Eoraptor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaEoraptor
Ocorrência: Triássico Superior
231–228 Ma
Royal Ontario Museum Eoraptor.JPG
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Clado: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Clado: Sauropodomorpha
Género: Eoraptor
Sereno et al., 1993
Espécie-tipo
Eoraptor lunensis
Sereno et al., 1993

Eoraptor (Eoraptor lunensis, que significa "ladrão da alvorada") foi uma espécie de dinossauro carnívoro e bípede que viveu durante o período Triássico, há cerca de 231 milhões de anos, sendo um dos mais antigos dinossauros conhecidos. Media em torno de 1 metro de comprimento e pesava cerca de 11Kg. Em suma, foi um dinossauro pequeno e leve, conferindo bastante velocidade, suas mãos tinham três dedos longos em forma de presas e seus dentes afiados exibiam diferentes formatos.

O Eoraptor viveu na região que é hoje a América do Sul e seus fósseis foram descobertos na Argentina. A nomeação oficial do Eoraptor ocorreu em 1993.


Descoberta[editar | editar código-fonte]

Esqueleto de Eoraptor lunensis, elementos ósseos conhecidos em branco e cinza claro, e desconhecidos em cinza escuro.

O gênero Eoraptor foi descrito e nomeado por Paul Sereno, Catherine Forster, Raymond R. Rogers e Alfredo M. Monetta em 1993.[1]O nome é derivado da palavra grega eós (ἠώς) que significa 'amanhecer',[2] uma referência à sua natureza primitiva, e a palavra latina raptor significa 'saqueador', uma referência à sua natureza carnívora presumida e sua mão agarradora. O nome específico lunensis é derivado das palavras latinas luna ('lua') e do sufixo -ensis ('habitante'), uma referência ao seu local de descoberta: o Valle de la Luna ('Vale da Lua'), então nomeado por sua aparência árida e sobrenatural que evoca uma paisagem lunar. A espécie-tipo Eoraptor lunensis significa "saqueador do amanhecer do Vale da Lua".[1]

Um esqueleto de Eoraptor

Paleobiologia[editar | editar código-fonte]

Reconstituição artística

Acredita-se que o Eoraptor fosse um onívoro,[1] embora sua dentição seja bastante semelhante à do Buriolestes, considerado carnívoro.[3][4] Era um velocista veloz e, ao capturar sua presa, usava garras e dentes para separá-la. Ao contrário dos dinossauros carnívoros posteriores, faltava uma junta deslizante na articulação da mandíbula inferior, para segurar grandes presas. Além disso, apenas alguns de seus dentes eram curvos e afiados, ao contrário dos dentes da boca dos terópodes posteriores. A dentição heterodonte do Eoraptor consiste em dentes serrilhados e recurvados na mandíbula superior, como os dentes dos terópodes, e dentes em forma de folha na mandíbula inferior, como os dentes dos sauropodomorfos basais.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Sereno, Paul C.; Martínez, Ricardo N.; Alcober, Oscar A. (2013). «Osteology of Eoraptor lunensis (Dinosauria, Sauropodomorpha). Basal sauropodomorphs and the vertebrate fossil record of the Ischigualasto Formation (Late Triassic: Carnian-Norian) of Argentina». Journal of Vertebrate Paleontology Memoir. 12: 83–179. doi:10.1080/02724634.2013.820113 
  2. Henry George Liddell; Robert Scott (1980). A Greek-English LexiconRegisto grátis requerido (em inglês) Abridged ed. Reino Unido: Oxford University Press. ISBN 0-19-910207-4 
  3. Cabreira, Sergio Furtado; Kellner, Alexander Wilhelm Armin; Dias-da-Silva, Sérgio; Roberto da Silva, Lúcio; Bronzati, Mario; Marsola, Júlio Cesar de Almeida; Müller, Rodrigo Temp; Bittencourt, Jonathas de Souza; Batista, Brunna Jul’Armando; Raugust, Tiago; Carrilho, Rodrigo (novembro de 2016). «A Unique Late Triassic Dinosauromorph Assemblage Reveals Dinosaur Ancestral Anatomy and Diet». Current Biology (em inglês). 26 (22): 3090–3095. PMID 27839975. doi:10.1016/j.cub.2016.09.040 
  4. Müller, Rodrigo T; Langer, Max C; Bronzati, Mario; Pacheco, Cristian P; Cabreira, Sérgio F; Dias-Da-Silva, Sérgio (15 de maio de 2018). «Early evolution of sauropodomorphs: anatomy and phylogenetic relationships of a remarkably well-preserved dinosaur from the Upper Triassic of southern Brazil». Zoological Journal of the Linnean Society (em inglês). ISSN 0024-4082. doi:10.1093/zoolinnean/zly009 
  5. Sereno, P.C.; Forster, C.A.; Rogers, R.R.; Moneta, A.M. (1993). «Primitive dinosaur skeleton from Argentina and the early evolution of the Dinosauria». Nature (em inglês). 361 (6407): 64–66. Bibcode:1993Natur.361...64S. doi:10.1038/361064a0 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. Sereno, P.C., C.A. Forster, R.R. Rogers, & A.M. Monetta. 1993. Primitive dinosaur skeleton from Argentina and the early evolution of Dinosauria. Nature 361(6407):64-66.
Ícone de esboço Este artigo sobre dinossauros é um esboço relacionado ao Projeto Dinossauros e Animais Pré-Históricos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.