Imigração brasileira em Portugal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Brasil Brasileiros em Portugal Portugal
Tiago Monteiro 2010 WTCC Race of Japan.jpg
Chelsea Deco.jpg
Liédson.jpg
Chelsea Deco.jpg
População total

4% da população de Portugal
270 mil luso-brasileiros[1] e 162.190 brasileiros[2] (em 2015)

Regiões com população significativa
Lisboa, Porto e Faro
Línguas
Português
Religiões
Cristianismo (a grande maioria é de catolicismo romano, e uma minoria de protestantismo, a maioria de evangelicalismo e pentecostalismo), mas também há irreligião, espiritismo, religiões afro-brasileiras, budismo e, possivelmente, judaísmo ou novas religiões japonesas.

Os brasileiros em Portugal representam aproximadamente 25,3% da população estrangeira residente no país.[3] O seu estatuto legal varia de acordo com vários e complexos elementos, tais como data de chegada e de processos de legalização eficazes disponíveis para eles (1992, 1996, 2001, 2003), se eles são casados ​​com um nacional ou têm ascendência portuguesa (ou de outros europeus) e estudantes de ensino superior. De acordo com dados oficiais do SEF[4] a maior parte dos brasileiros encontram-se em situação regular e possuem autorização de residência permanente ou temporária.

Em 2015, 162.190 brasileiros residiam no país, sendo 118 mil na Região de Lisboa, enquanto outros 270 mil luso-brasileiros (com nacionalidade portuguesa e brasileira) viviam no país.

Entre as motivações que levam os brasileiros a procurar Portugal inclui-se a imagem da “velha pátria mãe”, os laços histórico-coloniais, a corrente de retorno da emigração portuguesa para o Brasil (dos próprios e dos seus descendentes), o idioma comum, a curiosidade natural em relação a Portugal e à Europa e uma certa familiaridade com a cultura portuguesa. Mas são também fatores determinantes o facto de não ser exigido um visto de entrada como turista, a existência de redes sociais que dão apoio ao imigrante –amigos, conhecidos ou familiares que facilitam o momento de chegada; a grande diferença de salários entre os dois países, bem como as imagens optimistas transmitidas pelos meios de comunicação social no Brasil, exibindo oportunidades económicas e de emprego em Portugal.[5]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Os números oficiais, de acordo com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, indicou que em 2005 havia 31 353 brasileiros vivendo como residentes legais, e outros 39 961 tinham autorizações de permanência, fazendo um total de 71 314 pessoas. Cerca de 15 mil foram capazes de legalizar graças ao acordo bi-nacional de 2003 (que ainda está em aberto), assim há cerca de 86 mil brasileiros residentes em Portugal que tenham resolvido o seu estatuto jurídico. Em 2015, o Itamaraty calculou em 162.190 o número de brasileiros residentes em Portugal,[6] ao passo que 137.973 portugueses viviam no Brasil em 2010,[7] alcançando 277.727 portugueses morando no Brasil em 2013.[8]

Situação atual[editar | editar código-fonte]

Devido a crise econômica de Portugal houve em 2009 uma diminuição significativa dos brasileiros que vinham a Portugal, o que ocasionou em um grande retorno ao Brasil. De acordo com um relatório de 2012 mais de seis mil brasileiros deixaram Portugal, não somente devido à crise no país mas também devido a grande veiculação de que o Brasil vive um boom momento de crescimento econômico.[3] A diminuição da presença de brasileiros em Portugal só não é maior por causa da chegada de estudantes brasileiros às universidades portuguesas.[9][10] Porém, alguns especialistas não acreditam que haverá um regresso de brasileiros em massa para o Brasil devido muitos terem estabelecidos raízes em Portugal.[1]

Portugal tem atraído cada vez mais os brasileiros interessados em comprar imóveis no exterior, seja para se mudar para outro país ou para diversificar seus investimentos. A proximidade cultural e linguística são apenas alguns dos motivos que explicam o maior interesse dos brasileiros pelo mercado imobiliário português. Mas também aos preços, que são inferiores ao de outros países europeus, e o fato de o país conceder um visto, válido por cinco anos, para estrangeiros que compram imóveis acima de 500 mil euros: os chamados vistos gold.[11]

Os fluxos migratórios dos brasileiros em direção a Portugal seguem uma tendência de crescimento em todo o mundo, não deixando o sistema lusófono por trás. O Brasil passa atualmente por um período de desemprego e recessão histórica, que não dá sinais de recuperação rápida e isso tende a intensificar ainda mais esse fluxo migratório.

É necessário a elaboração urgente de uma melhor estratégia internacional e nacional para garantir os direitos políticos, econômicos e sociais dos migrantes brasileiros e de outras nacionalidades na sociedade portuguesa. Essa estratégia precisa da participação de todos intervenientes para elaboração de políticas que não tratem o migrante como uma questão apenas securitária e de fronteiras, mas de um ponto de vista humanitário, afim de impedir futuras violações trabalhistas e reduzir o número de migrantes no limbo da irregularidade e precariedade. 

Luso-brasileiros notáveis ​[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Como os brasileiros podem estancar encolhimento de população em Portugal». Consultado em 29 de julho de 2015 
  2. Tabela do MRE
  3. a b «Portugal – Crise e os Imigrantes Brasileiros». Brasileiros pelo Mundo. Consultado em 29 de julho de 2015 
  4. «Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo» (PDF). SEFSTAT. 2015. Arquivado do original (PDF) em 23 de junho de 2017 
  5. Padilla, Beatriz. «Redes sociales de los brasileros recién llegados a Portugal: solidariedad étnica o empatia étnica?». Socius Working Paper, n. 2, 2005 Lisboa, ISEG.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda);
  6. Tabela do MRE
  7. Tabela do MRE
  8. http://oestrangeiro.org/2013/05/22/exclusivo-os-numeros-exatos-e-atualizados-de-estrangeiros-no-brasil-2/
  9. «Brasileiros em Portugal: Quatro vozes da mesma viagem». Público. Consultado em 29 de julho de 2015 
  10. «Universidade do Algarve, em Portugal, tem inscrição aberta para brasileiros». G1. Consultado em 29 de julho de 2015 
  11. «Portugal atrai brasileiros que buscam imóveis no exterior». Exame.com. Consultado em 29 de julho de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]