Histidina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
L-Histidine
Alerta sobre risco à saúde
Histidin - Histidine.svg L-histidine-zwitterion-from-xtal-1993-3D-balls-B.png
Nome IUPAC (S)-2-amino-3-(3H-imidazol-4-yl)propanoic acid
Identificadores
Número CAS 71-00-1
PubChem 773
SMILES
Propriedades
Fórmula química C6H9N3O2
Massa molar 155.14 g mol-1
Compostos relacionados
Compostos relacionados Imidazol (anel aromático pentagonal com dois Ns)
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Histidina (abreviadamente, His ou H) é um aminoácido essencial. É um dos 20 aminoácidos que fazem parte das proteínas codificadas geneticamente. Tem muita importância nas proteínas básicas e é encontrada na hemoglobina. Além disso, a histidina é importante na ligação do centro ativo de proteínas com os seus substratos, podendo ser encontrada na maioria dos sítios ativos de enzimas. Foi descoberta, ao mesmo tempo mas independentemente, por Albrecht Kossel e Sven Hedin, em 1896.[1]

Pode ser sintetizada por bactérias, fungos e plantas. Humanos adultos também podem produzi-la, mas as crianças não.[1][2].

Seu grupo funcional é imidazol.[1]

A histidina é um precursor da histamina - neurotransmissor produzido pela descarboxilação da histidina.

Seu neurorreceptor é dividido em H1, H2 e H3. Uma quantidade reduzida de H3 causa sono.

Referências

  1. a b c (em inglês) Histidine
  2. (em inglês) Robert A. Ingle: Histidine Biosynthesis. The Arabidopsis Book. American Society of Plant Biologists, 9, e0141. doi:10.1199/tab.0141.



Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.