Infinito (canção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Infinito é uma canção composta pelo músico e cantor Djavan para seu 6º álbum de estúdio: Lilás de 1984.[1] Na canção Djavan fala do cotidiano amoroso em versos curtos: "Tô perdido por alguém/Não consigo ver nada além/Do que eu digo nada sei/Compreender o amor/Não é de hoje {…} Estou longe/Preso a você/Livre na prisão/Sem castigo/Faz chorar/Distraído rói devagar ".[2]

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

[3]

  • Arranjos: David Foster; Djavan; Greg Phillinganes; Jerry Hey
  • Baixo Elétrico: Nathan East
  • Bateria:John Robinson; John Robinson
  • Guitarra: Michael Landau; Paul Jackson
  • Percussão: Paulinho da Costa
  • Programação de Teclaods: Erich Bulling
  • Teclados: David Foster; Greg Phillinganes
  • Violão: Djavan

Referências