GeForce FX

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NVIDIA GeForce FX
NVidia GeForceFX 5500 SX.jpg

nVidia GeForceFX 5500 SX.
Codinome NV30, NV31, NV34, NV35, NV36, NV38
Lançado em 2003
GPU básica 5200, 5500
GPU Intermediária 5600, 5700, 5750
GPU Topo-de-linha 5800, 5900, 5950
Versão DirectX D3D 9.0a, Pixel Shader 2.a, Vertex Shader 2.a
Concorrência Radeon R600

Lançada em Novembro de 2002, as primeiras placas GeForce FX só chegaram de fato ao mercado no começo de 2003, devido a problemas de produção e distribuição. Apresentada como uma revolução pela NVIDIA, a família FX possuía um desempenho inferior aos produtos equivalentes da família Radeon em operações de pixel shader da API Direct3D 9, em alguns casos com uma diferença de 60 a 70%. A desvantagem de desempenho seria mantida mesmo após o lançamento das revisões de ambas famílias, apesar da diferença ter reduzido e a NVIDIA ter procurado responder com cortes de preço.

Nessa geração, a NVIDIA gerou uma grande controvérsia ao lançar drivers "otimizados" para os aplicativos e jogos usados nos testes de desempenho por revistas e sites, que reduziam a qualidade de imagem para gerar pontuações maiores em programas como 3D Mark 2003, o que motivou muitos sites a removerem programas do tipo em suas avaliações.

Visão geral[editar | editar código-fonte]

A GeForce FX é a quinta geração da linha GeForce. Com a GeForce 3, a NVIDIA apresentou uma funcionalidade shader programável em sua arquitetura 3D, em sicrônia com o lançamento do Microsoft DirectX 8.0. A GeForce 4 Ti era uma atualização da GeForce 3. Com a tecnologia 3D avançando em tempo-real, o lançamento do DirectX 9.0 trouxe aperfeiçoamento da tecnologia de pipeline programável, com a chegada do Shader Model 2.0. A série GeForce FX é a primeira geração da NVIDIA compativél com o DirectX 9.

A série foi produzida no processo de fabricação de 130 nm.[1] É compatível com o Shader Model 2.0/2.0A, permitindo maior flexibilidade na execução de programas com fragmentos/sombreamentos complexos e possui uma precisão aritmética muito maior. A GeForce FX suporta uma série de tecnologias novas de memórias, incluindo DDR2, GDDR2 e GDDR3 e é a primeira série da NVIDIA com um barramento de dados de memória maior do que 128 bits.[2] A aplicação de filtragem anisotrópica tem a qualidade potencialmente mais elevada do que as séries anteriores da NVIDIA.[1] Métodos Anti-aliasing foram aprimorados e modos adicionais estão mais disponíveis em comparação com a GeForce 4.[1] A largura do barramento com a memória e os mecanismos de otimização de taxa de preenchimento foram melhoradas.[1]

GeForce FX 5200[editar | editar código-fonte]

FX 5200 é uma placa de baixo custo, a mais simples da quinta geração de placas Geforce da nVIDIA.

Devido a um erro de produção ela tem seu desempenho em shader com a API DirectX 9 inferior aos modelos semelhantes ATI Radeon entre 10% a 70%.

Ainda assim, possui desempenho maior que sua principal concorrente, a ATI Radeon 9250 (que não oferece suporte ao DirectX 9 por Hardware). É baseada no Chip NV34, semelhante a GeForce FX 5500, que tem apenas 20mhz a mais na GPU (270Mhz).

Características[editar | editar código-fonte]

  • Numero do Código: NV34
  • Transitores: 47 milhões
  • Tipo de Slot: algumas PCI/AGP4X ou 8X
  • Memórias entre 128Mb a 256Mb
  • Velocidade da GPU 250mhz
  • Clock RAMDAC: 350mhz
  • Pixel Pipelines: 4
  • TMU Por Pipeline: 1
  • Vertex Shader: 2.0
  • Pixel Shader: 2.0
  • Suporte a DirectX 9 por hardware

Informações clock das memórias[editar | editar código-fonte]

  • Tipo de Bus: DDR
  • Largura: 64 ou 128 bits
  • Clock Real: 166 ou 200mhz
  • Clock efetivo: 333mhz ou 400mhz
  • Largura de Banda 3.2Gb/s (placas com memória 64-bit) ou 6.4GB/s (placas com memória de 128-bit)e memória rodando a 400mhz.

GeForce FX 5500[editar | editar código-fonte]

A Geforce FX 5500 é uma placa de baixo custo, baseada no chip gráfico NV34, o mesmo chip presente na FX 5200. Assim, elas tendo assim um problema em comum: um baixo desempenho (entre 60% e 70% menor) ao usar o Shader 2.0[3] em comparação com a ATI Radeon equivalente. Roda a apenas 20mhz a mais, tendo portanto, 270mhz (contra 250mhz da FX 5200).[4]
O lançamento da série FX foi um verdadeiro marco para os jogadores da época, tendo em vista que a série 4 MX da Nvidia, não oferecia suporte ao Pixel Shader, tendo um motor gráfico com a API DirectX 7. Isso sem contar que essa série possuia apenas dois pipelines contra quatro da FX5500. A série 4 MX Ti oferecia suporte ao DirectX 8.1 e o Shader 1.3
Também é possível transformá-la na placa Geforce Quadro FX 500/600, a fim de melhorar o desempenho[5].

Características[editar | editar código-fonte]

  • Numero do Código: NV34
  • Transitores: 47 milhões
  • Tipo de Slot: algumas PCI/AGP4X ou 8X
  • Memórias entre 128Mb a 256Mb
  • Velocidade da GPU 270mhz
  • Clock RAMDAC: 350mhz
  • Pixel Pipelines: 4
  • TMU Por Pipeline: 1
  • Vertex Shader: 2.0
  • Pixel Shader: 2.0
  • Suporte a DirectX 9 por hardware

Sobre as memórias[editar | editar código-fonte]

  • Tipo de Bus: DDR
  • Largura: 64 ou 128 bits
  • Clock Real: 166 ou 200mhz
  • Clock efetivo: 333mhz ou 400mhz
  • Largura de Banda 3.2Gb/s (placas com memória 64-bit) ou 6.4GB/s (placas com memória de 128-bit)e memória rodando a 400mhz.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Lal Shimpi, Anand (2002-11-18). «NNVIDIA Introduces GeForce FX (NV30)». Anandtech. Consultado em 2010-08-25. 
  2. Barkovoi, Aleksei and Vorobiev, Andrey (2003). «NVIDIA GeForce FX 5900 Ultra 256MB Video Card Review». X-bit labs. Consultado em 2010-08-25. 
  3. [1]
  4. [2]
  5. [3]


Ícone de esboço Este artigo sobre hardware é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.