Países Catalães

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Países Catalães
Catalan Countries (orthographic projection).svgPaíses aos quais estão integradas as diferentes regiões:
País Região
Espanha Espanha Catalunha Catalunha
Bandeira da Comunidade Valenciana Comunidade Valenciana
Bandeira das Ilhas Baleares Ilhas Baleares
[não adota bandeira] Faixa de Poente
França França Flag of Roussillon.svg Rossilhão
Andorra Andorra Andorra Andorra
Itália Itália Siñal d'Aragón.svg Algueiro

Os Países Catalães (em catalão: Països Catalans) são um conceito nacionalista catalão. Seriam por definição "o conjunto dos territórios de língua e cultura catalã situados no lado ocidental do mar Mediterrâneo."[1]

Baseia-se em uma suposta unidade histórica, cultural e linguística, porém cada um desses territórios possui uma realidade geopolítica específica.

Fora da Catalunha tem muito pouca aceitação. O uso do termo nos demais territórios pode ser interpretado como ingerência ou "imperialismo" Catalão.

Extensão[editar | editar código-fonte]

Os territórios de língua e cultura catalãs são:

  • Catalunha (Catalunya), onde a língua catalã é falada na sua forma dialetal central e norte-ocidental, com estatuto de co-oficialidade junto do castelhano e ocitano.[2][3] Capital: Barcelona.
  • Comunidade Valenciana (Oficialmente Comunitat Valenciana, na Catalunha País Valencià), onde a língua catalã é falada na sua forma dialetal meridional, ou valenciana e denominada Língua valenciana (Valencià), com estatuto de co-oficialidade junto do castelhano.[4][5] Capital: Valência.
  • Ilhas Baleares (Illes Balears), onde a língua catalã é falada na sua forma dialetal insular, com estatuto de co-oficialidade junto do castelhano. Capital: Palma.[6]
  • Faixa de Poente (Franja de Ponent), onde a língua catalã é falada na sua forma dialetal norte-ocidental. Nesse território o Catalão não é reconhecido como lingua própria. De acordo com a antiga legislação local aprovada por motivos estritamente políticos, não compartidos por linguistas[7], a lingua falada é o LAPAO (Língua aragonesa própria da área oriental).[8][9][10] Cidade com maior número de habitantes: Fraga.
  • Rossilhão (Oficialmente Rosselló, no vocabulário nacionalista Catalunya del Nord), onde a língua catalã é falada na sua forma dialetal setentrional, ou rosselhonesa.[11] Capital: Perpinhã.
  • Andorra (Andorra), onde a língua vernácula e oficial é o catalão. Capital: Andorra a Velha.[12]
  • Algueiro (l'Alguer), onde a língua catalã é falada na sua forma dialetal algueireira.[13][14]
  • El Carche, onde a língua catalã é falada na sua forma dialetal meridional, ou valenciana.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Países Catalães

Segundo os últimos dados oficiais, de 2003/2004, estima-se que 9.118.882 pessoas falam a Língua Catalã, e 11.011.168 compreendem-a: ocupando a mesma a posição de número setenta e cinco no ranking de línguas mais faladas no mundo e dezessete na Europa.[15][16][17]

Cronologia da denominação[editar | editar código-fonte]

Mural em Argentona, Catalunha.
tradução: Pela unidade da língua e dos Países Catalães.

Referências

  1. l'Enciclopèdia, 2010. Els Paísos Catalans. Acessado em 2 de agosto de 2010
  2. http://web.gencat.cat/ca/generalitat/estatut
  3. CNPL, 2010. Consorci per la normalització lingüística. Acessado em 2 de agosto de 2010
  4. http://www.cortsvalencianes.es/cs/Satellite/Layout/Page/1260974741578/EstatutoAutonomia.html?lang=ca_VA
  5. Diputació de València, 2005. Normalització lingüística. Acessado em 2 de agosto de 2010
  6. http://web.parlamentib.es/RecursosWeb/DOCS/EstatutAutonomiaIB.pdf
  7. http://www.vilaweb.cat/noticies/el-linguista-moreno-cabrera-alerta-del-perill-del-bilinguisme-forcos-per-al-catala/
  8. http://www.lavanguardia.com/politica/20160131/301787472518/lapao-lapapyp-arago.html
  9. «El 'lapao' y el 'lapapyp', las nuevas lenguas oficiales de Aragón». Antena 3.com [S.l.: s.n.] 9 de mayo de 2013. Consultado em 19 de mayo de 2013. 
  10. http://www.vilaweb.cat/noticies/les-corts-aragoneses-eliminen-el-lapao/
  11. Racó Català, 2008. El Consell General nordcatalà reconeix la llengua catalana com a 'llengua del país'. Acessado em 2 de agosto de 2010
  12. http://www.consellgeneral.ad/ca/accessos-directes/constitucio-i-reglament/copy_of_la-constitucio-del-principat-d-andorra
  13. Città di Alghero, 2010. L'Estatut Municipal. Acessado em 2 de agosto de 2010
  14. Parlamento Italiano, 1999. Legge 15 Dicembre 1999: n. 482. Acessado em 2 de agosto de 2010
  15. Generalitat de Catalunya, 2009. Mapa i dades generals. Acessado em 2 de agosto de 2010
  16. https://www.softcatala.org/noticies/situacio-catala-internet-gener-2012/
  17. http://dbalears.cat/actualitat/balears/catala-setze-idioma-amb-mes-parlants-europa.html
  18. MORAN, J.; RABELLA, J.A. Els primers textos en català. Acessado em 3 de agosto de 2010
  19. Purnas, 2010. Os reis d'Aragón: y os suyos numeros. Acessado em 3 de agosto de 2010

Bibliografia básica[editar | editar código-fonte]

  • FOUCAULT, M. Les mots et les choses: une archéologie des sciences humaines. Paris: Gallimard, 1966.
  • FUSTER, J. Nosaltres, els valencians. Barcelona: Edicions 62, 1979.
  • FUSTER, J. Qüestió de noms. Acessado em 3 de agosto de 2010
  • MIRA, J. Crítica de la nació pura. Valência: Eliseu Climent, 2005.
  • STUART MILL, J. A System of Logic. Honolulu: University Press of the Pacific, 2002.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Países Catalães