Brasil nos Jogos Olímpicos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Olympic Rings white.svg
Brasil nos Jogos Olímpicos
Comitê Olímpico Nacional (CON)
Código do COI BRA
Nome Comitê Olímpico do Brasil
site oficial
Participações nos Jogos Olímpicos
Verão 19201924192819321936194819521956196019641968197219761980198419881992199620002004200820122016
Inverno 1992199419982002200620102014
Esporte do Brasil
Flag of Brazil.svg
Comitê Olímpico Brasileiro (COB)
Código do COI BRA
Eventos Multiesportivos
Olimpíadas  • Pan  • Sul-Americanos  • Lusofonia
Esportes
Futebol (FIFA) Copa do Mundo  • Copa América  • Copa das Confederações
Futsal (FIFA) Copa do Mundo  • Copa América
Voleibol (FIVB) Copa do Mundo  • Mundial  • Liga  • Grand Prix  • Sul-Americano
Natação (FINA) Campeonato Mundial
Atletismo (IAAF) Campeonato Mundial
Rugby (WR) Copa do Mundo  • Sul-Americano

A primeira vez do Brasil nos Jogos Olímpicos ocorreu nos Jogos Olímpicos de 1920, em Antuérpia, Bélgica.[1] Participou de cada edição desde então, com exceção dos jogos de 1928, em Amsterdã, na Holanda. Nos Jogos Olímpicos de Inverno, o Brasil estreou em 1992, em Albertville, na França. As participações do país em Jogos Olímpicos totalizam 30 em sua história, sendo 22 na edição de verão, 6 na edição de inverno, uma nos Jogos Olímpicos da Juventude de Verão e uma nos Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno.

História nos Jogos Olímpicos de Verão[editar | editar código-fonte]

A primeira participação brasileira em Olimpíadas foi nos Jogos Olímpicos de 1920, em Antuérpia, Bélgica.[nota 1] A delegação era constituída por 22 atletas, todos homens, que conquistaram 3 medalhas no tiro desportivo, uma de ouro, uma de prata e uma de bronze. Os atletas foram enviados pela Confederação Brasileira de Desportos (CBD).

O primeiro brasileiro a competir nos Jogos Olímpicos, porém, foi Adolphe Christiano Klingelhoeffer, em Paris 1900. Cidadão brasileiro nascido em Paris, filho de um francês com uma brasileira, ele competiu nos 60 metros rasos, 200 metros rasos e 110 metros com barreiras. Klingelhoeffer não é reconhecido pelo Comitê Olímpico Brasileiro porque em 1900 ainda não existiam comitês olímpicos nacionais.[2]

Em 1924, , o Brasil teve sua primeira mulher atleta, Maria Lenk.

Em 1935, foi reativado o Comitê Olímpico Brasileiro, fundado inicialmente em 1914. Nos jogos realizados em 1936, a CBD mandou uma delegação e o COB enviou outra. Antes que o Comitê Olímpico Internacional (COI) proibisse a participação do Brasil, ambas as delegações se fundiram. Desde então, o COB organiza e leva os atletas aos Jogos.

Depois de 1920, o Brasil só voltou a ganhar medalhas em 1948, com um bronze do basquete masculino. Na edição seguinte, 1952, voltou a ganhar um ouro com Adhemar Ferreira da Silva no salto triplo do atletismo. Desde então, o país tem conseguido medalhas em todas as edições.

No total, o Brasil conquistou 128 medalhas na história dos jogos olímpicos, todas nas edições de verão. São 30 de ouro, 36 de prata e 62 de bronze, o que o torna o país sul-americano com o melhor retrospecto na história das Olimpíadas da era moderna e o 4º maior ganhador das Américas atrás apenas dos EUA, Canadá e Cuba, respectivamente. Essa posição foi conquistada nos jogos de Atenas, em 2004, quando ultrapassou a sua arquirrival Argentina, que era a primeira colocada na América do Sul até então. É também um dos raros países a ter um atleta que recebeu a Medalha Pierre de Coubertin: Vanderlei Cordeiro de Lima.

Desde que iniciou seu Histórico olímpico, a delegação brasileira enviou milhares de atletas em suas mais de 2 mil vagas olímpicas até o momento. Em 2016, o Rio de Janeiro sedia os Jogos Olímpicos de Verão de 2016, sendo a primeira cidade da América do Sul a sediar o maior evento do esporte mundial. A maior delegação brasileira da história teve 465 atletas em 28 esportes.

História nos Jogos Olímpicos de Inverno[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira participação em Albertville em 1992, o país levou 6 homens e 1 mulher, todos competindo no esqui alpino. Quatorze anos depois, em Turim 2006, Isabel Clark, praticante de snowboard, alcançou o melhor resultado histórico de participação brasileira (bem como latino-americana) nos Jogos de Inverno, ficando em nono lugar no snowboard em Turim 2006. A tabela abaixo sintetiza as participações do Brasil nos Jogos de Inverno:[1]

Ano Cidade Atleta Prova Resultado
1992
(Detalhes)
Albertville Evelyn Schuler E.Alpino-Slalom Gigante 40°
Christian Lothar Munder E.Alpino-Slalom Gigante 41°
Sérgio Schuler E.Alpino-Slalom Gigante 64°
Marcelo Apovian E.Alpino-Slalom Gigante 73°
Hans Egger E.Alpino-Slalom Gigante DNF
Flávio Igel E.Alpino-Slalom Gigante DNS
1994
(Detalhes)
Lillehammer Christian Lothar Munder E.Alpino-Super combinado 50°
1998
(Detalhes)
Nagano Marcelo Apovian E.Alpino-Slalom Gigante 37°
2002
(Detalhes)
Salt Lake City Franziska Becskehazy E.Cross country 10 km 59°
Mirella Arnold E.Alpino-Slalom gigante 48°
Alexandre Penna E.Cross country 50 km 59°
Nikolai Hentsch E.Alpino-Slalom gigante DSQ
Renato Mizoguchi Luge 46°
Ricardo Raschini Luge 45°
Brasil Equipe Trenó/4(Bobsleigh) 27°
2006
(Detalhes)
Turim Isabel Clark Snowboard-boardercross
Jaqueline Mourão E.Cross country 10 km 67°
Mirella Arnold E.Alpino-Slalom gigante 43°
Hélio de Freitas E.Cross country 15 km 93°
Nikolai Hentsch E.Alpino-Slalom gigante 30°
E.Alpino-Downhill 43°
Brasil Equipe Trenó/4(Bobsleigh) 25°
2010
(Detalhes)
Vancouver Maya Harrisson E.Alpino-Slalom DNF
E.Alpino-Slalom gigante 48º
Jhonatan Longhi E.Alpino-Slalom DNF
E.Alpino-Slalom gigante 56º
Jaqueline Mourão E.Cross country 10 km 67º
Leandro Ribela E.Cross country 15 km 90º
Isabel Clark Ribeiro Snowboard cross 19º
2014
(Detalhes)
Sóchi
Jaqueline Mourão Biatlo-Velocidade 76°
Biatlo-Individual 77°
Brasil Dupla Trenó/2(Bobsleigh) 19°
Brasil Equipe Trenó/4(Bobsleigh) 29°

Quadros de medalhas[editar | editar código-fonte]

Maiores multimedalhistas[editar | editar código-fonte]

Quinze brasileiros tem 3 ou mais medalhas.

Número Atleta Esporte Anos Edições Gênero Ouro Prata Bronze Total
1 Robert Scheidt Vela 1996–2012 6 M 2 2 1 5
2 Torben Grael Vela 1984–2004 6 M 2 1 2 5
3 Sérgio Dutra Santos Vôlei 2004–2016 4 M 2 2 0 4
4 Gustavo Borges Natação 1992–2004 4 M 0 2 2 4
5 Marcelo Ferreira Vela 1992–2004 4 M 2 0 1 3
6 Bruno Rezende Vôlei 2008–2016 3 M 1 2 0 3
Dante Amaral Vôlei 2000–2012 4 M 1 2 0 3
Gilberto Godoy Filho Vôlei 2000–2012 4 M 1 2 0 3
Rodrigo Santana Vôlei 2004–2012 3 M 1 2 0 3
10 Emanuel Rego Volleyball (beach) pictogram.svg Voleibol de Praia 1996–2012 5 M 1 1 1 3
Ricardo Santos Volleyball (beach) pictogram.svg Voleibol de Praia 2000–2012 4 M 1 1 1 3
12 César Cielo Filho Natação 2008–2012 2 M 1 0 2 3
Hélia Souza Vôlei 1992–2008 5 F 1 0 2 3
Rodrigo Pessoa Hipismo 1992–2012 6 M 1 0 2 3
15 Isaquias Queiroz Canoagem 2016 1 M 0 2 1 3

Notas e referências

Notas

  1. Pesquisadores atuais descobriram, porém, que o primeiro brasileiro a competir nos Jogos Olímpicos o fez em Paris 1900. Trata-se de Adolphe Christiano Klingelhoeffer, cidadão brasileiro nascido em Paris, filho de um francês com uma brasileira. Ele competiu nos 60 m rasos, 200 m rasos e 110 metros com barreiras. Klingelhoeffer não é reconhecido pelo Comitê Olímpico Brasileiro porque em 1900 ainda não existiam comitês olímpicos nacionais.[2]
  2. Na Olimpíada de Atenas, Vanderlei Cordeiro de Lima recebeu a Medalha Pierre de Coubertin, a mais rara e alta honraria concedida pelo Comitê Olímpico Internacional. Até então fora concedida apenas 29 vezes.
  3. a b c Uma das medalhas no atletismo depende da IAAF ratificar uma decisão do COI de retirar um ouro da Rússia em 2008 por doping.
  4. a b Inclui maratona aquática.

Referências

  1. a b «Olimpíadas de Antuérpia, 1920 - UOL Esporte». olimpiadas.uol.com.br. Consultado em 2016-07-04. 
  2. «Enciclopédia mapeia 1.797 atletas brasileiros que foram a Olimpíadas». Folha de S Paulo. Consultado em 22/02/2015. 

Ver também[editar | editar código-fonte]