Guiné-Bissau nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Guiné-Bissau nos
Jogos Olímpicos de Verão de 2016
Comité Olímpico Nacional
Código do COI GBS
Nome Comité Olímpico da Guiné-Bissau
Jogos Olímpicos de Verão de 2016
Organizador Rio de Janeiro, Brasil
Competidores 5 em 3 modalidades
Porta-bandeira Augusto Midana (abertura)[1]
Medalhas
Pos.
n/d
Medalha de ouro
0
Medalha de prata
0
Medalha de bronze
0
Total de medalhas
0
Participações nos Jogos Olímpicos
Verão 199620002004200820122016

A Guiné-Bissau é uma das nações participantes nos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro (Brasil, entre 5 e 21 de Agosto,[2][3] naquela que é a sua sexta presença consecutiva em Olimpíadas.

Atletismo[editar | editar código-fonte]

A Guiné-Bissau recebeu duas vagas da IAAF ao abrigo da Universalidade, enviando assim um masculino e uma feminina aos Jogos.[4][5][6]

Legenda
  • Nota – As classificações das provas de pista são apenas dentro da manga em que o atleta competiu
  • Q = Qualificado para a ronda seguinte
  • q = Qualificado em repescagens ou, noas provas de pista, através da posição sem alcançar a marca para a qualificação
  • RN = Recorde nacional
  • N/A = Ronda não existente nessa prova
  • Ise = Atleta isento de competir nessa ronda

Masculino
Pista e estrada
Atleta Prova Manga Quartos-de-final Semi-final Final
Tempo Classififcação Tempo Classififcação Tempo Classififcação Tempo Classififcação
Holder da Silva 100 m
Feminino
Campo
Atleta Prova Qualificação Final
Distância Posição Distância Posição
Jéssica Inchude Shot put

Judo[editar | editar código-fonte]

A Guiné-Bissau conseguiu qualificar uma atleta para a categoria peso extra-leve feminino (48 kg), marcando a estreia do país no judo Olímpico.[7] Taciana Lima conseguiu qualificar-se directamente ao ficar entre as 14 judocas elegíveis na Lista do Ranking Mundial da IJF em 30 de Maio de 2016.[8]

Athlete Event 16avos-de-final 8avos-de-final Quartos-de-final Meias-finais Repescagem Final / BM
Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Rank
Taciana Lima −48 kg feminino Ise CazaquistãoKAZ Galbadrakh
D por falso ataque[9]
Não se apurou

Lutas[editar | editar código-fonte]

Um atleta masculino da Guiné-Bissau conseguiu a qualificação para a luta livre até 74 kg,[10] depois de ganhar no Torneio de Qualificação de África e da Oceânia.[11]

No dia 11 de Maio de 2016, a Federação Internacional de Lutas Associadas deu mais uma vaga Olímpica à Guiné-Bissau na competição masculina de luta livre até 97 kg, na sequência da violação das regras anti-doping de um lutador egípcio no Torneio de Qualificação Africano.[12]

Legenda:

  • VT - Vitória por Fall
  • PP - Decisão por pontos - perdedor com pontos técnicos
  • PO - Decisão por pontos - perdedor sem pontos técnicos.

Livre masculino
Atleta Prova Qualificação 8avos-de-final Quartos-de-final Semi-final Repescagem 1 Repescagem 2 Final / BM
Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Rank
Augusto Midana −74 kg masculino
Bedopassa Buassat –97 kg masculino

Referências

  1. Marques, Joe (6 de Agosto de 2016). «Flag bearers of all nations at the opening ceremony for the Rio 2016 Olympic Games» (em inglês). Rio 2016. Consultado em 6 de Agosto de 2016.. Cópia arquivada em 4 de Agosto de 2016 
  2. «Países Olímpicos». Rio 2016. Consultado em 5 de Agosto de 2016.. Cópia arquivada em 8 de Julho de 2016 
  3. «Renato Moura confiante nos desempenhos da Guiné-Bissau nos Jogos Olímpicos do Rio-2016». A Bola. 26 de Junho de 2016. Consultado em 5 de Agosto de 2016.. Cópia arquivada em 27 de Junho de 2016 
  4. «iaaf.org – Top Lists» (em inglês). IAAF. Consultado em 4 de Agosto de 2016.. Cópia arquivada em 4 de Agosto de 2016 
  5. «IAAF Games of the XXX Olympiad – Rio 2016 Entry Standards» (PDF) (em inglês). IAAF. Consultado em 4 de Agosto de 2016.. Cópia arquivada (PDF) em 7 de Julho de 2016 
  6. «Rio2016: Atletas guineenses partem esta madrugada rumo ao Brasil». 27 de Julho de 2016. Consultado em 5 de Agosto de 2016.. Cópia arquivada em 5 de Agosto de 2016 
  7. «Taciana Lima será a primeira atleta de Guiné-Bissau no Judô nos Jogos Olímpicos». Artes Marciais Fight. 3 de Agosto de 2016. Consultado em 5 de Agosto de 2016.. Cópia arquivada em 5 de Agosto de 2016 
  8. «IJF officially announces qualified athletes for Rio 2016 Olympic Games» (em inglês). IJF. 23 de Junho de 2016. Consultado em 5 de Agosto de 2016.. Cópia arquivada em 4 de Agosto de 2016 
  9. «Mat 2 - Contest 16» (PDF) (em inglês). Rio 2016. 7 de Agosto de 2016. Consultado em 7 de Agosto de 2016.. Cópia arquivada (PDF) em 7 de Agosto de 2016 
  10. «United World Wrestling - Rio 2016» (em inglês). FILA. Consultado em 5 de Agosto de 2016.. Cópia arquivada em 5 de Agosto de 2016 
  11. «Lutador da Guiné-Bissau conquista ouro». SAPO. 9 de Março de 2016. Consultado em 5 de Agosto de 2016.. Cópia arquivada em 5 de Agosto de 2016 
  12. «Adjustments to Olympic Qualifiers Announced» (em inglês). FILA. 11 de Maio de 2016. Consultado em 5 de Agosto de 2016.. Cópia arquivada em 5 de Agosto de 2016