Rugby sevens nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Olympic Rings white.svg
Rugby sevens nos
Jogos Olímpicos de Verão de 2016
Brasil Rio de Janeiro, Brasil
Rugby Sevens, Rio 2016.png
Dados
Eventos 2
Medalhistas
Medalha de ouro Ouro Fiji Fiji (FIJ) (masculino)
Austrália Austrália (AUS) (feminino)
Medalha de prata Prata Grã-Bretanha Grã-Bretanha (GBR) (masculino)
Nova Zelândia Nova Zelândia (NZL) (feminino)
Medalha de bronze Bronze África do Sul África do Sul (RSA) (masculino)
Canadá Canadá (CAN) (feminino)
◄◄ França 1924 Olympic Rings white.svg Japão 2020 ►►

Os torneios de rugby sevens (seven-a-side) ou rúgbi de sete nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016, no Rio de Janeiro, foram disputados entre 6 e 11 de agosto de 2016, na Arena de Deodoro,[1] no Parque Olímpico de Deodoro, na Vila Militar. Até 288 atletas, 144 de cada sexo, estiveram nas disputas.

As regras do rugby moderno foram documentadas e codificadas em meados do século 19 na Universidade de Cambridge, Inglaterra. Em 1871 ocorreu a primeira disputa internacional, entre Escócia e Inglaterra e em 1886 foi fundada a World Rugby (Conselho Internacional de Rugby – IRB até 2014), com um grande aumento da popularidade internacional na virada para o século 20, com diferentes variantes. Atualmente, existem duas modalidades principais: rugby fifteen ou rugby union (quinze jogadores) e rugby sevens (sete jogadores).

O rugby teve quatro presenças esporádicas em olimpíadas na história, sempre na modalidade masculina de quinze jogadores, o rugby union, com sua estreia em Paris, em 1900. Retornou em Londres, em 1908 e em Antuérpia, em 1920, e Paris, em 1924. Noventa e dois anos depois, reestreou na versão de sete jogadores em cada equipe, o rugby sevens, com doze equipes masculinas e doze femininas.[2]

Forma de disputa[editar | editar código-fonte]

Campo medidas-rotated.png

O objetivo de cada equipe é ultrapassar a linha de fundo do campo adversário e tocar com a bola ao chão (try). Cada try soma cinco pontos para a equipe marcadora e dá direito a um chute à meta adversária (conversão), o gol em forma de U. Se converter, a equipe soma mais dois pontos. Outra forma de obter pontos é o chute ao gol, de forma direta (drop goal) ou em cobrança de penalidade, que valem três pontos.

Scrum

As partidas são disputadas em dois períodos de sete minutos nas fases iniciais e em dois períodos de dez minutos nas disputas por medalhas. Não há empate nas fases de mata-mata, se um jogo terminar empatado no tempo normal, as equipes disputam um tempo-extra até que uma equipe marque pontos. O tempo-extra é em períodos de cinco minutos.

Cada equipe disputa as partidas com sete jogadores, mas dispõe de cinco reservas, dos quais apenas três podem entrar em cada partida.

Na fase preliminar, as doze equipes de cada torneio são dividas em três grupos de quatro equipes que se enfrentam. O time vencedor recebe três pontos, o perdedor recebe um e equipes empatadas recebem dois pontos cada. Classificam-se para a fase decisiva os dois melhores de cada grupo e os dois melhores terceiros colocados.

A fase decisiva é no sistema de chaves (mata-mata), em que o vencedor passa para a fase seguinte. Os vencedores das semifinais disputam a medalha de ouro e os perdedores disputam a medalha de bronze. Há jogos entre os desclassificados para definir sua posição na classificação do torneio.

Qualificação[editar | editar código-fonte]

Foram colocadas em disputa vinte e duas vagas, onze para cada torneio, de um total de vinte e quatro vagas.[3]

País-sede: o Brasil tem garantida uma vaga em cada um dos torneios, desde que tenha participado em competições internacionais oficiais. No feminino, como o Brasil não tem uma participação regular nos torneios da World Rugby, o IRB anunciou, em agosto de 2013, que a equipe feminina do Brasil estaria como convidada no Sevens World Series para a temporada 2013 -14, para que pudesse estar apta a participar dos Jogos.[4]

Classificação para o torneio masculino[editar | editar código-fonte]

Meio Classificatório Data Local Vagas Classificado[5]
País Sede 2 de Outubro 2009 Dinamarca Copenhague 1 Brasil Brasil
Série Mundial de Sevens 2014-15 17 de maio de 2015 Vários 4 FijiFIJ Fiji
Grã-BretanhaGBR Grã-Bretanha
Nova ZelândiaNZL Nova Zelândia
África do SulRSA África do Sul
Torneio CONSUR 2015 7 de Junho 2015 Argentina Santa Fé 1 ArgentinaARG Argentina
Torneio NACRA 2015 14 de Junho 2015 Estados Unidos Cary 1 Estados UnidosUSA Estados Unidos
Torneio Rugby Europe 2015 12 de Julho 2015 Vários 1 FrançaFRA França
Torneio ARFU 2015 8 de Novembro 2015 Hong Kong Hong Kong 1 JapãoJPN Japão
Torneio Oceania 2015 15 de Novembro 2015 Nova Zelândia Auckland 1 AustráliaAUS Austrália
Torneio Rugby Africa 2015 15 de Novembro 2015 África do Sul Johannesburg 1 QuêniaKEN Quênia
Torneio classificatório 19 de Junho 2016 Mónaco Fontvieille 1 EspanhaESP Espanha
Total 12

Classificação para o torneio feminino[editar | editar código-fonte]

Meio Classificatório Data Local Vagas Classificado[5]
País Sede 2 de Outubro 2009 Dinamarca Copenhague 1 Brasil Brasil
Série Mundial de Sevens 2014-15 17 de maio de 2015 Vários 4 AustráliaAUS Austrália
CanadáCAN Canadá
Grã-BretanhaGBR Grã-Bretanha
Nova ZelândiaNZL Nova Zelândia
Torneio CONSUR 2015 7 de Junho 2015 Argentina Santa Fé 1 ColômbiaCOL Colômbia
Torneio NACRA 2015 14 de Junho 2015 Estados Unidos Cary 1 Estados UnidosUSA Estados Unidos
Torneio Rugby Europe 2015 21 de Junho 2015 Vários 1 FrançaFRA França
Torneio Rugby Africa 2015 27 de Setembro 2015 África do Sul Johannesburg 1 QuêniaKEN Quênia
Torneio Oceania 2015 15 de Novembro 2015 Nova Zelândia Auckland 1 FijiFIJ Fiji
Torneio ARFU 2015 29 de Novembro 2015 Hong Kong Hong Kong 1 JapãoJPN Japão
Torneio classificatório 26 de Junho 2016 República da Irlanda Dublin 1 EspanhaESP Espanha
Total 12

Calendário dos torneios[editar | editar código-fonte]

Sábado
6 ago
Domingo
7 ago
Segunda
8 ago
Terça
9 ago
Quarta
10 ago
Quinta
11 ago
Feminino Grupos Grupos Quartas Semi Final
Masculino Grupos Grupos Quartas Semi Final

Torneio masculino[editar | editar código-fonte]

Grupo A Grupo B Grupo C

Árbitros[editar | editar código-fonte]

Vinte árbitros foram anunciados pela World Rugby.[6][7] Posteriormente, dois brasileiro foram incluídos como assistentes.

Torneio feminino[editar | editar código-fonte]

Grupo A Grupo B Grupo C

Árbitros[editar | editar código-fonte]

Vinte árbitros foram anunciados pela World Rugby.[8] Posteriormente, duas brasileiras foram incluídas como assistentes.

Medalhistas[editar | editar código-fonte]

No torneio masculino Fiji conquistou a sua primeira medalha na história dos Jogos, depois de superarem a Grã-Bretanha. O terceiro lugar foi para a África do Sul,que derrotou o Japão.[9][10] Já no torneio feminino a Austrália venceu a Nova Zelândia na final. O Canadá terminou em terceiro lugar ao ganhar o jogo contra a Grã-Bretanha.[11][12]

Evento Medalha de ouro Ouro Medalha de prata Prata Medalha de bronze Bronze
Masculino
detalhes
FijiFIJ Fiji Grã-BretanhaGBR Grã-Bretanha África do SulRSA África do Sul
Feminino
detalhes
AustráliaAUS Austrália Nova ZelândiaNZL Nova Zelândia CanadáCAN Canadá

Referências

  1. «Rugby de 7 - Programação da competição» (PDF) (em inglês). Rio 2016. 2 de agosto de 2016. Consultado em 20 de agosto de 2016. Cópia arquivada (PDF) em 20 de agosto de 2016 
  2. «Rugby - Explanatory Guide» (PDF) (em inglês). Rio 2016. Julho de 2015. 13 páginas. Consultado em 20 de agosto de 2016. Cópia arquivada (PDF) em 20 de agosto de 2016 
  3. «Rúgbi - Sistema de qualificação Rio 2016» (PDF). Rio 2016 - Final Qualification Process (em inglês). worldrugby.org. 22 de abril de 2016. Consultado em 20 de agosto de 2016 
  4. «Lapasset Presents Plans for Rugby Sevens at Rio 2016» (em inglês). Around the Rings. 8 de setembro de 2012. Consultado em 20 de agosto de 2016. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2016 
  5. a b Qualifying, World Rugby
  6. «Anunciados os árbitros para a estreia do rugby sevens nos Jogos Olímpicos (Referees announced for sevens' Olympic Games debut)» (Nota de imprensa). World Rugby. Consultado em 9 de julho de 2016 
  7. «Árbitros para o rugby sevens masculino na Olimpíada». World Rugby. Consultado em 9 de julho de 2016 
  8. «Árbitros para o rugby sevens feminino nas Olimpíadas». worldrugby.org. Consultado em 9 de julho de 2016 
  9. «Rugby de 7 Masculino - Medalhistas» (PDF). Rio 2016. 11 de agosto de 2016. Consultado em 20 de agosto de 2016. Cópia arquivada (PDF) em 20 de agosto de 2016 
  10. «Ilhas Fiji conquistam primeira medalha da sua história». SAPO. 12 de agosto de 2016. Consultado em 20 de agosto de 2016. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2016 
  11. «Austrália derrota Nova Zelândia e conquista ouro no rugby seven». ESPN Brasil. 8 de agosto de 2016. Consultado em 20 de agosto de 2016. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2016 
  12. «Rugby de 7 Feminino - Medalhistas» (PDF). Rio 2016. 8 de agosto de 2016. Consultado em 20 de agosto de 2016. Cópia arquivada (PDF) em 20 de agosto de 2016