Ernesto Augusto de Hanôver (1954)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pretendente
Ernesto Augusto
Reivindicação
Título(s) Rei de Hanôver e Duque de Brunswick
Nome reivindicado Ernesto Augusto V
Período 9 de dezembro de 1987atualidade
Predecessor Ernesto Augusto IV
Último monarca Jorge V (Hanôver)
Ernesto Augusto III (Brunsvique)
Dados pessoais
Nome completo Ernesto Augusto Alberto Paulo Oto Rodolfo Oscar Bertoldo Frederico Fernando Cristiano Luís
Nascimento 26 de fevereiro de 1954 (70 anos)
Hanôver, Alemanha
Cônjuge Chantal Hochuli (1981–1997)
Carolina de Mônaco (1999–)
Descendência Ernesto Augusto de Hanôver
Cristiano de Hanôver
Alexandra de Hanôver
Casa Hanôver
Pai Ernesto Augusto de Hanôver
Mãe Ortruda de Glücksburgo
Família real hanoveriana
Casa de Hanôver

Ernesto Augusto de Hanôver (em alemão: Ernst August Albert Paul Otto Rupprecht Oskar Berthold Friedrich-Ferdinand Christian-Ludwig; Hanôver, 26 de fevereiro de 1954), é o atual chefe da Casa de Hanôver e pretendente aos tronos de Hanôver e de Brunswick. O filho mais velho de Ernesto Augusto de Hanôver da Grã-Bretanha e Irlanda e de sua primeira esposa, a princesa Ortruda de Glücksburgo. Ele é o terceiro e atual marido da princesa Carolina do Mônaco, irmã de Alberto II, príncipe soberano de Mônaco.

História familiar[editar | editar código-fonte]

Como o principal descendente da linha masculina de Jorge V de Hanôver e portanto também de Jorge III do Reino Unido, Ernesto Augusto é o chefe da Casa de Guelfo e é enumerado como Ernesto Augusto V. Ele é um pretendente hanoveriano ao trono do Reino de Hanôver e ao trono ducal do Ducado de Brunsvique-Luneburgo. Por isso, ele se estiliza, de acordo com a tradição germânica, como "Sua Alteza Real O Príncipe de Hanôver, Duque de Brunsvique e Luneburgo, Príncipe da Grã-Bretanha e Irlanda". Nenhum desses títulos, entretanto, é válido sob as leis modernas inglesas, alemãs ou irlandesas; mas são usados por cortesia nas cortes europeias e formalmente reconhecidos pelo estado de Mónaco. Na Alemanha, títulos da nobreza e da realeza foram abolidos em 1918, sendo legalmente considerados apenas sobrenomes[1].

Herdeiro do Duque de Cumberland e Teviotdale, Ernesto Augusto tem direito à petição da restauração dos pariatos britânicos de seus ancestrais, mas nunca o fez, ainda que seu pai tenha com sucesso reclamado nacionalidade britânica depois da Segunda Guerra Mundial.

O príncipe também é o bisneto do último imperador germânico, Guilherme II.

Família[editar | editar código-fonte]

A primeira esposa de Ernesto Augusto foi Chantal Hochuli, com quem se casou civilmente em 28 de agosto de 1981 e religiosamente em 30 de agosto daquele mesmo ano. Hochuli é herdeira de uma fortuna de chocolate suíço. Eles tiveram dois filhos:

Ernesto e Chantal se divorciaram em 23 de outubro de 1997. Ele se casou pela segunda vez em 23 de janeiro de 1999, com a princesa Carolina do Mónaco, que estava grávida naquele momento da filha de Ernesto, a princesa Alexandra de Hanôver (nascida em 20 de julho de 1999).

Ernesto Augusto V nasceu na linha de sucessão à coroa britânica, ele foi obrigado pelo Royal Marriages Act 1772. Assim, antes de seu casamento com a princesa Carolina fez um pedido formal de autorização a rainha Isabel II, o pedido foi concedido pela rainha no Conselho do Parlamento da Grã-Bretanha. Sem a aprovação real, o casamento teria sido nulo na Grã-Bretanha, e pode ter ameaçado o direito de Ernesto Augusto de petição para a retomada do ducado de Cumberland. Garantia da França mesma forma, o Tribunal de Justiça monegasca foi notificado oficialmente do casamento de Caroline com o príncipe Ernesto Augusto e recebidos que não havia oposição, em conformidade com o tratado franco-monegasco.

Depois de vários escândalos de traição, Carolina e Ernst separaram-se no verão de 2009. Não estão divorciados, pois o príncipe que não está disposto a fazê-lo, apesar de assumir publicamente outros relacionamentos[2].

Polémicas[editar | editar código-fonte]

Em Julho de 2020, após desacatos provocados com a polícia na sua cabana de caça, Ernst foi internado compulsivamente numa clínica psiquiátrica.

Em Setembro de 2020, e depois de ter feito ameaças graves e estragos vários, o príncipe alemão não foi levado para uma clínica, mas sim para a prisão[3].

Em 2018, namorou publicamente com a portuguesa Maria Madalena Bensaude[4].

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.