Ibiraçu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Ibiraçu
Torii do Mosteiro Zen Morro da Vargem, no distrito de Pendanga

Torii do Mosteiro Zen Morro da Vargem, no distrito de Pendanga
Bandeira de Ibiraçu
Brasão indisponível
Bandeira Brasão indisponível
Hino
Fundação 11 de setembro de 1891 (127 anos)
Gentílico ibiraçuense
Prefeito(a) Duda Zanotti (PMN)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Ibiraçu
Localização de Ibiraçu no Espírito Santo
Ibiraçu está localizado em: Brasil
Ibiraçu
Localização de Ibiraçu no Brasil
19° 49' 55" S 40° 22' 12" O19° 49' 55" S 40° 22' 12" O
Unidade federativa Espírito Santo
Região intermediária

São Mateus IBGE/2017[1]

Região imediata

Linhares IBGE/2017[1]

Municípios limítrofes João Neiva, Aracruz, Fundão e Santa Teresa
Distância até a capital 74 km
Características geográficas
Área 201,248 km² [2]
População 12 581 hab. estatísticas IBGE/2017[3]
Densidade 62,51 hab./km²
Altitude 50 m
Clima tropical Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,726 alto PNUD/2010[4]
PIB R$ 273 708 mil IBGE/2014[5]
PIB per capita R$ 22 358,12 IBGE/2014[5]

Ibiraçu é um município brasileiro do estado do Espírito Santo, Região Sudeste do país. Sua população estimada em 2017 era de 12 581 habitantes.[3]

Localiza-se a cerca de 50 km (em linha reta), ao norte da capital do estado. O município, atravessado pela EFVM e pela BR-101, é conhecido por suas lanchonetes à beira da estrada que servem os tradicionais pastéis e caldo de cana.

Toponímia[editar | editar código-fonte]

Ibiraçu já foi denominada Pau Gigante[6][7][8], até que seu nome foi traduzido para o tupi (ybyrá IPA[ɨβɨˈɾa][9], "árvore", e assu IPA[aˈsu][9], "grande") e aportuguesado como Ibiraçu.

História[editar | editar código-fonte]

A cidade foi fundada por volta de 1877, por famílias italianas vindas da Lombardia. No Espírito Santo, colonizaram uma área na cabeceira do rio Piraqueaçu, pelo qual chegaram à região. A área assentada, então conhecida como Núcleo Colonial Santa Cruz, já que Santa Cruz era então a localidade mais acessível, por estar à boca do rio Piraqueaçu.

A sede desta área primeiro foi conhecida como Conde d'Eu. O lugarejo teve vários nomes como Bocaiúva (após a proclamação da república), Vila Guaraná (ao tornar-se município), Pau Gigante em 1892 (devido a uma grande árvore na região), somente em 1942 é que a cidade, junto com o município ganharam nome de Ibiraçu. Mais recentemente em 1989 o município de João Neiva separou-se de Ibiraçu.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A sede da cidade é localizada a aproximadamente 50 metros, porém a medida que se avança para o oeste as altitudes aumentam sensivelmente e a altitude chega a superar os 1.000 metros.

De acordo com a divisão do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística vigente desde 2017,[10] o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária de São Mateus e Imediata de Linhares.[1] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, o município fazia parte da microrregião de Linhares, que por sua vez estava incluída na mesorregião Litoral Norte Espírito-Santense.[11]

Demografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com a estimativa populacional do IBGE de 2014, Ibiraçu tem 12.242 habitantes, ocupando o posto de 57º município mais populoso do estado.

Evolução demográfica da cidade de Ibiraçu[12][13]

Mosteiro[editar | editar código-fonte]

No distrito de Pendanga, na estrada que dá acesso a comunidade de Pedro Palácios, localiza-se o Mosteiro Zen Morro da Vargem, primeiro mosteiro zen-budista da América Latina, fundado em 1974.

Imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 28 de outubro de 2017 
  2. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (15 de janeiro de 2013). «Áreas dos Municípios». Consultado em 28 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2017 
  3. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (30 de agosto de 2017). «Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2017» (PDF). Consultado em 28 de outubro de 2017 
  4. Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 26 de agosto de 2013. Cópia arquivada (PDF) em 8 de julho de 2014 
  5. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2014). «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2014». Consultado em 3 de janeiro de 2017. Cópia arquivada em 3 de janeiro de 2017 
  6. WILLIS, Edwin O.; ONIKI, Yoshika Oniki (novembro 2002). «Birds of Santa Teresa, Espírito Santo, Brazil: do humans add or subtract species?». Papéis Avulsos de Zoologia (em inglês). SciELO. Consultado em 11 de janeiro de 2010 
  7. OXFORD Science Publications; ZOOLOGICAL Society of London; THORPE, Roger S.; WÜSTER, Wolfgang; MALHOTRA, Anita (1997). «Venomous snakes: ecology, evolution, and snakebite» (em inglês). Google Books. p. 102. Consultado em 11 de janeiro de 2010 
  8. MORAES, Neida Lúcia (1990). Atlas escolar do Espírito Santo 2ª ed. Niterói: Secretaria de Estado da Educação e Cultura do Estado do Espírito Santo. p. 29. ISBN 85-222-0202-8 
  9. a b DIXON, Robert M. W.; AĬKHENVALʹD, Aleksandra I︠U︡rʹevna (1999). «Tupi-Guarani». The Amazonian languages (em inglês). Cambridge University Press. p. 133. Consultado em 17 de abril de 2010 
  10. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Divisão Regional do Brasil». Consultado em 28 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2017 
  11. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1990). «Divisão regional do Brasil em mesorregiões e microrregiões geográficas» (PDF). Biblioteca IBGE. 1: 86–87. Consultado em 28 de outubro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 28 de outubro de 2017 
  12. Recenseamentos demográficos em «Coleção digital». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 13 de dezembro de 2009. Arquivado do original em 19 de dezembro de 2009 
  13. «Cidades@ - Ibiraçu - ES». IBGE. Consultado em 26 de maio de 2010 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Espírito Santo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.