Brasil nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Brasil nos
Jogos Olímpicos de Verão de 2016
Comitê Olímpico Nacional
Código do COI BRA
Nome Comitê Olímpico do Brasil
site oficial
Jogos Olímpicos de Verão de 2016
Sede Rio de Janeiro, Brasil
Competidores 465 em 28 esportes
Porta-bandeira Yane Marques (abertura)[1]

Isaquias Queiroz (encerramento)[2]

Medalhas
Pos.
13º
Medalha de ouro
7
Medalha de prata
6
Medalha de bronze
6
Total de medalhas
19
Participações nos Jogos Olímpicos
Verão 192019241928193219361948195219561960196419681972197619801984198819921996200020042008201220162020

Inverno 19921994199820022006201020142018

O Brasil competiu como anfitrião nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016 no Rio de Janeiro, de 5 a 21 de agosto de 2016. Esta foi a vigésima segunda participação do país nos Jogos Olímpicos, que não participou apenas dos Jogos Olímpicos de Verão de 1928 em Amsterdam. O Brasil foi o primeiro país a sediar os Jogos Olímpicos de Verão na América do Sul e o segundo na América Latina, após a edição da Cidade do México 1968.

A primeira medalha do Brasil foi conquistada logo no primeiro dia de competições. Felipe Wu obteve a medalha de prata no tiro esportivo.[3] Já a primeira medalha de ouro do Brasil foi conquistada no terceiro dia de competições, pela judoca Rafaela Silva.[4]

No dia 7 de agosto, a futebolista brasileira Cristiane tornou-se a maior artilheira do futebol na história das Olimpíadas (incluindo homens e mulheres), com 14 gols. Sophus Nielsen, da Dinamarca, era o antigo detentor do recorde: ele havia marcado 13 gols em duas participações nos Jogos Olímpicos (Londres 1908 e Estocolmo 1912).[5]

No início de 2016, Marcus Vinícius Freire – então diretor executivo de Esportes do Comitê Olímpico Brasileiro, informou que a meta do COB para os Jogos Rio 2016 era colocar o Brasil no top 10 do quadro total de medalhas. E para atingir este objetivo, contou com o maior investimento financeiro já feito em um ciclo olímpico.[6] Ao final do evento, o Brasil bateu tanto o seu recorde de ouros em uma edição das Olimpíadas (cinco ouros em Atenas 2004) quanto o seu recorde de medalhas obtidas em uma edição dos Jogos (17 medalhas em Londres 2012). Duas modalidades ganharam pela primeira vez o ouro para o Brasil: o boxe, com Robson Conceição, e o futebol, com a seleção olímpica masculina. Também pela primeira vez o Brasil teve um atleta com três pódios na mesma edição dos Jogos: Isaquias Queiroz, com duas pratas e um bronze na canoagem.[7] Além disso, no total, os atletas brasileiros apareceram 71 vezes no top 8 de suas modalidades. A melhor marca até então havia sido em Londres 2012, com 41.[8] Por fim, segundo um levantamento feito pelo GloboEsporte.com, contabilizando as medalhas individuais dos esportes coletivos, o Brasil teve 37 campeões olímpicos. Se o quadro contabilizasse todas as medalhas distribuídas, o país terminaria na 6ª posição.[9] Apesar disso, como os esportes coletivos contabilizam apenas uma medalha, a meta estabelecida pelo COB não foi alcançada: o Brasil ficou no 12º lugar em número de medalhas. De todo modo, a 13ª posição alcançada no quadro tradicional (que considera a qualidade das medalhas) supera o 15º lugar atingido nos Jogos de 1920, na Antuérpia, que era a melhor posição alcançada pelo Brasil até então.[8]

As 19 medalhas obtidas pelo Brasil foram divididas da seguinte forma: os homens conquistaram 14 medalhas, sendo cinco de ouro, cinco de prata e quatro de bronze. E as mulheres, cinco medalhas, sendo duas de ouro, uma de prata e duas de bronze. De acordo com um levantamento feito pela ESPN, contabilizando apenas as medalhas “masculinas”, o Brasil terminaria na 10º posição. E as mulheres, na 22º posição.[10]

Competidores[editar | editar código-fonte]

Por modalidade esportiva[editar | editar código-fonte]

Esporte Masculino Feminino Total[11]
Athletics pictogram.svg Atletismo 36 31 67
Badminton pictogram.svg Badminton 1 1 2
Basketball pictogram.svg Basquetebol 12 12 24
Boxing pictogram.svg Boxe 7 2 9
Canoeing (flatwater) pictogram.svg Canoagem 11 2 13
Cycling (road) pictogram.svg Ciclismo 6 4 10
Fencing pictogram.svg Esgrima 7 6 13
Football pictogram.svg Futebol 18 18 36
Gymnastics (artistic) pictogram.svg Ginástica 6 11 17
Golf pictogram.svg Golfe 1 2 3
Weightlifting pictogram.svg Halterofilismo 3 2 5
Handball pictogram.svg Handebol 14 14 28
Equestrian pictogram.svg Hipismo 12
Field hockey pictogram.svg Hóquei sobre a grama 16 0 16
Judo pictogram.svg Judô 7 7 14
Wrestling pictogram.svg Lutas 1 4 5
Synchronized swimming pictogram.svg Nado sincronizado - 9 9
Swimming pictogram.svg Natação 23 13 36
Water polo pictogram.svg Polo aquático 13 13 26
Modern pentathlon pictogram.svg Pentatlo moderno 1 1 2
Rowing pictogram.svg Remo 2 2 4
Rugby union pictogram.svg Rugby sevens 12 12 24
Diving pictogram.svg Saltos ornamentais 5 4 9
Taekwondo pictogram.svg Taekwondo 2 2 4
Tennis pictogram.svg Tênis 5 2 7
Table tennis pictogram.svg Tênis de mesa 3 3 6
Shooting pictogram.svg Tiro 6 3 9
Archery pictogram.svg Tiro com arco 3 3 6
Triathlon pictogram.svg Triatlo 1 1 2
Olympic pictogram Sailing.png Vela 8 7 15
Volleyball (indoor) pictogram.svg Voleibol 16 16 32
Total 256 209 465

Por local de nascimento[editar | editar código-fonte]

Posição Local de nascimento Números de atletas[12] Campeão(ões) olímpico(s) presente(s)
Brasil Brasil 440 12
Southeast Region in Brazil.svg Região Sudeste 284 6
1  São Paulo 152 Arthur Zanetti
Robert Scheidt
2  Rio de Janeiro 89 Thaísa Menezes
South Region in Brazil.svg Região Sul 75 3
Northeast Region in Brazil.svg Região Nordeste 51 3
3  Minas Gerais 34 Adenízia da Silva
Fabiana Claudino
Sheilla Castro
4  Paraná 32 Natália Pereira
Serginho
5  Rio Grande do Sul 27 Fernanda Garay
Exterior 25 Não
Central-West Region in Brazil.svg Região Centro-Oeste 22 Não
6  Santa Catarina 16 Não
7  Pernambuco 15 Dani Lins
Jaqueline Carvalho
8 Bahia Bahia 14 Não
9  Distrito Federal 11 Não
10  Espírito Santo 9 Não
North Region in Brazil.svg Região Norte 8 Não
11  Alagoas 6 Não
12  Paraíba 6 Não
13  Goiás 6 Não
14  Maranhão 4 Não
15  Mato Grosso 3 Não
16  Ceará 3 Não
17  Roraima 2 Não
18  Mato Grosso do Sul 2 Não
19  Piauí 2 Sarah Menezes
20  Amazonas 2 Não
21 Pará Pará 2 Não
22  Amapá 1 Não
23  Acre 1 Não
24  Rio Grande do Norte 1 Não
Total (Brasil e exterior) 465 12

Medalhas[editar | editar código-fonte]


Atletismo[editar | editar código-fonte]

No atletismo, a equipe brasileira não recebeu nenhum lugar automático por ser anfitrião, ao contrário de outros esportes. Para se qualificar para os Jogos, os atletas brasileiros terão que atingir padrões de entrada nos eventos de atletismo (respeitando o limite de três atletas em cada evento).[13][14][15]

Masculino
Pista e estrada
Atleta Evento Primeira fase Semifinal Final
Resultado Pos. Resultado Pos. Resultado Pos.
Vitor Hugo dos Santos 100 metros 10.36 48º Não avançou 48º
Aldemir da Silva Junior 200 metros 20.80 61º Não avançou 61º
Bruno Lins 20.59 43º Não avançou 43º
Jorge Vides 20.50 33º Não avançou 33º
Hederson Estefani 400 metros 46.68 41º Não avançou 41º
Kléberson Davide 800 metros 1:46.14 10º Q 1:46,19 19º Não avançou 19º
Lutimar Paes 1:48.38 32º Não avançou 32º
Thiago André 1 500 metros 3:44.42 22º Não avançou 22º
Caio Bonfim 20 quilômetros marcha atlética n/a 1:19:42 Recorde nacional
Moacir Zimmermann n/a 1:33:58 63º
José Alessandro Bagio n/a DNF -
Caio Bonfim 50 quilômetros marcha atlética n/a 3:47:02 Recorde nacional
Mário dos Santos n/a 4:01:52 29º
Jonathan Riekmann n/a DNF DNF
Solonei Silva Maratona n/a 2:22:05 78º
Paulo Roberto de Paula n/a 2:13:56 Recorde da temporada 15º
Marílson Gomes n/a 2:19:09 59º
João Vítor de Oliveira 110 metros com barreiras 13.63 18° Q 13.85 22º Não avançou 22º
Éder Antônio Souza 13.61 16° Q DSQ 24º Não avançou 24º
Hederson Estefani 400 metros com barreiras 50.41 38° Não avançou 38º
Mahau Suguimati 49.77 28º Q 49.77 22º Não avançou 22º
Altobeli Santos da Silva 3000 metros com obstáculos 8:26.59 13º n/a 8:26.30 Recorde pessoal
Aldemir da Silva Junior
Vitor Hugo dos Santos
Bruno de Barros
Ricardo Mário de Souza
José Carlos Moreira
Jorge Vides
Revezamento 4x100 metros 38.19 Recorde da temporada q n/a 38.41
Lucas Carvalho
Pedro Luiz de Oliveira
Hugo de Sousa
Peterson dos Santos
Hederson Estefani
Alexander Russo
Revezamento 4x400 metros 3:00.43 q n/a 3:03.28
Campo
Atleta Evento Qualificação Final
Distância Pos. Distância Pos.
Thiago Braz da Silva Salto com vara 5,70 m Q 6,03 m Recorde olímpico Recorde sul-americano Medalha de ouro
Augusto de Oliveira 5,45 m 22º Não avançou 22º
Júlio César de Oliveira Lançamento de dardo 80,49 m 16º Não avançou 16º
Talles Frederico Silva Salto em altura 2,17 m 35º Não avançou 35º
Higor Alves Salto em distância 7,59 m 28º Não avançou 28º
Wagner Domingos Lançamento de martelo 74,17 m q 72,28 m 12°
Darlan Romani Arremesso de peso 20,94 m Recorde nacional Q 21,02 m Recorde nacional
Eventos combinados - Decatlo
Atleta Evento 100 m SD AP SA 400 m 110B AD SV LD 1500 m Final Pos.
Luiz Alberto de Araújo Resultado 10.77 7.48 Recorde pessoal 15.26 1.92 48.14 Recorde pessoal 14.17 45.10 4.90 57.28 Recorde pessoal 4:31.46 8315 Recorde pessoal 10º
Pontos 912 930 806 731 902 953 769 880 697 735
Feminino
Pista e estrada
Atleta Evento Preliminar Primeira Fase Semifinal Final
Resultado Pos. Resultado Pos. Resultado Pos. Resultado Pos.
Rosângela Santos 100 metros Bye 11.25 14º Q 11.23 18º Não avançou 18º
Franciela Krasucki Bye 11.67 47º Não avançou 47º
Kauiza Venâncio 200 metros n/a 23.06 34º Não avançou 34º
Vitória Cristina Rosa n/a 23.35 47º Não avançou 47º
Geisa Coutinho 400 metros n/a 52.05 25º Não avançou 25º
Jailma de Lima n/a 52.65 36º Não avançou 36º
Flavia de Lima 800 metros n/a 2:03.78 53° Não avançou 53º
Maíla Machado 100 metros com barreiras n/a 13.09 30º Não avançou 30º
Fabiana Moraes n/a 13.22 35º Não avançou 35º
Juliana Paula dos Santos 3000 metros com obstáculos n/a 9:45.95 36º n/a Não avançou 36º
Adriana Aparecida da Silva Maratona n/a 2:43:22 69°
Marily dos Santos n/a 2:45:08 78°
Graciete Santana n/a 3:09:15 128°
Érica de Sena 20 km marcha atlética n/a 1:29:29
Cisiane Lopes n/a 1:38:35 49º
Bruna Farias
Franciela Krasucki
Ana Cláudia Lemos
Vitória Cristina Rosa
Rosângela Santos
Kauiza Venâncio
Revezamento 4x100 m n/a NM DSQ n/a Não avançou -
Geisa Coutinho
Tabata Vitorino de Carvalho
Jailma de Lima
Letícia de Souza
Cristiane dos Santos Silva
Joelma Sousa
Revezamento 4x400 m n/a 3:30.27 16° n/a Não avançou 16º
Campo
Atleta Evento Qualificação Final
Distância Pos. Distância Pos.
Geisa Arcanjo Arremesso de peso 18,27 m Q 18,16 m
Eliane Martins Salto em distância 6.33 23º Não avançou 23º
Keila Costa 5.86 38º Não avançou 38º
Salto triplo 13.85 23° Não avançou 23°
Nubia Soares Salto triplo 13.78 24° Não avançou 24°
Andressa de Morais Lançamento de discos 57.38 21º Não avançou 21º
Fernanda Borges 51.85 31º Não avançou 31º
Fabiana Murer Salto com vara NM - Não avançou -
Joana Costa 4.15 29º Não avançou 29º
Eventos combinados - Heptatlo
Atleta Evento 100 m SA AP 200 m SD LD 800 m Final Pos.
Vanessa Chefer Resultado 14,24 s 1,68 m 13,06 m 24,11 s 6,10 m 45,05 m 2:14,20 min 6.024 23º
Pontos 945 830 731 970 880 764 904

Badminton[editar | editar código-fonte]

O Brasil, como país anfitrião, terá automaticamente duas vagas (uma masculina e uma feminina) na competição de simples de badminton nas Olimpíadas de 2016, tornando a estreia oficial do país no torneio olímpico de badminton nos Jogos Olímpicos de 2016. [16]

Masculino
Atleta Evento Fase de Grupos Eliminação Quartas Semifinal Final
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Pos. Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Ygor Coelho de Oliveira Simples AlemanhaGER Zwiebler
D 1-2
IrlandaIRL Evans
D 0-2
Não avançou
Feminino
Atleta Evento Fase de Grupos Eliminação Quartas Semifinal Final
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Pos. Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Lohaynny Vicente Simples ÍndiaIND Nehwal
D 0-2
UcrâniaUKR Ulitina
D 0-2
Não avançou

Basquete[editar | editar código-fonte]

Masculino

O time masculino de basquetebol do Brasil vai competir como anfitrião no Torneio Masculino de Basquete dos Jogos Olímpicos de 2016 após a FIBA decidir em 9 de agosto de 2015 que o país anfitrião teria uma vaga automática.

Vítor Faverani foi cortado por lesão em 1 de julho de 2016.[17] Larry Taylor foi cortado em 20 de julho de 2016, definindo os 12 atletas que competirão no Rio 2016.[18]
Anderson Varejão foi cortado por lesão em dia 27 de julho de 2016. [19]

Seleção Brasileira de Basquetebol Masculino - Jogos Olímpicos de Verão de 2016
Jogadores Comissão Técnica
Pos. Núm. Nome Idade Altura Clube País
Arm
5
Raulzinho
24
1,92 m
Utah Jazz
Estados Unidos
P
6
Cristiano Felício
24
2,10 m
Chicago Bulls
Estados Unidos
A/A
8
Vítor Benite
26
1,90 m
UCAM Murcia
Espanha
Arm
9
Marcelinho Huertas
33
1,91 m
Los Angeles Lakers
Estados Unidos
Ala
10
Alex Garcia
36
1,92 m
Paschoalotto/Bauru
Brasil
A/P
12
Guilherme Giovannoni
36
2,04 m
UniCEUB/BRB/Brasília
Brasil
P
13
Nenê Hilário
33
2,11 m
Washington Wizards
Estados Unidos
Ala
14
Marquinhos
32
2,07 m
Flamengo
Brasil
A/A
19
Leandrinho
33
1,94 m
Golden State Warriors
Estados Unidos
P
23
Augusto Lima
24
2,06 m
Real Madrid
Espanha
A/P
30
Rafael Hettsheimeir
30
2,08 m
Paschoalotto/Bauru
Brasil
Arm
55
Rafael Luz
24
1,88 m
Flamengo
Brasil
Diretor Técnico

Legenda
  • Clube – último clube
    antes da competição
  • Idade – em 10/06/2016
Fase de Grupos - Grupo B


Partida entre Lituânia e Nigéria.
Equipes classificadas para a fase seguinte
Pos Equipe Pts J V D PF PC Dif GA
1 Bandeira da Croácia Croácia 8(a) 5 3 2 400 407 −7 60%
2 Bandeira da Espanha Espanha 8(a) 5 3 2 432 357 +75 60%
3 Bandeira da Lituânia Lituânia 8(b) 5 3 2 392 428 −36 60%
4 Bandeira da Argentina Argentina 8(b) 5 3 2 441 428 +13 60%
5 Bandeira do Brasil Brasil (A) 7 5 2 3 411 407 +4 40%
6 Bandeira da Nigéria Nigéria 6 5 1 4 392 441 −49 20%

Ordenamento da classificação: 1) Pontos; 2) Confronto directo; 3) Diferença de cestos; 4) Cestos marcados.[20]
(A) Anfitrião.
Confronto direto:
Nota a: Entre as equipes empatadas, Croácia e Espanha com 2 vitórias e 1 derrota. Croácia ganhou à Espanha por 72–70.
Nota b: Entre as equipes empatadas, Lituânia e Argentina com 1 vitória e 2 derrotas. Lituânia ganhou à Argentina por 81–73.


7 de agosto
14:15
Relatório Brasil Bandeira do Brasil 76–82 Bandeira da Lituânia Lituânia    Arena Carioca 1
Público: 7 990
Árbitros:
FrançaFRA E. Viator
Estados UnidosUSA S. Anderson
MéxicoMEX J. Reyes
Placar por quarto: 17–27, 12–31, 23–12, 24–12
Pts: Barbosa 21
Rbts: Hilário 8
Asts: Huertas 3
Pts: Kalnietis 16
Rbts: Jankūnas 7
Asts: Kalnietis 8


9 de agosto
14:15
Relatório Espanha Bandeira da Espanha 65–66 Bandeira do Brasil Brasil    Arena Carioca 1
Público: 10 761
Árbitros:
SérviaSRB I. Belošević
Porto RicoPUR R. Vázquez
EslovéniaSLO D. Javor
Placar por quarto: 13–18, 18–16, 14–19, 20–13
Pts: Gasol 13
Rbts: Gasol 10
Asts: Rodríguez 5
Pts: Huertas 11
Rbts: Lima 10
Asts: Huertas 7


11 de agosto
14:15
Relatório Brasil Bandeira do Brasil 76–80 Bandeira da Croácia Croácia    Arena Carioca 1
Público: 10 756
Árbitros:
UcrâniaUKR B. Ryzhyk
LetóniaLAT O. Latiševs
Porto RicoPUR R. Vázquez
Placar por quarto: 17–19, 14–22, 19–18, 26–21
Pts: Barbosa 16
Rbts: Lima 6
Asts: Huertas 9
Pts: Bogdanović 33
Rbts: Šarić 7
Asts: Ukić 4


13 de agosto
14:15
Relatório Argentina Bandeira da Argentina 111–107 Bandeira do Brasil Brasil OT  Arena Carioca 1
Público: 11 701
Árbitros:
GréciaGRE C. Christodolou
CanadáCAN S. Seibel
MéxicoMEX J. Reyes
Placar por quarto: 28–19, 16–33, 23–20, 18–13, OT: 10–10, 16–12
Pts: Nocioni 37
Rbts: Nocioni 11
Asts: Campazzo 11
Pts: Hilário 24
Rbts: Hilário 11
Asts: Neto 4


15 de agosto
14:15
Relatório Nigéria Bandeira da Nigéria 69–86 Bandeira do Brasil Brasil    Arena Carioca 1
Público: 11 173
Árbitros:
SérviaSRB I. Belošević
AlemanhaALE R. Lottermoser
FilipinasPHI F. Pascual
Placar por quarto: 16–15, 15–27, 21–17, 17–27
Pts: Akognon 16
Rbts: Aminu 7
Asts: Diogu, Uzoh, Umeh, Aminu 2
Pts: Hilário 19
Rbts: Hilário 7
Asts: Huertas 11
Feminino

O time feminino de basquetebol do Brasil vai competir como anfitrião no Torneio Feminino de Basquete dos Jogos Olímpicos de 2016 após o da FIBA decidir em 9 de agosto de 2015 que o país anfitrião teria uma vaga automática.

Seleção Brasileira de Basquetebol Feminino - Jogos Olímpicos de Verão de 2016
Jogadores Comissão Técnica
Pos. Núm. Nome Idade Altura Clube País
Arm.
4
Adrianinha
37
1,70 m
UNINASSAU/América de Recife
Brasil
Arm.
5
Tainá
24
1,72 m
UNINASSAU/América de Recife
Brasil
Ala
6
Joice
29
1,76 m
Corinthians/Americana
Brasil
Ala
7
Palmira
32
1,78 m
Sampaio Basquete
Brasil
Ala
8
Iziane
34
1,82 m
Sampaio Basquete
Brasil
Ala
9
Isabela
22
1,80 m
Sampaio Basquete
Brasil
Ala
10
Tatiane
25
1,81 m
UNINASSAU/América de Recife
Brasil
Pivô
11
Clarissa
28
1,82 m
Chicago Sky
Estados Unidos
Pivô
12
Damiris
23
1,92 m
Corinthians/Americana
Brasil
Pivô
13
Nádia
27
1,95 m
Sampaio Basquete
Brasil
Pivô
14
Érika
34
1,96 m
Chicago Sky
Estados Unidos
Pivô
15
Kelly
36
1,93 m
UNINASSAU/América de Recife
Brasil
Diretor Técnico

Legenda
  • Clube – último clube
    antes da competição
  • Idade – em 10/06/2016
Fase de Grupos - Grupo A
Equipes classificadas para a fase seguinte
Pos Equipe Pts J V D PF PC Dif GA
1 Bandeira da Austrália Austrália 10 5 5 0 400 345 +55 100%
2 Bandeira da França França 8(a) 5 3 2 344 343 +1 60%
3 Bandeira da Turquia Turquia 8(a) 5 3 2 324 325 −1 60%
4 Bandeira do Japão Japão 8(a) 5 3 2 386 378 +8 60%
5 Bandeira da Bielorrússia Bielorrússia 6 5 1 4 347 361 −14 20%
6 Bandeira do Brasil Brasil (A) 5 5 0 5 335 384 −49 0%

Ordenamento da classificação: 1) Pontos; 2) Confronto directo; 3) Diferença de cestos; 4) Cestos marcados.[21]
(A) Anfitrião.
Confronto direto:
Nota a: França 3 pts, +8 Dif; Turquia 3 pts, −2 Dif; Japão 3 pts, −6 Dif.


6 de agosto
17:30
Relatório Brasil Bandeira do Brasil 66–84 Bandeira da Austrália Austrália    Arena da Juventude
Público: 2 368
Árbitros:
SérviaSRB I. Belošević
CanadáCAN K. Lasuik
PolóniaPOL P. Pastusiak
Placar por quarto: 24–14, 15–21, 14–22, 13–27
Pts: Castro Marques 25
Rbts: dos Santos 13
Asts: Pinto 7
Pts: Cambage 20
Rbts: Cambage 14
Asts: Mitchell 6


8 de agosto
17:30
Relatório Japão Bandeira do Japão 82–66 Bandeira do Brasil Brasil    Arena da Juventude
Público: 2 624
Árbitros:
MéxicoMEX J. Reyes
EspanhaESP C. Peruga
Costa do MarfimCIV N. Zouzou
Placar por quarto: 19–20, 28–13, 26–19, 9–14
Pts: Tokashiki 23
Rbts: Tokashiki 9
Asts: Yoshida 11
Pts: Castro Marques 20
Rbts: dos Santos 16
Asts: Pinto 6


9 de agosto
15:30
Relatório Brasil Bandeira do Brasil 63–65 Bandeira da Bielorrússia Bielorrússia    Arena da Juventude
Público: 2 075
Árbitros:
CroáciaCRO S. Radović
República DominicanaDOM N. Cuello
ArgentinaARG L. Lezcano
Placar por quarto: 28–16, 12–19, 10–15, 13–15
Pts: Dantas 23
Rbts: dos Santos 11
Asts: Pinto 4
Pts: Troina 18
Rbts: Leuchanka, Verameyenka 6
Asts: Harding 6


11 de agosto
15:30
Relatório França Bandeira da França 74–64 Bandeira do Brasil Brasil    Arena da Juventude
Público: 3 128
Árbitros:
EspanhaESP J. García
CanadáCAN K. Lasuik
FilipinasPHI F. Pascual
Placar por quarto: 20–20, 15–9, 22–19, 17–16
Pts: Skrela 18
Rbts: Gruda 10
Asts: Époupa 7
Pts: Dantas 21
Rbts: dos Santos 10
Asts: Pinto, Rodrigues, Castro Marques 5


13 de agosto
15:30
Relatório Turquia Bandeira da Turquia 79–76 Bandeira do Brasil Brasil OT  Arena da Juventude
Público: 3 075
Árbitros:
EspanhaESP J. García
Coreia do SulKOR Hwang I-t.
PolóniaPOL P. Pastusiak
Placar por quarto: 8–15, 12–21, 21–11, 19–13, OT: 10–10, 9–6
Pts: Sanders 23
Rbts: Sanders 10
Asts: Alben 5
Pts: Castro Marques 22
Rbts: dos Santos 12
Asts: Castro Marques 8

Boxe[editar | editar código-fonte]

Masculino
Atleta Evento Fase de 32 Oitavas Quartas Semifinais Final
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Pos.
Patrick Lourenço -49 kg ColômbiaCOL Y. Martinez
D 0-3
Não avançou
Julião Neto -52 kg Estados UnidosUSA A. Vargas
D 0-2
Não avançou
Robenilson de Jesus -56 kg ArgéliaALG F. Hammachi
V 2-1
Estados UnidosUSA S. Stevenson
D 0-3
Não avançou
Robson Conceição -60 kg Bye TajiquistãoTJK Yunusov
V TKO
UzbequistãoUZB Tojibaev
V 3-0
CubaCUB L.Alvarez
V 2-1
FrançaFRA S.Oumiha
V 3-0
Medalha de ouro
Joedison Teixeira -64 kg ArgéliaALG A. Chadi
V 2-1
TurquiaTUR B. Gözgeç
D 0-3
Não avançou
Michel Borges -81 kg CamarõesCMR H. Ndam Njikam
V 3-0
CroáciaCRO H. Sep
V 3-0
CubaCUB La Cruz
D 0-3
Não avançou
Juan Nogueira -91 kg AustráliaAUS J. Whateley
V 3-0
RússiaRUS E. Tishchenko
D 0-3
Não avançou
Feminino
Atleta Evento Oitavas Quartas Semifinais Final
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Pos.
Adriana Araújo -60 kg FinlândiaFIN M. Potkonen
D 1-2
Não avançou
Andreia Bandeira -75 kg PanamáPAN A. Bylon
V 2-1
ChinaCHN L.Qian
D 1-2
Não avançou

Canoagem[editar | editar código-fonte]

Slalom[editar | editar código-fonte]

O Brasil, por ser o país-sede, tem vaga assegurada em todas as provas, com direito a um barco em cada. Na competição feminina, que conta apenas com a prova de K1, o Brasil já tem sua representante, Ana Sátila, vice-campeã mundial sub-23 da prova.[22][23]

Masculino
Atleta Evento Preliminar Semifinais Final
Descida 1 Posição Descida 2 Posição Melhor descida Posição Tempo Posição Tempo Posição
Felipe Borges C-1 122.30 19º 105.14 14º 105.14 16º Não avançou 16º
Anderson Oliveira
Charles Corrêa
C-2 107.71 106.14 106.14 Q 116.49 11º Não avançou 11º
Pedro Gonçalves K-1 88.48 90.61 88.48 Q 95.68 10º Q 91.54
Feminino
Atleta Evento Preliminar Semifinais Final
Descida 1 Posição Descida 2 Posição Melhor descida Posição Tempo Posição Tempo Posição
Ana Sátila K-1 110.80 12º 149.12 17º 110.80 17º Não avançou 17º

Velocidade[editar | editar código-fonte]

O Brasil tem vaga assegurada em cinco provas, entre cota por ser a sede da competição e as conquistas de Isaquias e Erlon de Souza no Mundial: K1 1000m, C1 200m, C1 1000m e C2 1000m no masculino e K1 500m no feminino.[24]

Masculino
Atleta Evento Preliminar Semifinais Final
Tempo Posição Tempo Posição Tempo Posição
Edson Silva K-1 200 m 35.665 20º Não avançou 20º
Gilvan Ribeiro
Edson Silva
K-2 200 m 33.021 Q 33.359 7º FB 33.992 10º
Isaquias Queiroz C-1 200 m 40.522 Q 39.659 Q FA 39.628 Medalha de bronze
Isaquias Queiroz C-1 1000 m 3:59.615 Q FA n/a 3:58.529 Medalha de prata
Erlon Silva
Isaquias Queiroz
C-2 1000 m 3:33.269 Q FA n/a 3:44.81 Medalha de prata
Roberto Maehler
Celso Oliveira
Gilvan Ribeiro
Vagner Souta
K-4 1000 m 3:04.804 11º Q 3:09.220 12º FB 3:13.337 13°
Feminino
Atleta Evento Preliminar Semifinais Final
Tempo Posição Tempo Posição Tempo Posição
Ana Paula Vergutz K-1 200 m 44.239 23º Q 44.362 23º Não avançou 23º
K-1 500 m 2:00.680 23º Não avançou 23º

Ciclismo[editar | editar código-fonte]

BMX[editar | editar código-fonte]

O Brasil já teria um representante de cada gênero na competição de BMX por ser o país sede, mas tanto no masculino quanto no feminino conseguiu uma vaga pelo ranking mundial da categoria. Os competidores para cada uma das duas vagas também foram definidos pelo ranking mundial.[25]

Masculino
Atleta Evento Premilinares Quartas Semifinal Final
Tempo Pos. Pontos Pos. Pontos Pos. Tempo Pos.
Renato Rezende BMX Masculino 35.404 16º 19 Não avançou
Feminino
Atleta Evento Premilinares Quartas Semifinal Final
Tempo Pos. Pontos Pos. Pontos Pos. Tempo Pos.
Priscilla Carnaval BMX Feminino 37.534 15º n/a 22 88º Não avançou

Estrada[editar | editar código-fonte]

O Brasil terá dois representantes de cada gênero na competição de Estrada por ser o país sede. O Brasil confirmou sua equipe no dia 9 de junho. Para a convocação, a CBC levou em conta o ranking mundial e as características técnicas mais adequadas para o percurso da prova de Estrada nos Jogos Olímpicos.[26]

Masculino
Atleta Evento Final
Tempo Posição
Kleber Ramos Corrida em estrada DNF -
Murilo Fischer 6:41:52 64º
Feminino
Atleta Evento Final
Tempo Posição
Clemilda Fernandes Corrida em estrada 4:14:39 OTL
Flávia Oliveira 3:51:47

Mountain Bike[editar | editar código-fonte]

O Brasil teria um representante de cada gênero na competição de mountain bike por ser o país sede, mas por estar em 13º lugar no Ranking Olímpico da UCI em 25 de maio de 2016, conseguiu duas vagas na competição masculina e uma na competição feminina, deixando as vagas que seriam destinadas ao país sede para os países mais bem classificados ainda sem vaga.[27]

Masculino
Atleta Evento Final
Tempo Posição
Henrique Avancini Cross country 1:41:18 23º
Rubens Donizete 1:44:01 30º
Feminino
Atleta Evento Final
Tempo Posição
Raiza Goulão Cross country 1:39:21 20º

Pista[editar | editar código-fonte]

O ciclismo de pista é uma das únicas modalidades que não tem vaga garantida para o país anfitrião. Porém o atleta Gideoni Monteiro classificou o Brasil para a prova de omnium masculino.[28]

Masculino
Atleta Evento Scratch race Perseguição individual Corrida de eliminação Contrarrelógio Volta lançada Corrida de pontos Total
de pontos
Posição
Pos. Tempo Pos. Pos. Tempo Pos. Tempo Pos. Pontos Pos.
Gideoni Monteiro Omnium 14º 4:25.808 24º 1:05.505 16º 13.569 15º 4 94 13º

Esgrima[editar | editar código-fonte]

Além das 8 vagas já garantidas por ser o país anfitrião, o Brasil conseguiu uma vaga na disputa de florete por equipes masculino,[29] Nathalie Moellhausen garantiu vaga na competição da espada individual feminina pela classificação no ranking mundial e Renzo Agresta conquistou sua vaga por liderar o ranking das américas no sabre masculino.[30]

Masculino
Atleta Evento Fase de 64 Fase de 32 Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Pos.
Athos Schwantes Espada individual República ChecaCZE J. Beran
V 8-6
FrançaFRA G. Grumier
D 8-15
Não avançou
Guilherme Melaragno ChinaCHN J. Yunlong
D 13-15
Não avançou
Nicolas Ferreira VenezuelaVEN F. Limardo
D 7-15
Não avançou
Athos Schwantes
Guilherme Melaragno
Nicolas Ferreira
Espada por equipes n/a VenezuelaVEN Venezuela

D 25-45
Não avançou
Ghislain Perrier Florete individual Bye ChinaCHN M. Jianfei
D 14-15
Não avançou
Guilherme Toldo ÁustriaAUT R. Pranz
V 15-14
JapãoJPN Y. Ota
V 15-13
Hong KongHKG K. Cheung
V 15-10
ItáliaITA D. Garozzo
D 8-15
Não avançou
Henrique Marques EgitoEGY M. Essam
D 8-15
Não avançou
Ghislain Perrier
Guilherme Toldo
Henrique Marques
Florete por equipes n/a ItáliaITA Itália
D 27-45
Não avançou
Renzo Agresta Sabre individual n/a GeórgiaGEO S. Bazadze
D 3-15
Não avançou
Feminino
Atleta Evento Fase de 64 Fase de 32 Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Pos.
Amanda Simeão Espada individual FrançaFRA M. Candassamy
D 6-15
Não avançou
Nathalie Moellhausen Bye Estados UnidosUSA K. Hurley
V 15-12
FrançaFRA M. Candassamy
V 15-12
FrançaFRA L. Rembi
D 12-15
Não avançou
Rayssa Costa SuíçaSUI T. Géroudet
V 15-13
TunísiaTUN S. Besbes
D 8-15
Não avançou
Amanda Simeão
Nathalie Moellhausen
Rayssa Costa
Espada por equipes n/a UcrâniaUKR Ucrânia
D 32-45
Não avançou
Bia Bulcão Florete individual RomêniaROU M. Călugăreanu
V 15-12
RússiaRUS I. Deriglazova
D 6–15
Não avançou
Taís Rochel Arábia SauditaKSA L. Al-Omair
V 15-0
RússiaRUS A. Shanaevar
D 13–15
Não avançou
Marta Baeza Sabre individual PolôniaPOL B. Jóźwiak
D 2-4 DNF
Não avançou

Futebol[editar | editar código-fonte]

Masculino

A Seleção masculina tem vaga garantida por ser o país sede.

Nome Clube Idade Jogos Gols
Goleiros
1 Weverton* Brasil Atlético Paranaense 28 0 0
18 Uilson Brasil Atlético Mineiro 22 0 0
Defensores
2 Zeca Brasil Santos 22 6 0
3 Rodrigo Caio Brasil São Paulo 22 6 1
4 Marquinhos França Paris Saint-Germain 22 0 0
6 Douglas Santos Brasil Atlético Mineiro 22 4 0
13 William Brasil Internacional 21 0 0
14 Luan Garcia Brasil Vasco da Gama 23 5 2
Meias
5 Renato Augusto* China Beijing Guoan 28 0 0
8 Rafinha Espanha Barcelona 23 5 0
12 Walace Brasil Grêmio 23 3 0
15 Rodrigo Dourado Brasil Internacional 22 1 0
16 Thiago Maia Brasil Santos 19 2 0
17 Felipe Anderson Itália Lazio 23 7 2
Atacantes
7 Luan Brasil Grêmio 23 4 3
9 Gabriel Brasil Santos 19 5 6
10 Neymar Jr. Capitão* Espanha Barcelona 24 7 4
11 Gabriel Jesus Brasil Palmeiras 19 6 2
Treinador
Rogério Micale 47

* Asterisco indica os três jogadores permitidos com idade superior a 23 anos.

Fase de Grupos

Classificado para as quartas-de-final


Seleções classificadas para as quartas de final.
Seleção P J V E D GP GC SG
Brasil Brasil 5 3 1 2 0 4 0 +4
Flag of Denmark.svg Dinamarca 4 3 1 1 1 1 4 –3
Flag of Iraq.svg Iraque 3 3 0 3 0 1 1 0
Bandeira da África do Sul África do Sul 2 3 0 2 1 1 2 –1

Ordenamento da classificação: 1) Pontos; 2) Diferença de gol(o)s total; 3) Gol(o)s marcados; 4) Sorteio.


4 de agosto Brasil Brasil 0 – 0 Bandeira da África do Sul África do Sul Estádio Nacional, Brasília
16:00
FIFA
RIO2016
Público: 69 389
Árbitro: EspanhaESP Antonio Mateu Lahoz

7 de agosto Brasil Brasil 0 – 0 Flag of Iraq.svg Iraque Estádio Nacional, Brasília
22:00
FIFA
RIO2016
Público: 65 829
Árbitro: RomêniaROU Ovidiu Hațegan

10 de agosto Dinamarca Flag of Denmark.svg 0 – 4 Brasil Brasil Arena Fonte Nova, Salvador
22:00
FIFA
RIO2016
Gabriel Gol marcado aos 26 minutos de jogo 26', Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80'
Gabriel Jesus Gol marcado aos 40 minutos de jogo 40'
Luan Gol marcado aos 50 minutos de jogo 50'
Público: 41 067
Árbitro: IrãIRI Alireza Faghani

Quartas-de-final
13 de agosto Brasil Brasil 2 – 0 Flag of Colombia.svg Colômbia Arena Corinthians, São Paulo
22:00
Neymar Gol marcado aos 12 minutos de jogo 12'
Luan Gol marcado aos 83 minutos de jogo 83'
FIFA
RIO2016
Público: 41 560
Árbitro: TurquiaTUR Cüneyt Çakır

Semifinal
17 de agosto Brasil Brasil 6 – 0 Flag of Honduras.svg Honduras Estádio Maracanã, Rio de Janeiro
13:00
Neymar Gol marcado aos 1 minutos de jogo 1', Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1' (pen)
Gabriel Jesus Gol marcado aos 26 minutos de jogo 26', Gol marcado aos 35 minutos de jogo 35'
Marquinhos Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51'
Luan Gol marcado aos 79 minutos de jogo 79'
FIFA
RIO2016
Público: 52 457
Árbitro: RomêniaROU Ovidiu Hațegan

Final


20 de agosto Medalha de ouro Brasil Brasil 1 – 1 (pro) Bandeira da Alemanha Alemanha Medalha de prata Estádio Maracanã, Rio de Janeiro
17:30
Neymar Gol marcado aos 26 minutos de jogo 26' FIFA
RIO2016
Meyer Gol marcado aos 59 minutos de jogo 59' Público: 63 707
Árbitro: IrãIRI Alireza Faghani
Assistente1: IrãIRI Reza Sokhandan
Assistente2: IrãIRI Mohammadreza Mansouri
4º Árbitro: SenegalSEN Malang Diedhiou
5º Árbitro: SenegalSEN Djibril Camara
    Penalidades  
Renato Augusto Convertido
Marquinhos Convertido
Rafinha Convertido
Luan Convertido
Neymar Convertido
5 – 4 Convertido Ginter
Convertido Gnabry
Convertido Brandt
Convertido Süle
Erro (defesa) Petersen
 
Feminino

A Seleção feminina tem vaga garantida por ser o país sede.

Nome Clube Idade Jogos Gols
Goleiros
1 Bárbara Brasil Seleção Permanente 28 0 0
12 Aline Brasil Seleção Permanente 26 0 0
Defensores
2 Fabiana China Dalian Quanjian 27 5 2
3 Mônica Estados Unidos Orlando Pride 29 4 0
4 Rafaelle China Changchun Yatai 25 0 0
6 Tamires Dinamarca Fortuna Hjørring 28 0 0
13 Poliana Estados Unidos Houston Dash 25 5 1
14 Érika França Paris Saint-Germain 28 0 0
15 Bruna Benites Brasil Seleção Permanente 29 6 1
Meias
5 Thaísa Brasil Seleção Permanente 27 7 2
8 Formiga Brasil Seleção Permanente 38 5 0
10 Marta Capitão Suécia Rosengård 30 19 8
17 Andressinha Estados Unidos Houston Dash 21 5 1
Atacantes
7 Debinha Noruega Avaldsnes IL 24 7 4
9 Andressa Alves Espanha Barcelona 23 4 3
11 Cristiane França Paris Saint-Germain 31 14 10
16 Raquel Fernandes China Changchun Yatai 25 6 2
18 Bia Zaneratto Coreia do Sul Hyundai Steel Red Angels 22 5 6
Treinador
Vadão 59


Classificado para as quartas-de-final
Seleções classificadas para as quartas de final.
Seleções classificadas (melhores terceiro colocadas).
Seleção P J V E D GP GC SG
Flag of Brazil.svg Brasil 7 3 2 1 0 8 1 +7
China China 4 3 1 1 1 2 3 –1
Suécia Suécia 4 3 1 1 1 2 5 –3
África do Sul África do Sul 1 3 0 1 2 0 3 –3

Ordenamento da classificação: 1) Pontos; 2) Diferença de gol(o)s total; 3) Gol(o)s marcados; 4) Sorteio.[31]


3 de agosto Brasil Flag of Brazil.svg 3 – 0 China China Estádio Olímpico, Rio de Janeiro
16:00
Monica Gol marcado aos 36 minutos de jogo 36'
Andressa Alves Gol marcado aos 59 minutos de jogo 59'
Cristiane Gol marcado aos 90 minutos de jogo 90'
FIFA
Rio2016
Público: 27 618
Árbitro: CanadáCAN Carol Anne Chenard

6 de agosto Brasil Flag of Brazil.svg 5 – 1 Suécia Suécia Estádio Olímpico, Rio de Janeiro
22:00
Beatriz Gol marcado aos 21 minutos de jogo 21', Gol marcado aos 86 minutos de jogo 86'
Cristiane Gol marcado aos 24 minutos de jogo 24'
Marta Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44' (pen), Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80'
FIFA
Rio2016
Schelin Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' Público: 43 384
Árbitro: MéxicoMEX Lucila Venegas

9 de agosto África do Sul África do Sul 0 – 0 Flag of Brazil.svg Brasil Arena Amazônia, Manaus
21:00 (UTC-4)
FIFA
Rio2016
Público: 38 415
Árbitro: FrançaFRA Stéphanie Frappart

Quartas-de-final
12 de agosto Brasil Flag of Brazil.svg 0 – 0 (pro) Austrália Austrália Estádio Mineirão, Belo Horizonte
22:00
FIFA
RIO2016
Público: 52 660
Árbitro: CanadáCAN Carol Anne Chenard
    Penalidades  
Andressa Alves Convertido
Andressinha Convertido
Beatriz Convertido
Rafaelle Convertido
Marta Erro (defesa)
Debinha Convertido
Mônica Convertido
Tamires Convertido
7 – 6 Convertido Kellond-Knight
Convertido Alleway
Convertido van Egmond
Convertido Polkinghorne
Erro (defesa) Gorry
Convertido Heyman
Convertido Logarzo
Erro (defesa) Kennedy
 

Semifinal
16 de agosto Brasil Flag of Brazil.svg 0 – 0 (pro) Suécia Suécia Estádio Maracanã, Rio de Janeiro
13:00
FIFA
RIO2016
Público: 70 454
Árbitro: MéxicoMEX Lucila Venegas
    Penalidades  
Marta Convertido
Cristiane Erro (defesa)
Andressa Alves Convertido
Rafaelle Convertido
Andressinha Erro (defesa)
3 – 4 Convertido Schelin
Erro (defesa) Asllani
Convertido Seger
Convertido Fischer
Convertido Dahlkvist
 

Decisão da medalha de bronze
19 de agosto Brasil Flag of Brazil.svg 1 – 2 Flag of Canada.svg Canadá Medalha de bronze Arena Corinthians, São Paulo
13:00
Beatriz Gol marcado aos 79 minutos de jogo 79' FIFA
RIO2016
Rose Gol marcado aos 25 minutos de jogo 25'
Sinclair Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Público: 39 718
Árbitro: RomêniaROU Teodora Albon

Ginástica[editar | editar código-fonte]

Ginástica Artística[editar | editar código-fonte]

Masculino
Time
Atleta Evento Qualificação Final
Aparelho Classificação Aparelho Classificação
So CA Ar SC BP BF Total Pos. So CA Ar SC BP BF Total Pos.
Arthur Mariano Equipe 15.200 Q 14.533 14.200 15.100 14.933 14.766 88.465 11º Q 14.500 14.400 n/a 15.066 14.700 14.933 n/a
Arthur Zanetti n/a 15.533 Q n/a n/a 15.566 n/a
Diego Hypólito 15.500 Q n/a 14.816 n/a 15.133 n/a 14.833 n/a
Francisco Barreto Júnior 13.433 14.533 14.200 14.200 14.900 15.266 Q 86.532 18º n/a 14.400 14.400 n/a 14.700 15.166 n/a
Sérgio Sasaki 14.900 14.833 14.133 15.266 14.933 14.833 88.898 8º Q 12.100 14.633 14.366 15.133 15.133 14.566 n/a
Total 45.600 43.799 43.866 45.182 44.766 44.865 268.068 6º Q 41.733 43.433 44.332 45.032 44.533 44.665 263.728
Finais individuais
Atleta Evento Aparelho Total Pos.
So CA Ar SC BP BF
Arthur Mariano Individual geral 15.133 13.400 14.133 14.766 14.633 14.766 87.331 17º
Solo 15.433 15.433 Medalha de bronze
Arthur Zanetti Argolas 15.766 15.766 Medalha de prata
Diego Hypólito Solo 15.533 15.533 Medalha de prata
Francisco Barreto Barra fixa 15.208 15.208 5
Sérgio Sasaki Individual geral 14.833 14.766 14.433 15.200 14.966 15.000 89.198


Feminino
Atleta Evento Qualificação Final
Aparelho Classificação Aparelho Classificação
SC BA Tr So Total Pos. SC BA Tr So Total Pos.
Daniele Hypólito Equipe n/a 14.266 12.400 n/a n/a 14.133 n/a
Flávia Saraiva 14.633 12.733 15.133 Q 14.033 56.532 17º Q n/a 14.833 14.500 n/a
Jade Barbosa 14.900 14.266 13.600 13.733 56.499 23º 14.933 14.391 13.033 14.266 n/a
Lorrane Oliveira 14.833 14.158 n/a 14.566 14.166 n/a
Rebeca Andrade 15.566 14.933 14.200 14.033 58.732 3º Q 15.400 14.900 n/a 12.966 n/a
Total 45.299 43.357 43.599 41.799 174.054 5º Q 44.899 43.457 41.999 41.732 172.087
Finais individuais
Atleta Evento Aparelho Total Pos.
SC BA Tr So
Jade Barbosa Individual geral DNS DNS 13.700 7.500 DNF DNF
Flávia Saraiva Trave 14.533 14.533
Rebeca Andrade Individual geral 15.566 14.033 13.600 13.766 56.965 11°

Ginástica Rítmica[editar | editar código-fonte]

O Brasil, por ser país sede, tem uma vaga garantida na disputa individual e uma vaga na disputa por equipes.[32][33]

Atleta Evento Qualificação Final
Arco Bola Maças Fita Total Pos. Arco Bola Maças Fita Total Pos.
Natália Gaudio Individual 16.566 16.300 16.450 16.216 65.532 23º Não avançou
Atleta Evento Qualificação Final
5 bollas 3 fitas
2 arcos
Total Pos. 5 bolas 3 fitas
2 arcos
Total Pos.
Emanuelle Lima
Francielly Machado
Gabrielle da Silva
Jéssica Maier
Morgana Gmach
*Beatriz Pomini
*Dayane Amaral
Equipes 15.650 16.999 32.649 Não avançou

* Reserva

Ginástica de Trampolim[editar | editar código-fonte]

Atleta Evento Qualificação Final
Pontos Pos. Pontos Pos.
Rafael Andrade Masculino 76.145 15° Não avançou 15º

Golfe[editar | editar código-fonte]

O Brasil terá três representantes no torneio olímpico. Como o Brasil tem uma vaga garantida por gênero, por ser o país sede, Adilson da Silva (n° 271 do mundo), e Miriam Nagl (n° 445 do mundo) qualificaram-se diretamente entre os top 60 jogadores elegíveis para seus respectivos eventos individuais com base no Ranking Mundial da IGF em 11 de julho de 2016. Enquanto isso, Victoria Lovelady (n° 458 do mundo) recebeu uma vaga olímpica em substituição a uma vaga holandesa.

Masculino
Atleta Evento Rodada 1 Rodada 2 Rodada 3 Rodada 4 Total Par Pos.
Adilson da Silva Individual masculino 72 71 73 69 285 +1 39°
Feminino
Atleta Evento Rodada 1 Rodada 2 Rodada 3 Rodada 4 Total Par Pos.
Victoria Lovelady Individual feminino 79 75 76 70 300 +16 53º
Miriam Nagl 79 77 72 70 298 +14 52º

Halterofilismo[editar | editar código-fonte]

Como país sede, o brasil tem 5 vagas, sendo 3 para homens e 2 para mulheres.[34]

Masculino
Atleta Evento Arranque Arremesso Total Pos.
Resultado Pos. Resultado Pos.
Welisson Silva -85 kg 145 18º 180 17º 325 18º
Mateus Gregório -105 kg 170 13º 200 - DNF -
Fernando Reis +105 kg 195 240 435 Recorde da América
Feminino
Atleta Evento Arranque Arremesso Total Pos.
Resultado Pos. Resultado Pos.
Rosane Santos -53 kg 90 103 193
Jaqueline Ferreira -75 kg 103 - DNP - DNF -

Handebol[editar | editar código-fonte]

Masculino

A Seleção Masculina se classificou automaticamente por ser o país sede.

Nome Posição Idade Altura Clube
1 Maik Santos Goleiro 35 1,80 m Brasil Taubaté/FAB/Unitau
2 Henrique Teixeira Central 27 1,92 m Espanha Fraikin BM. Granollers
4 João Pedro Central 22 1,90 m França Chambéry Savoie
9 Lucas Cândido Ponta-direito 27 1,82 m Brasil Taubaté/FAB/Unitau
10 Armador-direito 22 1,93 m Polónia Wisła Płock
13 Diogo Hubner Central 33 1,88 m Brasil São Caetano
14 Thiagus Petrus Armador-esquerdo 27 1,99 m Hungria SC Pick Szeged
17 Tchê Pivô 27 1,92 m Espanha Fertiberia Puerto Sagunto
19 Fábio Chiuffa Ponta-direito 27 1,87 m Espanha ADC Guadalajara
26 Oswaldo Guimarães Armador-direito 26 1,83 m Espanha BM Villa de Aranda
28 Leonardo Santos Armador-esquerdo 22 1,92 m Espanha CB Ademar León
33 Alemão Ponta-esquerdo 32 1,90 m Brasil Taubaté/FAB/Unitau
37 Haniel Langaro Armador-esquerdo 21 1,96 m Espanha Naturhouse La Rioja
89 Bombom Goleiro 27 1,82 m Espanha Fraikin BM. Granollers
Espanha Jordi Ribera Treinador 53
  • idade em 05 de julho de 2016
Fase de Grupos
Equipes classificadas para a fase seguinte
Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Bandeira da Alemanha Alemanha (A) 8 5 4 0 1 153 141 +12
2 Bandeira da Eslovênia Eslovênia (A) 8 5 4 0 1 137 126 +11
3 Bandeira do Brasil Brasil 5 5 2 1 2 141 150 −9
4 Bandeira da Polônia Polônia 4 5 2 0 3 139 140 −1
5 Bandeira do Egito Egito 3 5 1 1 3 129 143 −14
6 Bandeira da Suécia Suécia 2 5 1 0 4 132 131 +1

Ordenamento da classificação: 1) Pontos; 2) Pontos no confronto directo; 3) Diferença de golos no confronto directo; 4) Golos marcados no confronto directo; 5) Diferença de golos; 6) Golos marcados; 7) Sorteio.
Confronto direto:
Nota A: A Alemanha ganhou à Sérvia por 28–25.

7 de agosto
16:40
Polônia Bandeira da Polônia 32–34 Bandeira do Brasil Brasil Arena do Futuro, Rio de Janeiro
Árbitros: Macedónia do Norte Nachevski, Nikolov
Daszek 8 (13–16) Toledo 7
Penalizado com dois minutos de suspensão 4×Penalizado com cartão amarelo Relatório Penalizado com dois minutos de suspensão 3×Penalizado com cartão amarelo

9 de agosto
16:40
Brasil Bandeira do Brasil 28–31 Bandeira da Eslovênia Eslovênia Arena do Futuro, Rio de Janeiro
Árbitros: Dinamarca Hansen, Gjeding
Chiuffa 8 (13–16) Janc 6
Penalizado com dois minutos de suspensão 2×Penalizado com cartão amarelo Relatório 13×Penalizado com dois minutos de suspensão 2×Penalizado com cartão amarelo

11 de agosto
16:40
Brasil Bandeira do Brasil 33–30 Bandeira da Alemanha Alemanha Arena do Futuro, Rio de Janeiro
Árbitros: República Checa Horáček, Novotný
Chiuffa 8 (17–16) Häfner, Reichmann 6
Penalizado com dois minutos de suspensão 2×Penalizado com cartão amarelo 1×Expulso Relatório Penalizado com dois minutos de suspensão 4×Penalizado com cartão amarelo 1×Expulso

13 de agosto
16:40
Egito Bandeira do Egito 27–27 Bandeira do Brasil Brasil Arena do Futuro, Rio de Janeiro
Árbitros: Eslovénia Lah, Sok
El-Ahmar 9 (15–13) Teixeira, Pozzer, Soares, Langaro 4
Penalizado com dois minutos de suspensão 3×Penalizado com cartão amarelo Relatório Penalizado com dois minutos de suspensão 4×Penalizado com cartão amarelo

15 de agosto
16:40
Suécia Bandeira da Suécia 30–19 Bandeira do Brasil Brasil Arena do Futuro, Rio de Janeiro
Árbitros: Portugal Santos, Fonseca
Stenmalm 6 (16–10) Toledo 4
Penalizado com dois minutos de suspensão 4×Penalizado com cartão amarelo Relatório Penalizado com dois minutos de suspensão 2×Penalizado com cartão amarelo

Quartas-de-final
17 de agosto
10:00
Brasil Bandeira do Brasil 27–34 Bandeira da França França Arena do Futuro, Rio de Janeiro
Árbitros: República Checa Horáček, Novotný
Pozzer 8 (16–16) Guigou 8
Penalizado com dois minutos de suspensão 3×Penalizado com cartão amarelo Relatório Penalizado com dois minutos de suspensão 2×Penalizado com cartão amarelo
Feminino

A Seleção Feminina se classificou automaticamente por ser o país sede.

Nome Posição Idade Altura Clube
2 Dara Pivô 35 1,83 m Alemanha SG BBM Bietigheim
3 Alê Ponta-direita 34 1,77 m Hungria Váci NKSE
4 Samira Ponta-esquerda 27 1,70 m França OGC Nice
5 Dani Piedade Pivô 37 1,73 m Hungria Fehérvár KC
7 Tamires Pivô 22 1,80 m Hungria Győri ETO KC
8 Ponta-esquerda 26 1,76 m Alemanha SG BBM Bietigheim
9 Ana Paula Central 28 1,72 m Romênia CSM București
10 Jéssica Ponta-esquerda 21 1,71 m Dinamarca HC Odense
12 Babi Goleira 29 1,82 m Hungria Váci NKSE
18 Duda Armadora-esquerda 29 1,86 m Hungria Győri ETO KC
22 Mayara Central 29 1,68 m Brasil Pinheiros
15 Francielle Central 23 1,64 m Brasil Vegus/Guarulhos
81 Deonise Armadora-direita 33 1,80 m Dinamarca HC Odense
84 Mayssa Goleira 31 1,80 m Macedónia do Norte ŽRK Vardar
Dinamarca Morten Soubak Treinador 51
  • idade em 05 de julho de 2016
Fase de Grupos
Arena do Futuro durante Noruega e Brasil na rodada de abertura.
Equipes classificadas para a fase seguinte
Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Bandeira do Brasil Brasil 8 5 4 0 1 138 117 +21
2 Bandeira da Noruega Noruega 8 5 4 0 1 141 121 +20
3 Bandeira da Espanha Espanha 6 5 3 0 2 125 116 +9
4 Bandeira de Angola Angola 4 5 2 0 3 116 128 −12
5 Bandeira da Romênia Romênia 4 5 2 0 3 108 119 −11
6 Bandeira de Montenegro Montenegro 0 5 0 0 5 107 134 −27

Ordenamento da classificação: 1) Pontos; 2) Pontos no confronto directo; 3) Diferença de golos no confronto directo; 4) Golos marcados no confronto directo; 5) Diferença de golos; 6) Golos marcados; 7) Sorteio.
[35]


6 de agosto
09:30
Noruega Bandeira da Noruega 28–31 Bandeira do Brasil Brasil Arena do Futuro, Rio de Janeiro
Árbitros: República Checa Horáček, Novotný
Mørk 12 (16–17) Rodrigues 12
Penalizado com dois minutos de suspensão 2×Penalizado com cartão amarelo Relatório Penalizado com dois minutos de suspensão 2×Penalizado com cartão amarelo 1×Expulso

8 de agosto
16:40
Brasil Bandeira do Brasil 26–13 Bandeira da Romênia Romênia Arena do Futuro, Rio de Janeiro
Árbitros: França Bonaventura, Bonaventura
Rodrigues 8 (14–9) Neagu 6
Penalizado com dois minutos de suspensão 2×Penalizado com cartão amarelo 1×Expulso Relatório Penalizado com dois minutos de suspensão 2×Penalizado com cartão amarelo

10 de agosto
09:30
Brasil Bandeira do Brasil 24–29 Bandeira da Espanha Espanha Arena do Futuro, Rio de Janeiro
Árbitros: Coreia do Sul Koo, Lee
Silva 7 (12–15) Pena 8
Penalizado com dois minutos de suspensão 3×Penalizado com cartão amarelo Relatório Penalizado com dois minutos de suspensão 4×Penalizado com cartão amarelo

12 de agosto
09:30
Angola Bandeira de Angola 24–28 Bandeira do Brasil Brasil Arena do Futuro, Rio de Janeiro
Árbitros: Noruega Røen, Arntsen
Bernardo 8 (13–13) Rodrigues 7
Penalizado com dois minutos de suspensão 2×Penalizado com cartão amarelo Relatório Penalizado com dois minutos de suspensão 4×Penalizado com cartão amarelo

14 de agosto
09:30
Montenegro Bandeira de Montenegro 23–29 Bandeira do Brasil Brasil Arena do Futuro, Rio de Janeiro
Árbitros: Irã Mousavian, Kolahdouzan
Pavićević 6 (10–12) Rodrigues 6
Penalizado com dois minutos de suspensão 4×Penalizado com cartão amarelo Relatório Penalizado com dois minutos de suspensão 3×Penalizado com cartão amarelo

Quartas-de-final
16 de agosto
10:00
Brasil Bandeira do Brasil 23–32 Bandeira dos Países Baixos Países Baixos Arena do Futuro, Rio de Janeiro
Árbitros: Noruega Røen, Arntsen
Silva 7 (11–12) Polman 7
Penalizado com dois minutos de suspensão 4×Penalizado com cartão amarelo Relatório Penalizado com dois minutos de suspensão 3×Penalizado com cartão amarelo

Hipismo[editar | editar código-fonte]

O Brasil, como país anfitrião, recebeu uma vaga por equipes e 4 vagas individuais em cada uma das três disciplinas: adestramento, concurso completo de equitação e saltos.

Adestramento[editar | editar código-fonte]

Atleta Cavalo Evento Grand Prix Grand Prix Special Grand Prix Freestyle Total
Pontos Pos. Pontos Pos. Técnico Artístico Pontos Pos.
Luiza Almeida Vendaval Adestramento individual 66.914 49º Não avançou 49º
Pedro de Almeida Xaparro do Vouga 65.714 53º Não avançou 53º
João Victor Marcari Oliva Xamã dos Pinhais 68.071 46º Não avançou 46º
Giovana Pass Zingaro de Lyw 67.700 47º Não avançou 47º
Luiza Almeida
Pedro de Almeida
João Victor Marcari Oliva
Giovana Pass
Adestramento por equipes 67.562 10° Não avançou n/a Não avançou 10º

CCE[editar | editar código-fonte]

Atleta Cavalo Evento Adestramento Cross-country Salto Total
Qualificação Final
Pênaltis Pos. Pênaltis Total Pos. Pênaltis Total Pos. Pênaltis Total Pos. Pênaltis Pos.
Carlos Paro Summon Up The Blood CCE individual 47.30 33º 4.00 51.30 12.00 63.30 12º 12.00 75.30 18º 75.30 18º
Márcio Appel Iberon Jmen 57.20 # 59º 64.40 121.60 39º 16.00 137.60 39º Não avançou 137.60 39º
Márcio Jorge Lissy Mac Wayer 50.00 44º 20.00 70.00 24º 10.00 80.00 22º 8.00 88.00 25º 88.00 25º
Ruy Fonseca Tom Bombadill Too 46.80 26º 112.00 # 158.80 # 47º Eliminado # Não avançou 47º
Márcio Appel
Ruy Fonseca
Márcio Jorge
Carlos Paro
CCE por equipes 144.10 88.40 232.50 38.00 270.50 n/a 270.50

# indica a pontuação do conjunto que não vai contar para a competição por equipes. Apenas as três melhores pontuações são contadas para o time.

Saltos[editar | editar código-fonte]

Atleta Cavalo Evento Qualificação Final Total
Qualificação 1 Qualificação 2 Qualificação 3 Rodada A Rodada B
Pênaltis Pos. Pênaltis Total Pos. Pênaltis Total Pos. Pênaltis Pos. Pênaltis Total Pos. Pênaltis Pos.
Stephan Barcha Landpeter do Feroleto Saltos individual 0 0 0 DSQ Não avançou
Álvaro de Miranda Neto Cornetto K 0 0 0 4 4 4 16º 0 4 4
Eduardo Menezes Quintol 4 27º 0 1 15º 4 8 18º 8 28° Não avançou
Pedro Veniss Quabri de L'Isle 0 0 0 5 5 13º 4 16º 1 5 16º 5 16º
Stephan Barcha
Álvaro de Miranda Neto
Eduardo Menezes
Pedro Veniss
Saltos por equipes n/a 0 13 13 13

Hóquei sobre a grama[editar | editar código-fonte]

As seleções brasileiras de hóquei sobre a grama não obtiveram vagas automáticas para os Jogos Olímpicos de 2016, as vagas seriam conseguidas por índice técnico. Para a classificação era necessário que cada seleção estivesse entre as 30 melhores do ranking mundial no fim de 2014 ou obtivesse no mínimo o sexto lugar nos Jogos Pan-americanos de 2015. A seleção feminina não conseguiu nenhum desses índices, e vai ficar de fora dos Jogos, mas a seleção masculina conseguiu um quarto lugar no Pan de Toronto e vai disputar os Jogos Olímpicos de Verão de 2016.[36][37]

Masculino
Pos Equipe P J V E D GP GC SG
1 Bandeira da Bélgica Bélgica 9 3 3 0 0 17 1 +16
2 Bandeira da Espanha Espanha 9 3 3 0 0 11 2 +9
3 Bandeira da Austrália Austrália 6 4 2 0 2 4 4 0
4 Bandeira da Nova Zelândia Nova Zelândia 4 4 1 1 2 14 7 +7
5 Bandeira da Grã-Bretanha Grã-Bretanha 4 4 1 1 2 13 9 +4
6 Bandeira do Brasil Brasil 0 4 0 0 4 1 37 -36
6 de agosto de 2016
19:30 UCT -3
Brasil Bandeira do Brasil 0 - 7 Bandeira da Espanha Espanha Centro Olímpico de Hóquei, Rio de Janeiro
Árbitros:
Polónia Marcin Grochal
China Chen Dekang
Relatório

7 de agosto de 2016
19:30 UCT -3
Brasil Bandeira do Brasil 0 - 12 Bandeira da Bélgica Bélgica Centro Olímpico de Hóquei, Rio de Janeiro
Árbitros:
Argentina Germán Montes de Oca
Índia Javed Shaikh
Relatório

9 de agosto de 2016
18:00 UCT -3
Brasil Bandeira do Brasil 1 - 9 Bandeira da Grã-Bretanha Grã-Bretanha Centro Olímpico de Hóquei, Rio de Janeiro
Relatório

10 de agosto de 2016
19:30 UCT -3
Brasil Bandeira do Brasil 0 - 9 Bandeira da Nova Zelândia Nova Zelândia Centro Olímpico de Hóquei, Rio de Janeiro
Relatório

12 de agosto de 2016
20:30 UCT -3
Brasil Bandeira do Brasil 0 - 9 Bandeira da Austrália Austrália Centro Olímpico de Hóquei, Rio de Janeiro
Relatório

Judô[editar | editar código-fonte]

O judocas brasileiros têm asseguradas uma vaga em cada divisão de peso em virtude de sediar os Jogos Olímpicos.

Masculino
Atleta Evento Preliminares Fase de 32 Fase de 16 Quartas Semifinais Repescagem Bronze Final
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Pos.
Felipe Kitadai −60 kg Bye FrançaFRA Khyar
V 001-000
AlemanhaGER Englmaier
V 001-000
AzerbaijãoAZE Safarov
D 000-100
Não avançou UzbequistãoUZB Urozboev
D 000-100
Não avançou
Charles Chibana −66 kg Bye JapãoJPN Ebinuma
D 000-101
Não avançou 17º
Alex Pombo −73 kg Bye ChinaCHN Yinjirigala
D 000-001
Não avançou 17º
Victor Penalber −81 kg Bye MoçambiqueMOZ Acácio
V 100-000
Emirados Árabes UnidosUAE Toma
D 001-101
Não avançou
Tiago Camilo −90 kg Bye África do SulRSA Piontek
V 101-000
AzerbaijãoAZE Mehdiyev
D 001-101
Não avançou
Rafael Buzacarini −100 kg Bye UruguaiURU Aprahamian
V 100-000
JapãoJPN Haga
D 000-000
Não avançou
Rafael Silva +100 kg n/a HondurasHON Pileta
RússiaRUS Saidov
V 001-000
FrançaFRA Riner
D 000-100
Não avançou Países BaixosNED Meyer
V 000-000
UzbequistãoUZB Tangriev
V 001-000
Não avançou Medalha de bronze
Feminino
Atleta Evento Fase de 32 Fase de 16 Quartas Semifinais Repescagem Bronze Final
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Pos.
Sarah Menezes −48 kg Bye BélgicaBEL Van Snick
V 001-000
CubaCUB Alvarez
D 000-000 S
Não avançou MongóliaMGL Munkhbat
D 000-100
Não avançou
Érika Miranda −52 kg Bye TunísiaTUN Ayari
V 100-000
ChinaCHN Ma
D 000-010
Não avançou RomêniaROU Chitu
V 100-001
JapãoJPN Nakamura
D 000-001
Não avançou
Rafaela Silva −57 kg AlemanhaGER Roper
V 010-000
Coreia do SulKOR Kim
V 010-000
HungriaHUN Karakas
V 010-000
RomêniaROU Caprioriu
V 010-000
n/a MongóliaMGL Dorjsuren
V 010-000
Medalha de ouro
Mariana Silva −63 kg GanaGHA Szögedi
V 100–000
AlemanhaGER Trajdos
V 000–000 S
AlemanhaGER Gerbi
V 001–000
EslovêniaSLO Trstenjak
D 000–101
Não avançou Países BaixosNED Van Emden
D 000-100
Não avançou
Maria Portela −70 kg MarrocosMAR Niang
V 101-000
ÁustriaAUT Graf
D 000-001
Não avançou
Mayra Aguiar −78 kg Bye AustráliaAUS Giambelli
V 100-000
AlemanhaGER Malzahn
V 000–000 S
FrançaFRA Tcheuméo
D 000–000
Não avançou CubaCUB Castillo
V 001-000
Não avançou Medalha de bronze
Maria Suelen Altheman +78 kg Bye Coreia do SulKOR Min-jung
D 000-001
Não avançou

Lutas[editar | editar código-fonte]

Greco-romana[editar | editar código-fonte]

Masculino
Atleta Evento Qualificação Oitavas Quartas Semifinal Repescagem 1 Repescagem 2 Final
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Pos.
Eduard Soghomonyan −130 kg GeórgiaGEO I. Kajaia
D 0-8
Não avançou 16º

Livre[editar | editar código-fonte]

Feminino
Atleta Evento Qualificação Oitavas Quartas Semifinal Repescagem 1 Repescagem 2 Final
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Pos.
Joice Silva −58 kg QuirguistãoKGZ Tynybekova
D 1-3
Não avançou 12°
Laís Nunes −63 kg TurquiaTUR Sahin
D 1-3
Não avançou 15º
Gilda Oliveira −69 kg IsraelISR Kratish
V 3-1
EgitoEGY Ahmed
D 0-5
Não avançou 10°
Aline Ferreira −75 kg JapãoJPN Hatari
V 4-3
RússiaRUS Bukina
D 3-4
Não avançou 10°

Nado sincronizado[editar | editar código-fonte]

Como país anfitrião o Brasil tem vagas para 9 atletas disputarem as competições de dueto e em equipes.

Atletas Evento Rotina técnica Rotina livre Rotina livre - Final
Pontos Posição Pontos Posição Total Posição Pontos Posição Total Posição
Luisa Borges
Maria Eduarda Miccuci
Dueto 84.0333 13º 83.3008 13º 167.3341 13º Não avançou
Beatriz Feres
Branca Feres
Lara Teixeira
Lorena Molinos
Luisa Borges
Maria Bruno
Maria Clara Coutinho
Maria Eduarda Miccuci
Pamela Nogueira
Equipes 84.7985 n/a 87.2000 171.9985

Natação[editar | editar código-fonte]

Masculino
Atleta Evento Eliminatórias Semifinal Final
Tempo Pos. Tempo Pos. Tempo Pos.
Brandonn Almeida 1500 m livre 15:14.73 29º n/a Não avançou
400 m medley 4:17.25 15º n/a Não avançou
Tales Cerdeira 200 m peito 2:12.83 29º Não avançou
Marcelo Chierighini 100 m livre 48.53 13º Q 48.23 Q 48.41
Kaio de Almeida 200 m borboleta 1:56.45 12º Q 1:57.45 14º Não avançou
Leonardo de Deus 200 m costas 1:57.00 Recorde nacional 12º Q 1:57.67 13º Não avançou
200 m borboleta 1:55.98 Q 1:56.77 13º Não avançou
João de Lucca 200 m livre 1:47.63 25º Não avançou
Allan do Carmo Maratona aquática n/a 1:53:16.4 18º
Ítalo Duarte 50 m livre 21.96 13º Q 22.05 15º Não avançou
Felipe França Silva 100 m peito 59.01 Recorde sul-americano Q 59.35 Q 59.38
Bruno Fratus 50 m livre 21.93 10º Q 21.71 Q 21.79
João Luiz Gomes Júnior 100 m peito 59.46 Q 59.40 Q 59.31
Guilherme Guido 100 m costas 53.80 13º Q 54.16 14º Não avançou
Marcos Macedo 100 m borboleta 53.87 34º Não avançou
Henrique Martins 52.42 21º Não avançou
Luiz Altamir Melo 400 m livre 3:50.82 32º n/a Não avançou
Nicolas Oliveira 100 m livre 49.05 28º Não avançou
200 m livre DNS Não avançou
Thiago Pereira 200 m medley 1:58.63 Q 1:57.11 Q 1:58.02
Henrique Rodrigues 1:58.56 Q 1:59.23 Não avançou
Thiago Simon 200 m peito 2:15.01 36º Não avançou
Miguel Valente 1500 m livre 15:22.57 29º n/a Não avançou
Marcelo Chierighini
João de Lucca
Nicolas Oliveira
Matheus Santana
Gabriel Santos*
4×100 m livre 3:14.06 Q n/a 3:13.21
João de Lucca
Nicolas Oliveira
Luiz Altamir Melo
André Pereira
4×200 m livre 7:13.84 15º n/a Não avançou
Felipe França Silva
Guilherme Guido
Henrique Martins
Nicolas Oliveira
4×100 m medley 3:32.96 n/a 3:32.84

* Reserva

Feminino
Atleta Evento Preliminares Semifinal Final
Tempo Pos. Tempo Pos. Tempo Pos.
Ana Marcela Cunha Maratona aquática n/a 1:57:29.0 10º
Daynara de Paula 100 m borboleta 57.92 13º Q 58.65 15º Não avançou
Daiene Dias 58.15 14º Q 58.52 13º Não avançou
Graciele Herrmann 50 m livre 25.60 40º Não avançou
Manuella Lyrio 200 m livre 1:57.28 Recorde sul-americano 14º Q 1:57.43 12º Não avançou
Etiene Medeiros 50 m livre 24.82 16º Q 24.45 Recorde sul-americano Q 24.69
100 m livre 54.38 14º Q 54.59 16º Não avançou
100 m costas 1:01.70 25º Não avançou
Joanna Maranhão 200 m medley 2:13.06 18º Não avançou
400 m medley 4:38.88 15º n/a Não avançou
200 m borboleta 2:10.69 24º Não avançou
Poliana Okimoto Maratona aquática n/a 1:56:51.4 Medalha de bronze
Larissa Oliveira 100 m livre 54.72 21º Não avançou
200 m livre 2:00.76 35º Não avançou
Daynara de Paula
Manuella Lyrio
Etiene Medeiros
Larissa Oliveira
4×100 m livre 3:39.40 11º n/a Não avançou
Jéssica Cavalheiro
Manuella Lyrio
Larissa Oliveira
Gabrielle Roncatto
4×200 m livre 7:55.68 Recorde sul-americano 11º n/a Não avançou
Daynara de Paula
Jhennifer Conceição
Etiene Medeiros
Larissa Oliveira
Daiene Dias*
Natalia de Luccas*
4×100 m medley 4:02.83 13° n/a Não avançou

* Reserva

Pentatlo moderno[editar | editar código-fonte]

O Brasil conseguiu uma vaga por gênero por ser o país sede. Baseado em resultado de outras competições, cada país pode ter até dois atletas por gênero.

Masculino
Atleta Evento Esgrima
(Espada-1 toque)
Natação
(200 m livres)
Hipismo
(Saltos)
Evento combinado
(Tiro 10m pistola de ar)/(3200m)
Total
Vitórias/Derrotas PPM RG Tempo PPM RG Pontos perdidos PPM RG Tempo PPM RG PPM Pos.
Felipe Nascimento Masculino 9/26 155 35º 2:05.39 324 0 251 31º 12:15.59 565 31° 1295 31°
Feminino
Atleta Evento Esgrima
(Espada-1 toque)
Natação
(200 m livres)
Hipismo
(Saltos)
Evento combinado
(Tiro 10m pistola de ar)/(3200m)
Total
Vitórias/Derrotas PPM RG Tempo PPM RG Pontos perdidos PPM RG Tempo PPM RG PPM Pos.
Yane Marques Feminino 16/19 196 21° 2:14.30 298 14 286 17° 14:38.64 489 30° 1269 23º

Legenda: PPM = Pontos de Pentatlo moderno RG = Ranking Geral

Polo aquático[editar | editar código-fonte]

O times brasileiros de polo aquático estão automaticamente classificados como nação anfitriã.

Masculino
Partida entre Brasil e Sérvia pela terceira rodada.
Equipes classificadas para a fase seguinte
Pos Equipe P J V E D GP GC SG
1 Bandeira da Hungria Hungria 7 5 2 3 0 57 43 +14
2 Bandeira da Grécia Grécia 6 5 2 2 1 41 40 +1
3 Bandeira do Brasil Brasil 6 5 3 0 2 40 39 +1
4 Bandeira da Sérvia Sérvia 6 5 2 2 1 49 44 +5
5 Bandeira da Austrália Austrália 5 5 2 1 2 44 40 +4
6 Bandeira do Japão Japão 0 5 0 0 5 36 61 –25

Ordenamento da classificação: 1) Pontos; 2) Pontos no confronto direto; 3) Diferença de gols no confronto direto; 4) Gols marcados no confronto direto; 5) Diferença de gols.[38]


6 de agosto
20:50
Relatório Brasil Bandeira do Brasil 87 Bandeira da Austrália Austrália Parque Aquático Maria Lenk, Rio de Janeiro
Árbitros:
ItáliaITA Filippo Gomez
EspanhaESP Francesc Buch
Pontuação por períodos: 3–2, 2–1, 2–2, 1–2
Delgado 3 Gols Campbell, Cotterill 2

8 de agosto
19:30
Relatório Japão Bandeira do Japão 816 Bandeira do Brasil Brasil Parque Aquático Maria Lenk, Rio de Janeiro
Árbitros:
CroáciaCRO Nenad Peris
EspanhaESP Francesc Buch
Pontuação por períodos: 2–5, 1–3, 4–4, 1–4
Shiga, Takei, Okawa 2 Gols Vrlić 5

10 de agosto
19:30
Relatório Brasil Bandeira do Brasil 65 Bandeira da Sérvia Sérvia Parque Aquático Maria Lenk, Rio de Janeiro
Árbitros:
FrançaFRA Benjamin Mercier
ChinaCHN Ni Shiwei
Pontuação por períodos: 0–2, 3–1, 2–0, 1–2
Vrlić 2 Gols Mandić, Ranđelović, Nikić, Filipović, S. Mitrović 1

12 de agosto
19:30
Relatório Grécia Bandeira da Grécia 94 Bandeira do Brasil Brasil Parque Aquático Maria Lenk, Rio de Janeiro
Árbitros:
EslovéniaSLO Boris Margeta
RússiaRUS Sergey Naumov
Pontuação por períodos: 3–1, 1–1, 3–2, 2–0
Dervisis, Fountoulis, Gounas 2 Gols Silva 2

14 de agosto
20:50
Relatório Brasil Bandeira do Brasil 610 Bandeira da Hungria Hungria Parque Aquático Maria Lenk, Rio de Janeiro
Árbitros:
EspanhaESP Francesc Buch
MontenegroMNE Stanko Ivanovski
Pontuação por períodos: 0–3, 1–2, 3–3, 2–2
Gomes, Perrone 2 Gols Vámos, Hosnyánszky, Hárai 2

Quartas-de-final
16 de agosto
15:10
Relatório Brasil Bandeira do Brasil 610 Bandeira da Croácia Croácia Estádio Aquático Olímpico, Rio de Janeiro
Árbitros:
RomêniaROU Adrian Alexandrescu
FrançaFRA Benjamin Mercier
Pontuação por períodos: 2–3, 1–4, 3–1, 0–2
Gomes 3 Gols Joković, García 3

Feminino
Equipes classificadas para a fase seguinte
Pos Equipe P J V E D GP GC SG
1 Bandeira da Itália Itália 6 3 3 0 0 27 15 +12
2 Bandeira da Austrália Austrália 4 3 2 0 1 31 15 +16
3 Bandeira da Rússia Rússia 2 3 1 0 2 23 31 –8
4 Bandeira do Brasil Brasil 0 3 0 0 3 13 33 –20

Ordenamento da classificação: 1) Pontos; 2) Pontos no confronto direto; 3) Diferença de gols no confronto direto; 4) Gols marcados no confronto direto; 5) Diferença de gols.


9 de agosto
10:20
Relatório Itália Bandeira da Itália 93 Bandeira do Brasil Brasil Parque Aquático Maria Lenk, Rio de Janeiro
Árbitros:
Países BaixosNED Diana Dutilh-Dumas
África do SulRSA Dion Willis
Pontuação por períodos: 1–1, 2–0, 3–0, 3–2
Bianconi 3 Gols Abla, Chiappini, A. Oliveira 1

11 de agosto
09:00
Relatório Rússia Bandeira da Rússia 147 Bandeira do Brasil Brasil Parque Aquático Maria Lenk, Rio de Janeiro
Árbitros:
Países BaixosNED Diana Dutilh-Dumas
JapãoJPN Tadao Tahara
Pontuação por períodos: 2–4, 2–0, 4–2, 6–1
Prokofyeva, Ivanova 3 Gols Chiappini 4

13 de agosto
11:40
Relatório Austrália Bandeira da Austrália 103 Bandeira do Brasil Brasil Parque Aquático Maria Lenk, Rio de Janeiro
Árbitros:
África do SulRSA Dion Willis
FrançaFRA Benjamin Mercier
Pontuação por períodos: 1–1, 3–1, 3–0, 3–1
Gofers, Webster 2 Gols Abla, Zablith, Chiappini 1

Quartas-de-final
15 de agosto
14:10
Relatório Brasil Bandeira do Brasil 313 Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos Estádio Aquático Olímpico, Rio de Janeiro
Árbitros:
Países BaixosNED Diana Dutilh-Dumas
JapãoJPN Tadao Tahara
Pontuação por períodos: 0–5, 0–3, 0–5, 3–0
Chiappini, Duarte, Mantellato 1 Gols Steffens, Neushul, Gilchrist, M. Fischer 2

Remo[editar | editar código-fonte]

Masculino
Equipe Evento Eliminatórias Repescagem Semifinal Final Colocação
Final
Tempo Posição Tempo Posição Tempo Posição Tempo Posição
William Giaretton
Xavier Vela
Skiff duplo leve 6:31.13 5º R 7:13.60 5º SC/D 7:27.34 1º FC 6:44.80 2º FC 14°
Feminino
Equipe Evento Eliminatórias Repescagem Semifinal Final Colocação
Final
Tempo Posição Tempo Posição Tempo Posição Tempo Posição
Vanessa Cozzi
Fernanda Nunes
Skiff duplo leve 7:20.79 3º R 8:15.53 5° SC/D 8:14.06 2° FC 7:44.78 3° FC 15º

Rugby sevens[editar | editar código-fonte]

As equipes masculina e feminina de Rugby Sevens do Brasil estão classificadas para os Jogos Olímpicos de Verão de 2016 por serem país sede.

Masculino
Partida entre Argentina e Brasil pela terceira rodada.
Equipes classificadas para a fase seguinte
Pos Seleção P J V E D PF PC +/-
1 Bandeira das Fiji Fiji 9 3 3 0 0 85 45 +40
2 Bandeira da Argentina Argentina 7 3 2 0 1 62 35 +27
3 Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos 5 3 1 0 2 59 41 +18
4 Bandeira do Brasil Brasil 3 3 0 0 3 12 97 –85

Ordenamento da classificação: 1) Pontos da classificação; 2) Saldo de pontos (marcados/sofridos); 3) Pontos a favor; 4) Confronto direto.[39]

9 de agosto
13:30
Fiji Bandeira das Fiji 40–12 Bandeira do Brasil Brasil Estádio de Deodoro, Rio de Janeiro
Árbitro: ArgentinaARG Federico Anselmi
Tries: Veremalua (2) 6' c, 12' c
Kolinisau 8' c
Tuisova (2) 9' m, 13' c
Viriviri 10' c
Conv.: Kolinisau (2/2)
Ravouvou (3/4)
Relatório Tries: Claro 4' m
Albuquerque 14' c
Conv.: L. Duque (0/1)
A. Silva (1/1)



9 de agosto
18:00
Estados Unidos Bandeira dos Estados Unidos 26–0 Bandeira do Brasil Brasil Estádio de Deodoro, Rio de Janeiro
Árbitro: AustráliaAUS Matthew O'Brien
Tries: Niua 3' c
Ebner 7' c
Isles 13' m
Unufe 14' c
Conv.: Hughes (3/4)
Relatório



10 de agosto
13:00
Argentina Bandeira da Argentina 31–0 Bandeira do Brasil Brasil Estádio de Deodoro, Rio de Janeiro
Árbitro: Reino UnidoGBR Mike Adamson
Tries: Müller 4' m
Revol 6' c
Álvarez 7' c
Schulz 11' c
Bruzzone 13' m
Conv.: Revol (3/5)
Relatório



Disputa pelo 9-12ª lugares
10 de agosto
16:00
Estados Unidos Bandeira dos Estados Unidos 24–12 Bandeira do Brasil Brasil Estádio de Deodoro, Rio de Janeiro
Árbitro: África do SulRSA Ben Crouse
Tries: Isles (3) 4' m, 7' m, 10' c
Barrett 6' c
Conv.: Hughes (2/4)
Relatório Tries: D. Sancery 3' m
Bourda-Couhet 11' c
Conv.: L. Duque (1/2)



Disputa pelo 11º lugar
11 de agosto
12:30
Brasil Bandeira do Brasil 0 – 24 Bandeira do Quênia Quênia Estádio de Deodoro, Rio de Janeiro
Relatório


Feminino

Todas as partidas seguem o fuso horário local (UTC−3).

Partida entre Grã-Bretanha e Brasil pela primeira rodada.
Equipes classificadas para a fase seguinte
Pos Seleção P J V E D PF PC +/-
1 Bandeira da Grã-Bretanha Grã-Bretanha 9 3 3 0 0 91 33 +88
2 Bandeira do Canadá Canadá 7 3 2 0 1 83 22 +61
3 Bandeira do Brasil Brasil 5 3 1 0 2 29 77 –48
4 Bandeira do Japão Japão 3 3 0 0 3 10 111 –101

Ordenamento da classificação: 1) Pontos da classificação; 2) Saldo de pontos (marcados/sofridos); 3) Pontos a favor; 4) Confronto direto.[40]

6 de agosto
12:00
Grã-Bretanha Bandeira da Grã-Bretanha 29–3 Bandeira do Brasil Brasil Estádio de Deodoro, Rio de Janeiro
Árbitro: EspanhaESP Alhambra Nievas
Tries: Watmore 5' c
Hunt (2) 9' c, 12' m
Joyce 14' m
Scott 14' m
Conv.: McLean (2/3)
Watmore (0/2)
Relatório Penais: Kochhann (1/1) 7'



6 de agosto
17:30
Canadá Bandeira do Canadá 38–0 Bandeira do Brasil Brasil Estádio de Deodoro, Rio de Janeiro
Árbitro: AustráliaAUS Amy Perrett
Tries: Paquin (2) 1' c, 7' c
Kish 5' m
Moleschi 6' c
Farella (2) 12' c, 17' m
Conv.: Russell (3/4)
Landry (1/2)
Relatório



7 de agosto
12:00
Brasil Bandeira do Brasil 26–10 Bandeira do Japão Japão Estádio de Deodoro, Rio de Janeiro
Árbitro: Hong KongHKG Gabriel Lee
Tries: Ishibashi 2' m
Muhlbauer (2) 10' c, 14' c
Araújo 12' c
Conv.: Kochhann (2/3)
Balconi (1/1)
Relatório Tries: Kuwai 7' m
Yamaguchi 8' m
Conv.: Okuroda (0/2)



Disputa pelo 9-12ª lugares
7 de agosto
16:00
Brasil Bandeira do Brasil 24–0 Bandeira da Colômbia Colômbia Estádio de Deodoro, Rio de Janeiro
Árbitro: JapãoJPN Sakurako Kawasaki
Tries: Ramalho 3' m
Teles (2) 6' c, 7' m
Muhlbauer 9' c
Conv.: Kochhann (2/4)
Relatório



Disputa pelo 9º lugar
8 de agosto
13:00
Brasil Bandeira do Brasil 33 – 05 Bandeira do Japão Japão Estádio de Deodoro, Rio de Janeiro
Relatório


Saltos ornamentais[editar | editar código-fonte]

O Brasil, como país sede, tem vagas automáticas nas disputas sincronizadas. Além destas vagas, 3 atletas conseguiram vagas adicionais na Copa do Mundo do Rio de Janeiro.[41]

Masculino
Atleta Evento Preliminar Semifinal Final
Pontos Pos. Pontos Pos. Pontos Pos.
César Castro Trampolim 3 m individual 398.85 14º 442.45 436.00
Ian Matos
Luiz Outerelo
Trampolim 3 m sincronizado n/a 332.61
Hugo Parisi Plataforma 10 m individual 422.45 13º 417.15 16º Não avançou
Hugo Parisi
Jackson Rondinelli
Plataforma 10 m sincronizado n/a 368.52
Feminino
Atleta Evento Preliminar Semifinal Final
Pontos Pos. Pontos Pos. Pontos Pos.
Juliana Veloso Trampolim 3 m individual 240.90 27° Não avançou
Ingrid de Oliveira Plataforma 10 m individual 281.90 22° Não avançou
Tammy Galera
Juliana Veloso
Plataforma 10 m sincronizado n/a 258.75
Ingrid de Oliveira
Giovanna Pedroso
Plataforma 10 m sincronizado n/a 280.98

Taekwondo[editar | editar código-fonte]

Como representantes do país anfitrião, os atletas brasileiros receberam quatro vagas automáticas, duas masculinas e duas femininas, a serem decididas pela Confederação Brasileira. Iris Sing, já estava garantida nos Jogos Olímpicos pelo ranking mundial. Os outros três competidores foram conhecidos através de seletiva, realizada em 18 de Março de 2016 na cidade de Vitória - ES. [42]

Masculino
Atleta Evento Oitavas Quartas Semifinais Repescagem Disp. Bronze Final Posição
Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado
Venilton Teixeira −58 kg IsraelISR Atias
V 16-2
MéxicoMEX Navarro Valdez
D 5-8
Não avançou
Maicon de Andrade +80 kg Estados UnidosUSA Lambdin
V 9-7
NígerNIG Alfaga
D 1-6
Não avançou FrançaFRA N'diaye
V 5-2
Grã-BretanhaGBR Cho
V 5-4
Não avançou Medalha de bronze
Feminino
Atleta Evento Preliminares Quartas Semifinais Repescagem Disp. Bronze Final Posição
Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado
Iris Sing -49 kg Nova ZelândiaNZL Kilday
V 7-5
MéxicoMEX Manjarrez Bastidas
D 4-14
Não avançou
Júlia Vasconcelos -57 kg FinlândiaFIN Mikkonen
D 9-10
Não avançou 11º

Tênis[editar | editar código-fonte]

Thomaz Bellucci classificou-se pelo Ranking da ATP, por estar entre os 56 melhores em 6 de junho de 2016. Teliana Pereira não estava entre as 56 melhores, mas se classificou como a melhor brasileira no Ranking da WTA. Marcelo Melo e Bruno Soares estão classificados por estarem entre os 10 melhores no Ranking de duplas. Teliana Pereira e Paula Gonçalves estão classificadas na chave de duplas como melhores brasileiras classificadas no Ranking de duplas da WTA. [43]

Masculino
Atleta Evento Fase de 64 Fase de 32 Fase de 16 Quartas Semifinais Final
Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Posição
Thomaz Bellucci Simples AlemanhaGER J. Brown
V 4-6, 5-4 RET
UruguaiURU P. Cuevas
V 6–2, 4–6, 6-3
BélgicaBEL D.Goffin
V 7–6(12–10), 6-4
EspanhaESP R.Nadal
D 6-2, 4–6, 2-6
Não avançou
Rogério Dutra Silva ItáliaITA T. Fabbiano
V 7-6(7–4), 6-1
FrançaFRA G. Monfils
D 2-6, 4-6
Não avançou
Thomaz Bellucci
André Sá
Duplas n/a Grã-BretanhaGBR A. Murray/J. Murray
V 7-6(8–6),7-6(16–14)
ItáliaITA F. Fognini/A. Seppi
D 7-5, 5-7, 3-6
Não avançou
Marcelo Melo
Bruno Soares
n/a TailândiaTHA Sa. Ratiwatana/So. Ratiwatana
V 6-0,7-6(7–1)
SérviaSRB N. Djokovic/N. Zimonjić
V 6-4, 6-4
RomêniaROU F. Mergea/H. Tecău
D 4-6, 7–5,2-6
Não avançou
Feminino
Atleta Evento Fase de 64 Fase de 32 Fase de 16 Quartas Semifinais Final
Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Posição
Teliana Pereira Simples FrançaFRA C. Garcia
D 1-6, 2-6
Não avançou
Teliana Pereira
Paula Gonçalves
Duplas n/a EspanhaESP C. Navarro/G. Muguruza
D 6-7(6–8), 2-6
Não avançou
Mistas
Atleta Evento Fase de 16 Quartas Semifinais Final
Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Posição
Teliana Pereira
Marcelo Melo
Duplas FrançaFRA C. Garcia/Mahut
V 7-6(4), 7-6(1)
Estados UnidosUSA B. Mattek-Sands/J. Sock
D 4–6, 4–6
Não avançou

Tênis de mesa[editar | editar código-fonte]

O Brasil tem direito a uma equipe masculina e uma feminina nas competições de tênis de mesa, por ser país anfitrião. Hugo Calderano conseguiu a vaga na disputa individual ao vencer os Jogos Pan-Americanos de 2015. Já Gustavo Tsuboi, Caroline Kumahara e Lin Gui asseguraram as suas vagas na disputa de simples pelo Pré-Olímpico Latino Americano.

Cazuo Matsumoto e Bruna Takahashi ocuparam a terceira vaga nas equipes pelo ranking latino-americano da ITTF.[44]

Masculino
Atleta Evento Preliminar Rodada 1 Rodada 2 Rodada 3 Oitavas Quartas Semifinal Final
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Pos.
Hugo Calderano Simples Bye CubaCUB Pereira
V 4-0
SuéciaSWE Gerell
V 4-1
Hong KongHKG Tang
V 4-2
JapãoJPN Mizutani
D 2-4
Não avançou
Gustavo Tsuboi Simples Bye CongoCGO Wang
D 0-4
Não avançou
Cazuo Matsumoto
Gustavo Tsuboi
Hugo Calderano
Equipes n/a Coreia do SulKOR Coreia do Sul
D 0-3
Não avançou
Feminino
Atleta Evento Preliminar Rodada 1 Rodada 2 Rodada 3 Oitavas Quartas Semifinal Final
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Adversário
resultado
Pos.
Caroline Kumahara Simples AustráliaAUS Tapper
V 4-2
LuxemburgoLUX Ni XI
D 3-4
Não avançou
Gui Lin Simples Bye EspanhaESP Dvorak
V 4-2
RomêniaROU Samara
D 3-4
Não avançou
Bruna Takahashi
Caroline Kumahara
Gui Lin
Equipes n/a ChinaCHN China
D 0-3
Não avançou

Tiro[editar | editar código-fonte]

Como país-sede, o Brasil tem por direito nove cotas olímpicas, que serão distribuídas pelo COB para os atletas de melhor desempenho. São cinco vagas no masculino (carabina deitado, pistola de tiro rápido, pistola de ar, fossa olímpica e skeet) e quatro vagas no feminino (carabina de ar, pistola 25m, fossa olímpica e skeet). Como os Jogos Pan-Americanos serviam como classificatória para as Olimpíadas, o Brasil abriu mão das cotas por ser país-sede das modalidades carabina deitado 50m masculino e pistola de ar 10m, que deverão ser ocupadas por Cassio Rippel e Felipe Wu, respectivamente, medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2015.[45]

Masculino
Atleta Evento Qualificação Semifinal Final
Pontos Pos. Pontos Pos. Pontos Pos.
Júlio Almeida Pistola de ar 10 m 577 13º n/a Não avançou 13º
Pistola 50 m 542-7x 30º n/a Não avançou 30º
Emerson Duarte Pistola rápida 25 m 578-19x 13º n/a Não avançou 13º
Renato Portela Skeet 116 22º Não avançou 22º
Cassio Rippel Carabina deitado 50 m 261.3 26º n/a Não avançou 26º
Carabina em 3 posições 50 m 1129-45x 44º n/a Não avançou 44º
Roberto Schmits Fossa olímpica 115 15º n/a Não avançou 15º
Felipe Almeida Wu Pistola de ar 10 m 580 7º Q n/a 2021 Medalha de prata
Pistola 50 m 533-3x 39º n/a Não avançou 39º
Feminino
Atleta Evento Qualificação Semifinal Final
Pontos Pos. Pontos Pos. Pontos Pos.
Daniela Carraro Skeet 52 21º Não avançou Não avançou 21º
Rosane Ewald Carabina de ar 10 m 396,9 50º n/a Não avançou 50º
Carabina em 3 posições 50 m 550-17x 37° n/a Não avançou 37°
Janice Teixeira Fossa olímpica 60 21 Não avançou

Tiro com arco[editar | editar código-fonte]

O Brasil terá direito a três vagas em cada gênero, bem como um vaga em cada disputa por equipes por ser o país sede.

Marcus D'Almeida, que foi medalhista de prata nos Jogos Olímpicos da Juventude em 2014 e também na Copa do Mundo em 2015, assim como Bernardo de Sousa, bronze no Pan de Toronto 2015, garantiram a vaga por sua colocação na seletiva olímpica. No feminino, Ane Marcelle Gomes e Sarah Nikitin também se garantiram por meio da seletiva olímpica.

Daniel Rezende Xavier, pentacampeão brasileiro e presente nos Jogos de Londres 2012, no masculino, e Marina Canetta Gobbi, no feminino, entraram por escolha técnica e farão parte do time principal. Marcelo da Silva Costa Filho e Michelle Terada Acquesta ficarão como reservas.[46]

Masculino
Atleta Evento Fase de Ranking Fase de 64 Fase de 32 Oitavas Quartas Semifinais Final
Placar Pos. Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Pos.
Marcus Vinicius D'Almeida Individual 658 34º Estados UnidosUSA J. Kaminski
D 1-7
Não avançou
Bernardo Oliveira 651 45º AustráliaAUS A. Potts
V 6-4
ChileCHI R. Soto
D 1-7
Não avançou
Daniel Rezende Xavier 639 53º Coreia do SulKOR S. Lee
D 2-6
Não avançou
Marcus Vinicius D'Almeida
Bernardo Oliveira
Daniel Rezende Xavier
Equipes 1948 11º n/a ChinaCHN China
D 2-6
Não avançou
Feminino
Atleta Evento Fase de Ranking Fase de 64 Fase de 32 Oitavas Quartas Semifinais Final
Placar Pos. Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Pos.
Ane Marcelle dos Santos Individual 637 26ª JapãoJPN S. Nagamine
V 7-3
AustráliaAUS A. Ingley
V 6-0
Grã-BretanhaGBR N. Folkard
D 2-6
Não avançou
Sarah Nikitin 609 50ª Coreia do NortePRK U. Kang
D 0-6
Não avançou
Marina Gobbi 599 54ª ChinaCHN Y. Qi
D 1-7
Não avançou
Ane Marcelle dos Santos
Sarah Nikitin
Marina Gobbi
Equipes 1845 11º n/a ItáliaITA Itália
D 0-6
Não avançou

Triatlo[editar | editar código-fonte]

Masculino
Atleta Evento Natação Ciclismo Corrida Total Posição
final
Tempo Posição Tempo Posição Tempo Posição
Diogo Sclebin Masculino 18:20 48º 1:18:38 45º 1:43:40 41º 1:52:32 41º
Feminino
Atleta Evento Natação Ciclismo Corrida Total Posição
final
Tempo Posição Tempo Posição Tempo Posição
Pamella Oliveira Feminino 19:04 40º 1:04:43 40º 38:40 40º 2:04:03 40º

Vela[editar | editar código-fonte]

O Brasil, como país anfitrião, tem uma vaga em cada competição, sendo 5 no masculino, 4 no feminino e 1 mista. As vagas pertencem ao país e não aos atletas, com isso a Confederação Brasileira de Vela apontou quais atletas competirão. [47]

Masculino
Atleta Evento Regata Pontos Posição
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 M
Ricardo Winicki RS:X 6 9 7 3 16 30 21 9 9 6 9 11 148
Robert Scheidt Laser 23 1 27 4 11 2 4 5 26 11 n/a 89
Jorge Zarif Finn 4 6 11 22 2 19 2 13 15 9 n/a 87
Bruno Bethlem
Henrique Haddad
470 19 23 25 17 22 27 9 11 14 16 n/a EL 183 22º
Gabriel Borges
Marco Grael
49er 10 11 8 7 19 7 11 17 10 8 15 6 EL 109 11º
Feminino
Atleta Evento Regata Pontos Posição
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 M
Patrícia Freitas RS:X 6 8 4 2 13 16 10 1 3 8 8 9 80
Fernanda Decnop Laser Radial 14 19 20 19 28 26 16 23 8 18 n/a EL 163 24º
Ana Barbachan
Fernanda Oliveira
470 5 5 13 10 2 21 9 7 15 5 n/a 76
Martine Grael
Kahena Kunze
49er FX 9 1 1 10 2 6 3 3 11 2 7 2 48 Medalha de ouro
Misto
Atleta Evento Regata Pontos Posição
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 M
Samuel Albrecht
Isabel Swan
Nacra 17 17 1 17 9 2 16 12 4 19 7 8 8 117 10º

Voleibol[editar | editar código-fonte]

Masculino

A Seleção masculina está classificada para os Jogos Olímpicos por ser o país anfitrião.

Escalação.[48]

Camisa Nome Posição Idade Altura Clube
1 Bruninho Capitão Levantador 30 1,90 m Brasil SESI São Paulo
3 Éder Meio-de-rede 32 2,04 m Brasil Funvic Taubaté
4 Wallace Oposto 29 1.98 m Brasil Funvic Taubaté
7 William Levantador 36 1.85 m Brasil Sada Cruzeiro
10 Serginho Líbero 40 1,84 m Brasil SESI São Paulo
12 Lipe Ponteiro 28 1,96 m Brasil Funvic Taubaté
13 Maurício Souza Meio-de-rede 27 2,09 m Brasil Brasil Kirin Campinas
14 Douglas Souza Ponteiro 20 1,99 m Brasil SESI São Paulo
16 Lucão Meio-de-rede 30 2,09 m Brasil SESI São Paulo
17 Evandro Oposto 34 2,07 m Brasil Sada Cruzeiro
18 Lucarelli Ponteiro 24 1,95 m Brasil Funvic Taubaté
19 Maurício Borges Ponteiro 27 1,99 m Turquia Arkas Spor
Bernardinho Treinador 60
  • Idade em 18 de julho de 2016
Fase de Grupos


Equipes classificadas para as quartas de final
Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
1 Bandeira da Itália Itália 12 5 4 1 2 2 0 0 1 0 13 5 2.600 432 375 1.152
2 Bandeira do Canadá Canadá 9 5 3 2 2 1 0 0 1 1 10 7 1.429 378 378 1,000
3 Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos 9 5 3 2 1 2 0 0 1 1 10 8 1.250 419 405 1.035
4 Bandeira do Brasil Brasil 9 5 3 2 0 3 0 0 2 0 11 9 1.222 467 442 1.057
5 Bandeira da França França 6 5 2 3 2 0 0 0 2 1 8 9 0.889 386 367 1.052
6 Bandeira do México México 0 5 0 5 0 0 0 0 1 4 1 15 0.067 283 398 0.711

Ordenamento da classificação: 1) Número de vitórias; 2) Pontos; 3) Razão de sets; 4) Razão de pontos; 5) Confronto direto.[49]


7 de agosto
11:35
Relató