Estádio Arquiteto Ricardo Etcheverry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Arquiteto Ricardo Etcheverri
ESTADIO ARQUITECTO ETCHEVERRI.PNG

Nome Estádio Arquiteto Ricardo Etcheverri
Características
Local Buenos Aires, Argentina
Gramado Grama natural (105 x 70 m)
Capacidade 24.440 espectadores
Construção
Data 1905
Inauguração
Data 2 de janeiro de 1905
Proprietário Club Ferro Carril Oeste
Mandante Club Ferro Carril Oeste

O Estádio Arquiteto Ricardo Etcheverri é um estádio de futebol argentino localizado na cidade de Buenos Aires.[1]

Inaugurado em 2 de Janeiro de 1905, tem capacidade para 24.440 torcedores. Foi construído nos fundos de um terreno da linha de trem Ferro Carril Oeste e é um dos únicos estádios argentinos que permanecem no mesmo lugar desde o inicio do Século XX.

É utilizado pelo Ferro Carril Oeste que, durante sua construção, vendia seus jogadores em troca de materiais de construção para o estádio, como madeira e chapas de zinco.

Por ainda possuir arquibancada de madeira, é conhecido como "El Templo de Madera" ou "El Monumental de Madera", numa referência ao Estádio Monumental de Nuñez do River Plate.

O nome é uma homenagem a Ricardo Etcheverri, dirigente do clube por quase trinta anos.

Devido a sua localizado privilegiada (no centro geográfico de Buenos Aires), as principais equipes já utilizaram o estádio quando não puderam usam seus proprios campos, tais como River Plate, Boca Juniors, Vélez Sarfield, San Lorenzo de Almagro e, mais recentemente Argentinos Juniors.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre estádios de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.