Hallyu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Onda Coreana[1] (Hangul한류; Hanja : 韓流 ; RR : Hallyu [1] ; MR : Hallyu) é um neologismo referente a popularização da cultura sul-coreana a partir dos anos 1990. O termo foi originado pelos jornalistas de Pequim, que se surpreenderam com a crescente popularidade da cultura sul-coreana na China. Este fenômeno foi referido mais tarde como "Hánliú" (韓流), que significa "fluxo da Coreia".[2][3] Ele foi impulsionado pela exportação de dramas coreanos, como Autumn Fairy Tale e Winter Sonata, além de músicas e filmes.

Primeiro impulsionado pela disseminação de K-dramas televisivos através do LesteSul e Sudeste da Ásia durante seus estágios iniciais, a onda coreana evoluiu de um desenvolvimento regional em um fenômeno global, devido à proliferação de pop coreano (K-pop) através de videoclipes no YouTube. Atualmente, a propagação da onda coreana para outras regiões do mundo está mais visível entre adolescentes e jovens adultos na América Latina , o Oriente MédioNorte da ÁfricaÁfrica do Sul e Europa Oriental.

Visão geral[editar | editar código-fonte]

A onda coreana é baseada em muitos aspectos diferentes da cultura sul-coreana, tais como:

  • K-Pop, a música popular coreana;
  • K-Drama, as novelas e filmes;
  • K-Fashion, a moda e o modo de vestir;
  • K-Food, a comida coreana;
  • K-Culture, a cultura e a língua coreana;
  • Tecnologia, incluindo smartphones e automóveis;
  • Quadrinhos animados e filmes.

Muitos consideram as influências culturais proveniente da Península Coreana, principalmente a cultura popular da Coreia do Sul, mas também a cultura tradicional coreana em sua totalidade, como parte da onda coreana.

Líderes do Hallyu[editar | editar código-fonte]

De acordo com estudo da Agência Cultural Coreana.[4]

Grupo Período Gênero Empresa
TVXQ! 2003–Presente Masculino S.M. Entertainment
BIGBANG 2006–Presente Masculino YG Entertainment
Girls' Generation 2007–Presente Feminino S.M. Entertainment

Referências

  1. Farrar, Lara (31 de dezembro de 2010). «'Korean Wave' of pop culture sweeps across Asia». CNN. Turner Broadcasting System, Inc. Consultado em 16 de março de 2010 
  2. Ravina, Mark (2009). «Introduction: Conceptualizing the Korean Wave». Southeast Review of Asian Studies 
  3. Kim, Ju Young (2007). «Rethinking media flow under globalisation: rising Korean wave and Korean TV and film policy since 1980s». University of Warwick Publications 
  4. Jan Omega (23 de outubro de 2015). «K-Pop Acts Big Bang, TVXQ, And Girls' Generation Are The Leaders Of Hallyu Wave According To The Korean Cultural Contents Agency» (em inglês). Consultado em 7 de março de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre a Coreia do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.