Sadia S. A.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Sadia)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2012).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sadia
Logotipo da Sadia
Logotipo da Sadia
Razão social Sadia S.A.
Tipo Empresa de capital fechado
Slogan Moderno é Sadia
Indústria Alimentícia
Gênero Subsidiária
Fundação 7 de junho de 1944 (73 anos)
Fundador(es) Attilio Fontana
Sede Concórdia, SC,  Brasil
Locais Argentina, Uruguai e Chile
Empregados 55 mil
Produtos Qualy, Hot Pocket, Sadia Soja, Miss Daisy, Deline, Speciale
Certificação ISO 9001 e ISO 14001 pela fábrica de Chapecó
Holding BRF (Anteriormente Brasil Foods S.A.)
Website oficial www.sadia.com.br

Sadia S. A. é o nome de uma empresa subsidiária de produção de alimentos frigoríficos do Brasil, fundada em 1944. A Sadia S.A. juntou as ações com a Perdigão S.A. e desde 19 de maio de 2009 faz parte do grupo Brasil Foods.[1][2] A maior unidade industrial da empresa está localizado em Uberlândia no estado de Minas Gerais.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Em meio às grandes transformações mundiais e ao avanço industrial brasileiro que marcaram a década de 1940, ante a impossibilidade de importações provocada pela II Guerra Mundial, a região de Concórdia, no Estado de Santa Catarina, também atravessava por mudanças em seu perfil.

Se nas décadas anteriores a região era vista como área de difícil acesso e desprovida de desenvolvimento social ou econômico, nos anos 40 começa a se tornar importante centro produtor. O cultivo do milho, trigo, feijão, fumo e batata crescia, assim como a criação de suínos, o que posicionava o município de Concórdia entre os 10 mais prósperos do estado.

É neste cenário de desenvolvimento econômico e social que surge a Sadia.

Fundada por Attilio Fontana em 7 de junho de 1944, a partir da aquisição de um frigorífico em dificuldades, a S. A. Indústria e Comércio Concórdia é batizada por seu fundador, pouco tempo depois, como Sadia. O nome foi composto a partir das iniciais SA de "Sociedade Anônima" e das três últimas letras da palavra "Concórdia", DIA, e virou marca registrada em 1947.

Transporte[editar | editar código-fonte]

Um dos principais problemas enfrentados inicialmente para o crescimento da produção era o seu transporte aos principais centros consumidores, em especial da Região Sudeste. Sendo perecíveis seus produtos, inexistindo a tecnologia dos caminhões refrigerados, que garantiam a conservação dos alimentos até a chegada ao destino, o transporte era o principal empecilho.

Já em 1955 era criada a Sadia Transportes Aéreos, que além de seus produtos oferecia opção de levar nas aeronaves também passageiros. O slogan difundido pela empresa, então, era: "Pelo ar, para seu lar". Esta empresa originou em 1972 a Transbrasil. E ela foi a mais bem sucedida e avançada das empresas.

Mercado externo[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 1993, em parceria com a Granja Tres Arroyos, a Sadia ingressou no mercado da Argentina. Daí o processo de destinação de parte de sua produção foi uma constante. Exportando para 40 países, sendo um dos principais mercados o árabe.

Hoje a Sadia constitui-se num conglomerado de 19 empresas. sendo a primeira empresa no ranking comercial brasileiro de aves, carnes industrializadas, suínos e bovinos, e o segundo no mercado de soja. atualmente tem uma fabrica na Russia.

Crise financeira[editar | editar código-fonte]

Em 2008, a empresa apresentou um prejuízo de 2,5 bilhões de reais, o primeiro nos 64 anos de sua história. O prejuízo foi causado pelas operações cambiais da empresa, que apostava na baixa do dólar. Quanto às atividades operacionais, a empresa encerra 2008 como a maior empresa brasileira exportadora de proteína animal e a maior produtora do setor de carnes.[3]

Equipe de vendas[editar | editar código-fonte]

A Sadia conta com uma das mais respeitadas e eficientes equipe de vendas do Brasil [carece de fontes?].

Mascote[editar | editar código-fonte]

Por mais de vinte anos, a Sadia utilizou em sua comunicação publicitária a personagem chamada Lequetreque, cartoon de um frango que utiliza capacete. Sua personalidade ágil está vinculada com os produtos da linha instantânea e com a tecnologia que a empresa desenvolveu para o peru de Natal: um pino vermelho que, por meio de um termostato, salta quando a ave está no ponto ideal, evitando que se perca tempo e que a refeição fique excessivamente assada.

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Barbante em Massa de Pizza[editar | editar código-fonte]

No dia 26 de Junho de 2012, um casal de consumidores após efetuarem a compra de uma pizza da Sadia em um supermercado, encontraram um barbante no meio da massa da pizza. A Sadia informou que iria investigar o ocorrido e se pronunciar após a investigação.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Fonte e referência[editar | editar código-fonte]

  • Sadia - 50 anos construindo uma história (publicação institucional), São Paulo, Prêmio, 1994.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.