Salmo 23

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Salmo 23 (ou, pela numeração da Septuaginta, o Salmo 22) é atribuído ao Rei David, conforme a tradição judaica, David teria escrito este salmo quando estava cercado num oásis, à noite, por tropas de um rei inimigo, daí o Salmo inserir tamanha confiança na Providência Divina contra os inimigos. Na tradição católica, o salmo é rezado para afastar perigos e perseguições, sendo uma das orações mais poderosas. Alguns especialistas judaicos afirmam que há elementos cabalísticos em sua recitação em hebraico. É considerado o mais conhecido salmo bíblico[1] [2] . Uma das possíveis traduções para o português é:[3]

David era o irmão mais novo, entre os numerosos filhos de Jessé. O pai escolheu-o para pastor. O jovem pastor David, segundo o relato bíblico do livro do profeta Samuel, quando inspirado por força divina, matava as feras para defender as ovelhas do seu rebanho. Daí a forte referência pastoril em "O Senhor é meu pastor". Existem várias referências ao pastor e às ovelhas na Bíblia, sendo interessante pensar nas condições e locais da época assim como as ferramentas do pastor:

  • águas de descanso - pequenas lagoas onde as ovelhas bebem água.
  • vara - usada para enfrentar e afugentar animais selvagens.
  • cajado – usado para puxar as pernas das ovelhas quando se prendem ou içá-las quando caem.
  • óleo – azeite usado para tratar os ferimentos das ovelhas.

Tradução e Transliteração[editar | editar código-fonte]

Bíblia Sagrada[editar | editar código-fonte]

Versão 1[editar | editar código-fonte]

  1. O Senhor é o meu pastor, nada me faltará.
  2. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas.
  3. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.
  4. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque Tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.
  5. Preparas uma mesa perante a mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.[4]
  6. Certamente que a bondade e a misericórdia divina me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias .

Versão 2[editar | editar código-fonte]

  • O Senhor é meu pastor: nada me faltará.
  • O Senhor é meu pastor nada me falta, leva-me a descansar em verdes prados, conduz-me às águas refrescantes e reconforta a minha alma.
  • Ele me guia por sendas direitas por amor do seu nome.
  • Ainda que tenha de andar por vales tenebrosos, nada temerei, porque Vós estais comigo:
  • O Vosso cajado e o vosso báculo me enchem de confiança.
  • Para mim preparais a mesa à vista dos meus adversários;
  • Com óleo me perfumais a cabeça, e o meu cálice transborda.
  • A bondade e a graça hão-de acompanhar-me todos os dias da minha vida,
  • E habitarei na casa do Senhor para todo o sempre.[5]

Liturgia judaica[editar | editar código-fonte]

tehillim.(salmo de Davi.) ADONAI é meu pastor e nada me faltará. ele me repousará em campinas verdejantes e me introduzirá as águas calmas. tranquiliza a alma; - guia- me;em caminhos retos e de justiça por amor de Seu Nome. ainda que atravesse vales de escuridão, da morte, não recearei mal nenhum, porque Tu estarás comigo. Tua vara e teu cajado serão de escudo. Diante de mim preparará uma mesa de delícias na frente dos meus inimigos. Ungir-me-á com óleo de unção a minha cabeça e o meu cálice transbordará de fartura. Unicamente a felicidade e a misericórdia seguir-me-ão durante a minha vida. E o meu habitar será por longos dias na mansão do Eterno.

Transliteração[editar | editar código-fonte]

Hebraico [6] Transliterado
מזמור לדוד יי רעי לא אחסר: בנאות דשא Mizmor ledavid, hashem roi lo echsar. Binot deshê
ירביצני על מי מנחות ינהלני: נפשי ישובב ינחני iarbitseni, al-mê menuchot ienahaleni. Nafshí ieshovev iancheni
במעגלי צדק למען שמו: גם כי אלך בגיא צלמות bema´guelê tsedec lema´an shemô, gam qui elêch begue tsalmavet
לא אירא רע כי אתה עמדי, שבטך ומשענתך המה lo-irá rá´qui atá imadi, shivtêcha umishiantêcha hemá
ינחמוני: תערך לפני שלחן נגד צוררי, דשנת בשמן ienachamuni. Taarôch lefanai shulchan negued tsorerai, dishanta vashemen
ראשי כוסי רויה: אך טוב וחסד ירדפוני כל ימי roshi coci revaiá. aj tov vachesed irdefuni col iemê
חיי, ושבתי בבית יי לארך ימים: chaiai, veshavti bevêt hashem leorech iamim.

Referências

  1. Echegary, J. González et ali. A Bíblia e seu contexto (em português). 2 ed. São Paulo: Edições Ave Maria, 2000. 1133 p. 2 vol. ISBN 978-85-276-0347-8
  2. Pearlman, Myer. Através da Bíblia: Livro por Livro (em português). 23 ed. São Paulo: Editora Vida, 2006. 439 p. ISBN 978-85-7367-134-6
  3. Salmo 23 - Antigo Testamento (09.07.2015).
  4. Salmo 23 - O Senhor é o meu Pastor.
  5. Secretariado Nacional de Liturgia.
  6. Tehilim
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Salmo 23
Ícone de esboço Este artigo sobre a Bíblia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.