Giovanni Battista Grassi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Giovanni Battista Grassi
Nome nativo Giovanni Battista Grassi
Nascimento 27 de março de 1854
Rovellasca
Morte 4 de maio de 1925 (71 anos)
Roma
Sepultamento Fiumicino
Cidadania Reino de Itália
Alma mater Universidade de Pavia
Ocupação botânico, zoólogo, entomologista, político
Prêmios Medalha Darwin
Empregador Universidade de Roma "La Sapienza"

Giovanni Battista Grassi (Rovellasca, 27 de março de 1854Roma, 4 de maio de 1925) foi um zoólogo italiano. Sua contribuição mais importante é a demonstração de que o mosquito transporta, no seu sistema digestivo, o plasmodium, causador da malária. Com Amico Bignami (1862-1919), demonstrou, em 1899, que o ciclo vital do plasmodium requer a presença do mosquito.

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • I Chetognati (1883), I Progenitori degli insetti e dei miriapodi, l’Japyx e la Campodia (1886),
  • Studi di uno zoologo sulla malaria (1900)
  • Flagellati viventi nei termiti (1917).


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.