Parque Aquático Maria Lenk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O parque aquático recebeu as provas de natação, saltos ornamentais e nado sincronizado dos Jogos Pan-americanos de 2007 e dos Jogos Olímpicos de Verão de 2016

O Parque Aquático Maria Lenk integra o Complexo Esportivo Cidade dos Esportes, na Barra da Tijuca, parte dos investimentos da prefeitura do Rio de Janeiro para receber as competições de natação, nado sincronizado e saltos ornamentais dos Jogos Pan-americanos de 2007. O nome do parque aquático é uma homenagem à nadadora brasileira Maria Lenk, falecida pouco menos de três meses antes de sua inauguração.[1]

O Parque Aquático, projetado de acordo com os parâmetros e especificações estabelecidos da Federação Internacional de Natação (FINA), é parcialmente coberto e composto por uma piscina olímpica, uma piscina de aquecimento e um tanque para saltos ornamentais.

O complexo tem capacidade para receber aproximadamente oito mil pessoas. A área de construção é de 42 mil metros quadrados. As instalações esportivas também foram projetadas de acordo com as especificações exigidas para a realização dos Jogos Parapan-americanos de 2007, bem como ambientes e equipamentos preparados para receber portadores de necessidades especiais.

Passou a ser, a partir de março de 2008, a ser administrada pelo Comitê Olímpico Brasileiro,[2] que tem projetos de treinamentos para atletas olímpicos e paraolímpicos, técnicos e árbitros, além de cursos, congressos, workshops, academia de ginástica e escolinhas de natação, pólo aquático, saltos ornamentais e nado sincronizado.

O Comitê Olímpico Brasileiro hoje administra o parque, onde além de treinamentos de escolinhas de natação e de outros esportes áquaticos, o parque possui áreas para treinamento de Judô, Academia de Musculação, promove Cursos e Workshops, além de centro de treinamento de outros esportes, parte dos escritórios do Comitê Olímpico Brasileiro ficam no parque, desta forma o local se tornou um bom legado dos Jogos Pan-americanos de 2007 para a cidade do Rio de Janeiro e além do mais o parque será utilizado para Jogos Olímpicos de Verão de 2016.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Leonardo Filipo e Lygia Gismondi (10 de maio de 2013). «Legado do Pan: quase sem torneios, Maria Lenk será fechado para obras». Globo Esporte. Consultado em 21 de julho de 2016. 
  2. Terra (18 de março de 2008). «COB adquire Parque Aquático Maria Lenk». Consultado em 30 de julho de 2009. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]