Feira do Livro de Frankfurt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde novembro de 2017).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Feira do Livro de Frankfurt (2005)

A Feira do Livro de Frankfurt (em alemão: Frankfurter Buchmesse) é maior encontro mundial do setor editorial, A Feira do Livro de Frankfurt tem uma tradição que se estende ao longo de mais de 500 anos. A primeira feira do livro foi realizada por livreiros locais logo após Johannes Gutenberg ter desenvolvido a impressão em letras móveis em Mainz, perto de Frankfurt. Até o final do século 17, foi a mais importante feira do livro na Europa. Como consequência da evolução política e cultural, foi eclipsada pela Feira do Livro de Leipzig durante o Iluminismo. Após a Segunda Guerra Mundial, a primeira feira do livro foi realizada novamente em 1949, na Igreja de St. Paul. Desde então, ele recuperou sua posição preeminente em Frankfurt am Main (Alemanha) e atraindo anualmente mais de 7.000 expositores e 280.000 visitantes. O evento é promovido pela Börsenverein des Deutschen Buchhandels (em português: Associação do Comércio de Livro Alemão).

Durante a Feira do Livro de Frankfurt é entregue o Friedenspreis des Deutschen Buchhandels (em português: Prêmio da Paz do Comércio de Livro Alemão), um prêmio da paz alemão com reputação internacional, e o Deutscher Jugendliteraturpreis, um prêmio tradicional que congratulará a melhor obra da Literatura infanto-juvenil alemã.

Desde 1988, um país é convidado para apresentar a literatura nacional. Em 1994, Brasil e a Literatura brasileira foi o centro de interesse. Em 1997, Portugal e a Literatura portuguesa foi o tema central da feira.

Dentre as exposições previstas, destacam-se: exposição na Frankfurter Kunstverein, em Hessen, com o tema “Relatos de resistência”; exposição no Museu Judaico de Frankfurt, com o tema “Vida judia na Argentina: a força de sua presença”; exposição na Casa das Culturas do Mundo, em Berlim, com o tema “Literatura de vanguarda”; exposição no Museu de Artes Decorativas, em Frankfurt, com o tema “Visão argentina: design moderno”; exposição no Museu Etnológico, em Berlim, com o tema “Da Bauhaus ao Gran Chaco”; exposição na Paulskirche, (palco histórico da primeira assembleia constituinte alemã, realizada em 1848) com o tema “Memória e direitos humanos”; e exposição na Akademie der Kuenste, em Berlim, com o tema “Imagens: entre a realidade e a utopia, a arte argentina entre 1810 e 2010”

Estão previstos ainda diversos outros eventos, tais como: ciclo de leituras com autores argentinos; oficinas de tradução; ciclo de debates e mesas-redondas; ciclos de cinema; semana de debates sobre a literatura argentina; e noite de gala na Alte Oper.

Recentemente, o Brasil obteve a distinção de ser escolhido como país convidado de honra da edição de 2013 da Feira do Livro de Frankfurt[1].

Convidados de Honra[editar | editar código-fonte]

Year Convidado de Honra / Tema Motto
1976 América Latina Literatura da América Latina
1978 Kind und Buch (Criança e livro)
1980 África subsariana
1982 Religões
1984 George Orwell
1986 Índia Literatura indiana Wandel in Tradition (Mudança na tradição)
1988 Itália Literatura italiana Italienisches Tagebuch (Diário italiano)
1989 França Literatura francesa L’Automne français (Outono francês)
1990 Japão Literatura do Japão Antes e Agora
1991 Espanha Literatura da Espanha La Hora de España (A Hora da Espanha)
1992 México Literatura do México Ein offenes Buch (Um livro aberto)
1993 Flandres e os Países Baixos Literatura Flamenga e holandesa Weltoffen (Mente aberta)
1994 Brasil Literatura do Brasil Begegnung von Kulturen (Encontro de culturas)
1995 Áustria Literatura Austríaca
1996 Irlanda Literatura irlandesa Und seine Diaspora (E a sua diáspora)
1997 Portugal Literatura portuguesa Wege in die Welt (Caminhos no mundo)
1998 Suíça Literatura suíça Hoher Himmel – enges Tal (Altos céus – vales estreitos)
1999 Hungria Literatura húngara Unbegrenzt (ilimitado)
2000 Polónia Literatura polaca ©Poland
2001 Grécia Literatura grega Neue Wege nach Ithaka (Novos caminhos para Ítaca)
2002 Lituânia Literatura lituana Fortsetzung folgt (A ser continuado)
2003 Rússia Literatura da Rússia Neue Seiten (Novas páginas/perspectivas)
2004 Mundo Árabe Literatura árabe Arabische Welt
2005 Coreia Literatura coreana Enter Korea
2006 Índia Literatura indiana Today’s India
2007 Países Catalães Literatura catalã Singular i Universal (Singular e geral)
2008 Turquia Literatura turca Faszinierend farbig (Fascinantemente colorida)
2009 China Literatura da China Tradition & Innovation
2010 Argentina Literatura da Argentina Kultur in Bewegung (Cultura em movimento)
2011 Islândia Literatura da Islândia Sagenhaftes Island (Islândia fabulosa)
2012 Nova Zelândia Literatura da Nova Zelândia Bevor es bei euch hell wird (Enquanto dormes)
2013 Brasil Literatura do Brasil Ein Land voller Stimmen
2014 Finlândia Literatura da Finlândia Finnland. Cool.
2015 Indonésia Literatura da Indonésia 17.000 Inseln der Imagination (17.000 Ilhas de Imaginação)
2016 Flandres e os Países Baixos Literatura Flamenga e holandesa Dies ist, was wir teilen (Isto é o que partilhamos)
2017 França Literatura francesa Francfort en français (Frankfurt em francês)
2018 Geórgia
2019 Noruega Literatura da Noruega
2020 Canadá Literatura do Canadá

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Alemanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.