Halel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Halel (do hebraico הלל‎, "Louvor") é uma oração judaica baseada em Tehilim (Salmos 113-118), que é utilizada como louvor e agradecimento[1] , recitada pelos judeus nas festividades judaicas.

  • Halel Completo – composto pelos Salmos 113-118, é recitado apenas nas festividades judaicas.
  • Halel Parcial - são omitidas as partes iniciais de Salmo 115 (1 a 11) e Salmo 116 (1 a 11), sendo recitada no primeiro dia de cada mês (Rosh Chodesh) e nos dias seguintes de Pessach.[2]

Dias sagrados[editar | editar código-fonte]

O halel é composto por seis Salmos (113-118), que são ditos como uma unidade, em ocasiões festivas. Em ambas as ocasiões, o halel geralmente é cantado em voz alta como parte do Shacharit (o serviço de oração da manhã), após o Shemoneh Esreh do Shacharit ("Os dezoito", a oração principal)[2] . Também é recitado durante as orações da noite da primeira noite da Páscoa[3] , exceto por judeus lituanos e alemães, e por todas as comunidades após a graça após as refeições no serviço de Seder de Pessach. Os 2 primeiros salmos 113 e 114 são cantados antes da refeição e os 4 restantes são cantadas depois da refeição[3] .

Ícone de esboço Este artigo sobre judaísmo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Livro de Salmos como uma fonte de oração - Portal Coisas Judaicas - nov. 2012
  2. a b Hallel – “Praise of G-d” - Jewish Orthodox Union - fev. 2014
  3. a b A Festa da Páscoa Judaica - jduarte.com