Ceratosauria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaCeratosauria
Um animal do gênero Ceratosaurus, que dá nome ao grupo.
Um animal do gênero Ceratosaurus, que dá nome ao grupo.
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Clado: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Theropoda
Infraordem: Ceratosauria
Famílias
Ver texto

Ceratosauria (que vem de Ceratosaurus, "lagarto com chifres") é um clado de dinossauros terópodes, característicos do período Jurássico, mas presentes também no Cretáceo. Inclui todos os terópodes que compartilham um ancestral com o Ceratosaurus mas não com as aves.

Os ceratossaurianos, como são chamados os dinossauros pertencentes à essa ordem, viveram principalmente na África e na América do Sul, mas também habitaram a Europa e na América do Norte. Os ceratossaurianos se alimentavam de carne de outros dinossauros, caracterizando assim uma alimentação carnívora, muito comum nos terópodes.

Esqueleto reconstruído de um Majungasaurus. Note os braços atrofiados.

São um dos grupos mais primitivos de terópodes; muitos apresentam quatro dígitos nas mãos e outras características de dinossauros menos recentes. Possuem crânios robustos e braços curtos, característica ainda mais extrema na família Abelisauridae. É provável que divergiram dos outros terópodes no fim do Triássico, tornando-se um grupo bem sucedido desde então, apesar de não terem sido encontrados fósseis no Jurássico Médio.

Esses dinossauros variavam bastante de tamanho sendo que os menores tinham cerca de 2 metros de comprimento, e os maiores tinham até aproximadamente 9 metros de comprimento,[1] ou talvez mais.[2] Apesar do nome, nem todos os membros deste clado possuíam chifres.

Existem dois tipos de dinossauros ceratossauros no Jurássico Superior de Portugal: Ceratosaurus e abelissaurídeos indeterminados[3].

Paleobiologia[editar | editar código-fonte]

Mão de um Carnotaurus.

Anatomia[editar | editar código-fonte]

Entre as características que definem os ceratossaurianos está o aumento na altura e na ornamentação dos crânios, assim como a diminuição dos membros dianteiros. Seu ílio, ísquio e púbis formavam um único osso fundido.[4] Entre os abelissaurídeos, algumas destas características eram ainda mais exageradas, com braços menores que os de qualquer outro terópode.[5] Apesar dos braços atrofiados, nenhum abelissaurídeo perdeu algum dígito ou qualquer elemento crítico dos membros dianteiros. Algumas variações nas ligações também foram observadas nos ceratossaurianos, e foi sugerido que eles talvez tenham tido mais mobilidade dos ombros do que outros terópodes.[6]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Os ceratossaurianos aparentemente possuíam uma população global que se divergiu no início do Jurássico, mas provavelmente desapareceram da Laurásia no Cretáceo, com os poucos espécimes do Cretáceo que foram encontrados lá tendo retornado posteriormente da Gondwana.[7]

Abelissaurídeos em particular tiveram grande sucesso na Gondwana, principalmente no Cretáceo. Alguns espécimes da Gondwana viveram no Jurássico Superior, e possivelmente até no Jurássico Médio, estendendo muito a linha do tempo dos abelissaurídeos. Alguns paleontólogos acreditam que um grande deserto tenha mantido os abelissaurídeos presos no sul da Gondwana até o Jurássico Superior.[8] Foi também observado que os ceratossaurianos do Cretáceo Superior são menos comuns em áreas dominadas por tetanuranos (África) e celurossauros (América do Norte e Ásia).

Dieta[editar | editar código-fonte]

Os ceratossaurianos eram predominantemente carnívoros, com uma exceção conhecida, Limusaurus inextricabilis, um herbívoro com um bico sem dentes.[9] Supõe-se que o Ceratosaurus tenha ingerido uma grande quantidade de peixes e outros animais aquáticos, mas essa ideia foi contrariada por alguns paleontólogos.[10] Marcas de dentes em carnívoros maiores como o Allosaurus indicam que o Ceratosaurus talvez comesse animais mortos com frequências.[11]

Filogenia[editar | editar código-fonte]

Atualmente, o clado Ceratosauria é dividido em dois subgrupos, Ceratosauridae e Abelisauroidea, este último subdividio em Abelisauridae e Noasauridae. O mais antigo ceratossauriano conhecido é o Berberosaurus liassicus, de 185 milhões de anos atrás, sendo também o mais primitivo.[12] Sua classificação exata ainda é controversa.

O cladograma seguinte segue a classificação de Diego Pol e Oliver W. M. Rauhut, 2012.[8]

Ceratosauria 

Berberosaurus



Deltadromeus





Spinostropheus




Limusaurus Limusaurus runner (flipped).jpg



Elaphrosaurus Elaphrosaurus (flipped).jpg




 Neoceratosauria 
 Ceratosauridae 

Ceratosaurus Ceratosaurus nasicornis DB.jpg



Genyodectes



 Abelisauroidea 
 Noasauridae 

Laevisuchus



Masiakasaurus Masiakasaurus BW (flipped).jpg



Noasaurus



Velocisaurus



 Abelisauridae 

Eoabelisaurus Eoabelisaurus silhouette.svg



Indosuchus Indosuchus raptorius.jpg




Rugops




Abelisaurus


 Carnotaurinae 


Majungasaurus Majungasaurus BW (flipped).jpg



Indosaurus



Rajasaurus Rajasaurus restoration.jpg



 Brachyrostra 


Ilokelesia Ilokelesia (flipped).jpg



Ekrixinatosaurus Ekrixinatosaurus novasi by Henrique Paes.png



Skorpiovenator Skorpiovenator bustingorryi.jpg



 Carnotaurini 

Carnotaurus Carnotaurus DB 2 white background.jpg



Aucasaurus Aucasaurus garridoi by Paleocolour.jpg













Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Ceratosauria
Ícone de esboço Este artigo sobre dinossauros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Allometry and body length of abelisauroid theropods: Pycnonemosaurus nevesi is the new king». Cretaceous Research (em inglês). 69: 71–89. 1 de janeiro de 2017. ISSN 0195-6671. doi:10.1016/j.cretres.2016.09.001 
  2. Paul, Gregory S. (2016). The Princeton Field Guide to Dinosaurs - 2nd Edition. [S.l.]: Princeton Press 
  3. Hendrickx, C., & Mateus O. (2014).  Abelisauridae (Dinosauria: Theropoda) from the Late Jurassic of Portugal and dentition-based phylogeny as a contribution for the identification of isolated theropod teeth. Zootaxa. 3759, 1-74
  4. ...).,, Weishampel, David B. (1952-; Peter,, Dodson,; ...).,, Osmólska, Halszka, (1930- (2007). The Dinosauria. University of California Press. ISBN 0520242092. OCLC 493366196.
  5. Bonaparte, José; Novas, Fernando; Coria, Rodolfo (1990). "Carnotaurus sastrei Bonaparte, the horned, lightly built carnosaur from the Middle Cretaceous of Patagonia. Contributions in Science"(PDF). Natural History Museum of Los Angeles County. 416: 1–42.
  6. Carrano, Matthew T.; Sampson, Scott D. (2008-01-01). "The Phylogeny of Ceratosauria (Dinosauria: Theropoda)". Journal of Systematic Palaeontology. 6 (2): 183–236. doi:10.1017/S1477201907002246. ISSN 1477-2019.
  7. Tortosa, Thierry; Buffetaut, Eric; Vialle, Nicolas; Dutour, Yves; Turini, Eric; Cheylan, Gilles. "A new abelisaurid dinosaur from the Late Cretaceous of southern France: Palaeobiogeographical implications". Annales de Paléontologie. 100 (1): 63–86. doi:10.1016/j.annpal.2013.10.003.
  8. a b Diego Pol & Oliver W. M. Rauhut (2012). "A Middle Jurassic abelisaurid from Patagonia and the early diversification of theropod dinosaurs". Proceedings of the Royal Society B: Biological Sciences. 279 (1804): 3170–5. doi:10.1098/rspb.2012.0660. PMC 3385738 . PMID 22628475.
  9. Xu, Xing; Clark, James M.; Mo, Jinyou; Choiniere, Jonah; Forster, Catherine A.; Erickson, Gregory M.; Hone, David W. E.; Sullivan, Corwin; Eberth, David A. (2009-06-18). "A Jurassic ceratosaur from China helps clarify avian digital homologies". Nature. 459(7249): 940–944. doi:10.1038/nature08124. ISSN 0028-0836.
  10. J., Currie, Philip; B., Koppelhus, Eva; A., Shugar, Martin; L., Wright, Joanna (2004). Feathered dragons : studies on the transition from dinosaurs to birds. Indiana University Press. ISBN 0253343739. OCLC 895411495.
  11. Chure, Daniel; Fiorillo, Anthony; Jacobsen, Aase (1 de janeiro de 2000). «Prey bone utilization by predatory dinosaurs in the Late Jurassic of North America, with comments on prey bone use by dinosaurs throughout the Mesozoic». Gaia. 15 
  12. Allain, Ronan; Tykoski, Ronald; Aquesbi, Najat; Jalil, Nour-Eddine; Monbaron, Michel; Russell, Dale; Taquet, Philippe (2007-09-12). "An abelisauroid (Dinosauria: Theropoda) from the Early Jurassic of the High Atlas Mountains, Morocco, and the radiation of ceratosaurs". Journal of Vertebrate Paleontology. 27 (3): 610–624. doi:10.1671/0272-4634(2007)27[610:AADTFT]2.0.CO;2. ISSN 0272-4634.