História de Várzea Grande (Mato Grosso)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Cronologia dos fatos que marcaram a história do município de Várzea Grande, no Estado de Mato Grosso.

Fundação[editar | editar código-fonte]

Várzea Grande foi fundada em 15 de maio de 1867, pelo presidente da província de Mato Grosso o Brigadeiro José Vieira Couto de Magalhães, com o Acampamento Couto Magalhães, Acampamento Militar construído para o aprisionamento de cidadãos paraguaios residentes em Cuiabá e cercanias na outra margem do Rio Cuiabá, no período da Guerra do Paraguai.[1] Sua origem está ligada a doação de uma sesmaria por parte do Governo Imperial em 1832 aos Índios Guanás, considerados mansos pelos portugueses e hábeis canoeiros e pescadores, com a denominação de Várzea Grande dos Guanás, foi também caminho obrigatório das boiadas que vinham de Rosário Acima (Hoje Rosário Oeste) em busca de Cuiabá.

Àquela época, Várzea Grande era um ponto estratégico: fazia divisa com Cuiabá pelas margens esquerda do Rio Cuiabá e a barra do Rio Coxipó..[2]

No mesmo período deve o inicio suas primeiras atividades econômicas da localidade como a confecção das redes cuiabanas e da industria da cerâmica. Nos séculos XVII é iniciada o cultivo da terra e no século XVIII o comércio de troca.[3]

Século XIX(19)[editar | editar código-fonte]

Com o fim da Guerra do Paraguai se formara três castas da sociedade formada por soldados e prisioneiros paraguaios e vaqueiros, com o crescimento o governo na época disponibilizou o primeiro professor a lecionar na localidade o mestre Bilão.

Em 4 de julho de 1874, é inaugurada a primeira ligação de Várzea Grande a Cuiabá a primeira balsa, com a presença de parte da população de Cuiabá, com bandeirolas, foguetes, girândolas e roqueiras (antigo canhão de ferro, cujos projéteis eram pedras) e sob o acordes do instrumental da banda de música do Arsenal de Guerra, a balsa deu início a travessia, o que permitiu maiores volumes de transportes de mercadorias daquele entreposto comercial para a capital.[4]

Em 1886, é criado o distrito de Paroquia de Várzea Grande.Com a promulgação da lei provincial nº 145 de 6 de abril de 1886

Em 1892 é construída a Igreja de Nossa Senhora da Guia, a primeira igreja do distrito em homenagem a atual padroeira do município.

Em 1899 a Paróquia de Várzea Grande contava com 2 escolas, 1 sub-delegacia, 1 cartório e uma urna para eleitores, mas se envolve na revolução de Totó Paes contra as tropas de Generoso Ponce, caracterizando assim um clima de terror, crises politicas e incertezas, forçando famílias a procurarem outras localidades.

Século XX(20)[editar | editar código-fonte]

Em 1906 a região começou o rápido crescimento de sua população, com o surgimento de povoados como os de São Gonçalo, Bonsucesso e de Capão Grande.

Em 1911 a Paróquia passava a ser o 3º distrito de Cuiabá, porem em 1920 o novo distrito recebeu mais atenção dos governantes no período sobretudo na área educacional. Possuía uma pequena banda, uma orquestra e um Teatro organizado pela professora Adalgisa de Barros.

A prefeitura cede uma area de terra em 1938 à Abelardo Ribeiro de Azevedo à ser distribuída ao povo para a formação de uma Colonia de Trabalhadores, que foi formada pelo Córrego de Areia, Lagoa dos Patos e Capão de Negro, no mesmo período outras famílias mudaram para a região, na qual originou a criação do quilombo Capão de Negro.[5]

Os anos 40 foram marcados por grandes obras de infla-estrutura, como a construção da Ponte Julio Müller e inaugurada em 22 de janeiro de 1942 e da chegada da energia elétrica em 1945, transformando Várzea Grande no terceiro distrito de energia de Cuiabá.

Em 1948 Várzea Grande se emancipa de Cuiabá com a promulgação da lei estadual nº 126 de 23 de setembro de 1948 de autoria do deputado estadual Licínio Monteiro da Silva.

Para a formação do novo município, além das terras do antigo 3º distrito cuiabano, foi incorporado uma área do município de Nossa Senhora do Livramento, somando cerca de 600 Kms². Cinco anos mais tarde foi anexada também a Várzea Grande a área do distrito de Passagem da Conceição, totalizando assim 682 Kms².[6]

No mesmo período o município aumenta o seu comércio com a capital Cuiabá fornecendo-lhe: carne, galináceos, suínos,lenhas, carvão, material para construção e uma grande quantidade de cereais.

Em 1949, o município recebe a área para a primeira pista de decolagem de aeronaves e a criação da Câmara Municipal.

Em 1956 a pista de decolagem de aeronaves é transferida da Vila Militar, em Cuiabá, para o bairro Jardim Aeroporto, em Várzea Grande.

Em 1957 é inaugurado o Ginásio Estadual e o primeiro posto de combustível, e também é iniciada a construção da cadeia publica e a instalação da rede telefônica, nesse mesmo período o poder publico doa as primeiras áreas para a instalação de macro industrias e escritórios na cidade e também é aprovado o Código de tributos do município.

Em 1964 é inaugurado o terminal do Aeroporto Marechal Rondon no bairro Jardim Aeroporto.

Em 1970 foi inaugurado o Paço Municipal, E na mesma década chegaram ao Município indústrias do setor madeireiro, cerâmica, bebidas, alimentício, frigorifica e couros.

Em 1974 a Alameda Julio Müller, se transforma em distrito industrial, com a instalação de importantes industrias e também é construída a Avenida da FEB[7].

Em 1977 é inaugurado o campus do Senai no distrito Cristo Rei[8].

Em 1984 é iniciada diversas obras de intervenção urbana na cidade com o alargamento das Avenida da FEB, Avenida Felinto Müller, avenida Julio Campos e a Avenida Ulisses Pompeu de Campos.[9]

Em 1985 foi fundada a Associação Comercial e Industrial de Várzea Grande, hoje, Associação Comercial e Empresarial de Várzea Grande.[10]

Em 1986 é duplicada a ponte Julio Müller.[11]

Em 1989 foi fundada o Centro Universitário de Várzea Grande.

Século XXI(21)[editar | editar código-fonte]

O século XXI inicia com a inauguração da Ponte Sérgio Motta em 2002.

Em 2004 é inaugurado o Terminal de Integração André Maggi.

Em 2007 é inaugurado o Auto Shopping Fórmula, diversificando o comércio local.

Referências

  1. mt e seus municipios. «História de Várzea Grande Saiba mais sobre o surgimento da cidade de Várzea Grande». Consultado em 19 de janeiro de 2014  line feed character character in |título= at position 26 (ajuda)
  2. bibliotecaibge. «Várzea Grande Mato Grosso – MT!» (PDF). Consultado em 19 de janeiro de 2014  line feed character character in |título= at position 14 (ajuda)
  3. vgnoticias. «Relembrando o Passado: Parabéns, Várzea Grande!». Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  4. vgnoticias. «Há 140 anos a primeira balsa ligava Cuiabá com Várzea Grande». Consultado em 8 de abril de 2015 
  5. vg noticias. «Relembrando o passado do bairro Cristo Rei: "Realidade no Progresso de VG». Consultado em 24 de janeiro de 2014 
  6. vgnoticias. «Várzea Grande 66 anos de Emancipação do Município». Consultado em 22 de setembro de 2014 
  7. odocumento. «Várzea Grande, 65 anos de emancipação: Temos o que comemorar?». Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  8. SENAI-MT. «SENAI - Várzea Grande». Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  9. olhar direto. «Várzea Grande comemora 146 anos de fundação com passado de força e futuro de esperança». Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  10. ACIVAG. «Fundação da ACIVAG». Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  11. olhar direto. «Várzea Grande comemora 146 anos de fundação com passado de força e futuro de esperança». Consultado em 19 de janeiro de 2014