixa sem imagem
Estado de conservação
Espécie em perigo crítico
Em perigo crítico (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
Família: Rhinocryptidae
Género: Merulaxis
Espécie: M. stresemanni
Nome binomial
Merulaxis stresemanni
Sick, 1960

O entufado-baiano ou bigodudo-baiano (nome científico: Merulaxis stresemanni) é uma espécie de ave pertencente à família Rhinocryptidae.[2][3][4]

É um raro passeriforme endêmico da Mata Atlântica do Brasil, cujos registros recentes se restringem aos municípios de Bandeira, Jordânia e Macarani, na divisa entre Minas Gerais e Bahia.[5] Os registros históricos da espécie são provenientes de Ilhéus e Una.[6][7]

Encontra-se em perigo crítico de extinção[8] por causa da perda de habitat, com uma população inferior a 50 indivíduos adultos.[1][9][10] Uma população com essa quantidade de indivíduos pode estar sofrendo uma depressão endogâmica, tendência dos indivíduos se acasalarem com parentes levando a uma maior probabilidade de homozigose nos descendentes, causando uma maior expressão de genes deletérios. Quanto menor a população, maiores as dificuldades de preservação em longo prazo da espécie, pois populações pequenas estão mais sujeitas aos efeitos da perda da variabilidade genética.[11]

Desde 2007 A Fundação Biodiversitas vem desenvolvendo atividades de biologia da conservação para evitar a extinção da espécie.[12][13][14] A American Bird Conservancy faz uma campanha de arrecadação de recursos,[15] e tem apoiado as pesquisas com os últimos indivíduos do entufado-baiano.[16][17][18]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Lista Vermelha da IUCN (em inglês)Merulaxis stresemanni Acedido em 21 de agosto de 2015.
  2. Mayr, Ernst (1971). «New species of birds described from 1956 to 1965» (requer pagamento). Journal für Ornithologie (em inglês). 112 (3): 302-316. ISSN 0021-8375. doi:10.1007/BF01640689 
  3. Sick, Helmut (1997). Ornitologia brasileira 2 ed. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira. p. 524. ISBN 9788520908167 
  4. Krabbe, N.K.; Schulenberg, T.S; Sharpe, C.J. (2019). «Stresemann's Bristlefront (Merulaxis stresemanni)». In: del Hoyo, J.; Elliott, A.; Sargatal, J.; Christie, D.A.; de Juana, E. Handbook of the Birds of the World Alive (em inglês). Barcelona: Lynx Edicions. Consultado em 9 de abril de 2019. Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  5. Platt, John R. (2013). «Almost Extinct Brazilian Bird Observed in Nest for the First Time [Video]». Scientific American Blog Network (em inglês). Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  6. Damasceno, 2011
  7. Peters, D. Stefan (2004). «The third museum specimen of Stresemann's bristlefront (Merulaxis stresemanni Sick, 1960)». Journal of Ornithology (em inglês). 145 (3): 269–270. ISSN 0021-8375. doi:10.1007/s10336-004-0029-6 
  8. «Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - Aves - Merulaxis stresemanni Sick, 1960 - Entufado-baiano». www.icmbio.gov.br. Consultado em 24 de abril de 2017. Cópia arquivada em 8 de janeiro de 2019 
  9. Damasceno, 2011
  10. BirdLife International (2019). «BirdLife species factsheet: Stresemann's Bristlefront (Merulaxis stresemanni. www.birdlife.org. Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  11. Begon, Michael; Townsend, Colin R.; Harper, John L. (2007). Ecologia: De individuos a ecossistemas. Porto Alegre: Artmed Editora. pp. 205–207. ISBN 9788536309545 
  12. Fundação Biodiversitas (2017). «Projeto Asas - Mata do Passarinho». Consultado em 3 de julho de 2017 
  13. American Bird Conservancy (2016). «Expansion of Brazilian reserve protects some of the world's rarest birds». www.birdguides.com (em inglês). Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  14. BirdLife International (2 de maio de 2016). «BirdLife: Saving the world's rarest birds, one by one». www.birdguides.com (em inglês). Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  15. «Urgent Action Needed: Join in the search for the lost Stresemann's Bristlefront». American Bird Conservancy. 2019. Consultado em 9 de abril de 2019. Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  16. Jordan Rutter (30 de julho de 2018). «Search for Feathered Treasure Is On In Brazil's Songbird Forest». American Bird Conservancy. Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  17. Amy Upgren (20 de dezembro de 2018). «"World's Rarest Bird" Sighted in Brazil». American Bird Conservancy. Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 
  18. Nick Minor (1 de março de 2019). «Scientists on the Trail of One of the World's Rarest Birds Are Treated to a Special Show». National Audubon Society. Cópia arquivada em 9 de abril de 2019 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Entufado-baiano