Irritator (dinossauro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Irritator)
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaIrritator
Esqueleto reconstruído de um Irritator

Esqueleto reconstruído de um Irritator
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Theropoda
Família: Spinosauridae
Género: Irritator
Nome binomial
Irritator challengeri
Martill et al., 1996
Sinónimos
  • Angaturama limai

Irritator challengeri foi um dinossauro da família Spinosauridae de porte médio que viveu no Cretáceo inferior, a 110 milhões de anos na Chapada do Araripe, Ceará. Caracteriza-se pelo focinho longo, patas anteriores impressionantemente bem desenvolvidas - que são as características da família - e por ter as narinas bem a frente dos olhos e uma protumberância (crista) na frente da cabeça, assim como nas aves. Tal como o barionix, provavelmente se alimentava de peixe. Seus fósseis escassos impossibilitam uma medição exata de seu tamanho e peso.

Foi descoberto em 1996[1], assim como o dinossauro conhecido como Angaturama limai, que, é considerado pela maioria dos pesquisadores como um sinônimo de Irritator[2][3][4], já que os fósseis do Angaturama aparentemente completam o esqueleto do Irritator, embora ainda existam cientistas que defendem que Angaturama é um gênero separado e não sinônimo de Irritator.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome "Irritator" vem do fato de que os cientistas envolvidos com a descobertas se sentiram irritados ao saber que o focinho havia sido elongado artificialmente, enquanto o nome específico challengeri vem da personagem Professor Challenger, do livro O Mundo Perdido, de Arthur Conan Doyle[1].

A palavra "Angaturama" deriva do tupi e quer dizer "nobre". Na cultura tupi, Angaturama é um espírito protetor.

Descrição[editar | editar código-fonte]

A comparação do tamanho de um Irritator com o humano.

Como um dinossauro da família dos espinossaurídeos, possuía as características comuns a esses dinossauros: Cabeça longa, muito parecida com a de um crocodilo e braços grandes e fortes - algo incomum entre os terópodes. Não se sabe se ele possuía ou não uma vela nas costas, como a de seu parente espinossauro, já que apenas foram descobertos ossos do crânio do animal. Possuía uma crista na ponta do crânio, e suas narinas ficavam exatamente a frente dos olhos, como nas aves.

Ilustração do Irritator.

O comprimento do Irritator foi estimado por Gregory S. Paul em 2010 como sendo de 7,5 metros e 1000 kg (1 tonelada)[5], embora outros cientistas tenham feito estimativas de até 8 metros[6]. Já o exemplar atribuído ao gênero Angaturama (que provavelmente trata-se de um jovem Irritator) é muito difícil de ser medido, pois não há muitos fósseis disponíveis atualmente. Comparando o tamanho dos ossos já encontrados com o de outros espinosaurídeos, pode-se chegar a uma estimativa, que fica entre os 5 e 6 metros de comprimento, 2 m de altura e 500 a 600 kg de massa.

Dieta[editar | editar código-fonte]

Visão lateral do crânio reconstruído do Irritator, mostrando os dentes.

Como os seus parentes, este animal deveria ser piscívoro, no máximo alimentando-se de algum dinossauro pequeno ou de algum pterossauro. Assim como os outros espinossaurídeos, provavelmente não conseguiria derrubar uma grande presa, assim priorizando a dieta baseada em peixes. Apesar de se alimentar principalmente de peixe, possivelmente caçava outros tipos de presa, já que um dente de Irritator foi encontrado inserido na coluna vertebral de um pterossauro[7]. Um animal próximo do Irritator, o barionix, já foi encontrado com restos de um iguanodonte dentro, lavando o paleontólogo Darren Naish a acreditar que espinossaurídeos como o Irritator também se alimentassem de vertebrados terrestres[8].

Angaturama[editar | editar código-fonte]

Crânio do Irritator com o focinho do "Angaturama"

Quando o Angaturama foi descoberto em 1996, um outro dinossauro já havia sido encontrado, o Irritator, do qual, se tem fósseis do crânio que se encaixam perfeitamente com os do primeiro. Isso pode levar a crer que ambos possam ser a mesma espécie, ou até mesmo, o mesmo espécime. O consenso científico atual é de que ambos animais são da mesma espécie[2][3][4], e o nome Irritator challengeri terá prioridade, pois foi registrado antes.

Referências

  1. a b Martill, D. M.; Cruickshank, A. R. I.; Frey, E.; Small, P. G.; Clarke, M. (1996). "A new crested maniraptoran dinosaur from the Santana Formation (Lower Cretaceous) of Brazil". Journal of the Geological Society153: 5–8. doi:10.1144/gsjgs.153.1.0005.
  2. a b Sereno, P. C.; Beck, A. L.; Dutheil, D. B.; Gado, B.; Larsson, H. C. E.; Lyon, G. H.; Marcot, J. D.; Rauhut, O. W. M.; et al. (1998). "A Long-Snouted Predatory Dinosaur from Africa and the Evolution of Spinosaurids". Science282(5392): 1298–302. Bibcode:1998Sci...282.1298S. PMID 9812890. doi:10.1126/science.282.5392.1298
  3. a b dal Sasso, C.; Maganuco, S.; Buffetaut, E.; Mendez, M.A. (2005). "New information on the skull of the enigmatic theropod Spinosaurus, with remarks on its sizes and affinities"Journal of Vertebrate Paleontology25 (4): 888–896. doi:10.1671/0272-4634(2005)025[0888:NIOTSO]2.0.CO;2.
  4. a b Buffetaut, E.; Ouaja, M. (2002). "A new specimen of Spinosaurus (Dinosauria, Theropoda) from the Lower Cretaceous of Tunisia, with remarks on the evolutionary history of the Spinosauridae". Bulletin de la Société Géologique de France173 (5): 415–421. doi:10.2113/173.5.415.
  5. Paul, G.S., 2010, The Princeton Field Guide to Dinosaurs, Princeton University Press p. 87
  6. Holtz, Thomas R. Jr. (2011) Dinosaurs: The Most Complete, Up-to-Date Encyclopedia for Dinosaur Lovers of All Ages, Winter 2010 Appendix.
  7. Buffetaut, E.; Martill, D.; Escuillié3, F. (2004). "Pterosaurs as part of a spinosaur diet"Nature429 (33). PMID 15229562. doi:10.1038/430033a.
  8. Naish, D.; Martill, D. M.; Frey, E. (2004). "Ecology, Systematics and Biogeographical Relationships of Dinosaurs, Including a New Theropod, from the Santana Formation (?Albian, Early Cretaceous) of Brazil". Historical Biology: A Journal of Paleobiology16 (2–4): 57–70. doi:10.1080/08912960410001674200.
  • Kellner, A.W.A. & D.A. Campos, 1996. First Early Cretaceous dinosaur from Brazil with comments on Spinosauridae. N. Jb. Geol. Paläont. Abh. 199 (2): 151-166.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre dinossauros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Irritator (dinossauro)