HD 102195

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
HD 102195
Dados observacionais (J2000)
Constelação Virgo
Asc. reta 11h 45m 42,29s[1]
Declinação +02° 49′ 17,32″[1]
Magnitude aparente 8,06[1]
Características
Tipo espectral K0V[2]
G8V[3]
Cor (B-V) 0,84[1]
Astrometria
Velocidade radial 2,132 ± 0,001 km/s[2]
Mov. próprio (AR) -188,74 mas/a[4]
Mov. próprio (DEC) -113,40 mas/a[4]
Paralaxe 34,0560 ± 0,0555 mas[4]
Distância 95,77 ± 0,16 anos-luz
29,36 ± 0,05 pc
Magnitude absoluta 5,72
Detalhes
Massa 0,88 ± 0,02[5] M
Raio 0,84 ± 0,02[5] R
Gravidade superficial log g = 4,53 ± 0,03 cgs[5]
Luminosidade 0,49 ± 0,01[5] L
Temperatura 5283 ± 29[5] K
Metalicidade [Fe/H] = 0,096 ± 0,032[3]
Rotação v sin i = 3,23 ± 0,07 km/s[3]
Período = 12,3 ± 0,3 d[3]
Idade 0,6-4,2 bilhões[3] de anos
Outras denominações
BD+03 2549, HD 102195, HIP 57370, LTT 13232, SAO 119033.[1]
HD 102195
Virgo constellation map.png

HD 102195 é uma estrela na constelação de Virgo. Tem uma magnitude aparente visual de 8,06,[1] portanto não é visível a olho nu. Medições de paralaxe, do segundo lançamento do catálogo Gaia, indicam que está localizada a uma distância de 95,8 anos-luz (29,4 parsecs) da Terra.[4]

Características[editar | editar código-fonte]

Esta é uma estrela da sequência principal menor e mais fria que o Sol, já tendo sido classificada com os tipos espectrais de K0V[2] ou G8V.[3] Possui uma massa estimada de 88% da massa solar e um raio de 84% do raio solar. Sua fotosfera está brilhando com 49% da luminosidade solar a uma temperatura efetiva de 5 280 K.[5] Esta estrela tem uma metalicidade alta, um pouco maior que a solar, com uma proporção de ferro 25% superior à do Sol.[3] Seu período de rotação foi medido diretamente por monitoramento fotométricos, sendo igual a aproximadamente 12 dias.[3] Um alto nível de atividade cromosférica e uma rápida rotação sugerem que a estrela é jovem com uma idade próxima de 1 bilhão de anos. Modelos evolucionários estimam uma idade mais provável na faixa de 0,6 a 4,2 bilhões de anos, enquanto a baixa abundância de lítio sugere uma idade de mais de 500 milhões de anos.[3][2] Um campo magnético foi detectado, com intensidade média de 12,5 G.[6]

Sistema planetário[editar | editar código-fonte]

Em 2006, foi anunciada a descoberta por espectroscopia Doppler de um planeta extrassolar de curto período orbitando HD 102195. A descoberta foi a primeira feita pelo Exoplanet Tracker (ET), um instrumento instalado no Observatório Nacional de Kitt Peak que combina técnicas de espectroscopia e interferometria para obter dados precisos de velocidade radial. HD 102195 foi inicialmente observada 28 vezes pelo ET entre janeiro e maio de 2005, o que revelou grandes variações na sua velocidade radial da ordem de 100 m/s que a tornaram a candidata mais promissora a ter um planeta, dentre um total de 90 estrelas monitoradas. Observações adicionais pelo ET e pelo espectrógrafo do Telescópio Hobby–Eberly confirmaram a descoberta.[3]

Em 2007, o planeta foi descoberto independentemente a partir de dados do espectrógrafo HARPS, que fez 19 observações de HD 102195 entre maio de 2005 e fevereiro de 2006. Os dados de velocidade radial obtidos pelo HARPS são mais precisos e mostraram grande variabilidade além da causada pelo planeta, o que se deve ao alto nível de atividade da estrela. Uma técnica para corrigir as variações causadas por atividade estelar foi empregada, o que permitiu a geração de uma solução orbital melhorada. A solução orbital encontrada pelos dados do HARPS é parecida com a anterior do ET, porém mais precisa.[2]

O planeta, denominado HD 102195 b, é um Júpiter quente com uma massa mínima de 45% da massa de Júpiter, e orbita a estrela a uma distância de aproximadamente 0,05 UA com um período de 4,11 dias. Sua órbita é praticamente circular, com uma excentricidade consistente com zero.[2] Planetas próximos de suas estrelas possuem chances relativamente altas de trânsito, mas observações fotométricas de HD 102195 descartaram essa possibilidade.[3]

O sistema HD 102195 [2]
Planeta Massa Semieixo maior
(UA)
Período orbital
(dias)
Excentricidade
b >0,45 MJ 0,0491[3] 4,113775 ± 0,000557 0,0

Referências

  1. a b c d e f «HD 102195 -- High proper-motion Star». SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Consultado em 10 de julho de 2018. 
  2. a b c d e f g Melo, C.; et al. (maio de 2007). «A new Neptune-mass planet orbiting HD 219828». Astronomy and Astrophysics. 467 (2): pp.721-727. Bibcode:2007A&A...467..721M. doi:10.1051/0004-6361:20066845 
  3. a b c d e f g h i j k l Ge, Jian; et al. (setembro de 2006). «The First Extrasolar Planet Discovered with a New-Generation High-Throughput Doppler Instrument». The Astrophysical Journal. 648 (1): pp. 683-695. Bibcode:2006ApJ...648..683G. doi:10.1086/505699 
  4. a b c d Gaia Collaboration: Brown, A. G. A.; Vallenari, A.; Prusti, T.; de Bruijne, J. H. J.; et al. (2018). «Gaia Data Release 2. Summary of the contents and survey properties». Astronomy & Astrophysics. 616: A1, 22 pp. Bibcode:2018A&A...616A...1G. arXiv:1804.09365Acessível livremente. doi:10.1051/0004-6361/201833051.  Catálogo Vizier
  5. a b c d e f Bonfanti, A.; Ortolani, S.; Nascimbeni, V. (janeiro de 2016). «Age consistency between exoplanet hosts and field stars». Astronomy & Astrophysics. 585: A5, 14 pp. Bibcode:2016A&A...585A...5B. doi:10.1051/0004-6361/201527297 
  6. Fares, R.; et al. (outubro de 2013). «A small survey of the magnetic fields of planet-host stars». Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. 435 (2): p.1451-1462. Bibcode:2013MNRAS.435.1451F. doi:10.1093/mnras/stt1386 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]