Itapecuru-Mirim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Itapecuru-mirim)
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Itapecuru Mirim
"Ita"
"Itacity"
"Caminhos de Pedras Miúdas"
Itapecuru Mirim Cidade.jpg

Bandeira de Itapecuru Mirim
Brasão de Itapecuru Mirim
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 21 de julho
Fundação 21 de julho de 1870 (146 anos)
Gentílico itapecuruense
Prefeito(a) Miguel Lauand Fonseca (PRB)
(2017–2020)
Localização
Localização de Itapecuru Mirim
Localização de Itapecuru Mirim no Maranhão
Itapecuru Mirim está localizado em: Brasil
Itapecuru Mirim
Localização de Itapecuru Mirim no Brasil
03° 23' 34" S 44° 21' 32" O03° 23' 34" S 44° 21' 32" O
Unidade federativa  Maranhão
Mesorregião Norte Maranhense IBGE/2008[1]
Microrregião Itapecuru Mirim IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Norte: Santa Rita e Presidente Juscelino;

Sul: Cantanhede;
Leste: Presidente Vargas e Vargem Grande;
Oeste: Anajatuba e Miranda do Norte.

Distância até a capital 108 km
Características geográficas
Área 1 471,438 km² [2]
População 67 104 hab. (MA: 18º) –  IBGE/2016[3]
Densidade 45,6 hab./km²
Altitude 35 m
Clima tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,612 (MA: 39º) – médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 475 756 mil (MA: 20º) – IBGE/2014[5]
PIB per capita R$ 7 229,90 IBGE/2014[5]
Página oficial
Prefeitura www.itapecuru.ma.gov.br

Itapecuru-Mirim é um município Brasileiro do Estado do Maranhão, Região Nordeste do Brasil. Em 2016, sua população foi estimada pelo IBGE em 67.104 habitantes, sendo a cidade mais importante da então Microrregião de Itapecuru Mirim e a 18ª maior cidade do estado.

O município é sede da Região de Planejamento do Baixo Itapecuru (Lei Complementar 108/2007).

História[editar | editar código-fonte]

A povoação teve início na margem direita do rio Itapecuru, em data anterior a 1768, ano em que os moradores da ribeira pediram, ao Rei de Portugal alvará de confirmação da vila, que ali fora fundada por ordem régia. 

A Corte Portuguesa determinou, então, ao Governador da Província que, após serem ouvidas as autoridades competentes, Ihe fosse enviada a ordem de criação. Esta não foi encontrada, razão por que a situação perdurou até 1818, quando foi lida, na presença do clero, da nobreza e do povo, convocados para esse fim, a Provisão Régia de 27 de novembro de 1817, determinando a criação da Vila, desmembrada do Município de São Luís. Foi elevada à categoria de Cidade em 1870. 

O topônimo Itapecuru tem vários significados. Para alguns, quer dizer púcaro de pedra; para outros, pedra comprida ou larga em que se armam ciladas e, ainda, caminho de muita pedra. 

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município de Itapecuru Mirim, situa-se na região centro oeste maranhense e na microrregião do Itapecuru, integrando-se a 6ª microrregião homônima como polo de desenvolvimento regional.

O município tem sua sede localizada a margem direita do rio Itapecuru, onde sua posição geográfica está na intersecção do paralelo 3°24 de latitude norte, com meridiano de 22°51 de longitude oeste de Greenwich.

Microrregião de Itapecuru Mirim e municípios limítrofes[editar | editar código-fonte]

Limita-se com as microrregiões da Baixada Maranhense, Chapadinha, Codó, Médio Mearim e Rosário. Itapecuru Mirim é a maior cidade da microrregião de mesmo nome e a 18ª do estado. Esta localizada a 108 km de São Luis, e possui uma área territorial de 1 471,438 km² e uma população de 67 104 hab.

A microrregião é composta por 8 municípios, juntos somam uma area de 7 013,585 km² e uma população de aproximadamente 232 934 hab.

Município Área (km²) População (2016) PIB (2014)
Itapecuru Mirim 1 471,438 67 104 475 156
Vargem Grande 1 957,751 55 710 273 352
Miranda do Norte 341,107 27 259 334 867
Cantanhede 773,010 21 671 103 088
Pirapemas 688,761 18 302 96 636
Matões do Norte 749,651 16 552 66 988
Nina Rodrigues 572,507 14 259 52 344
Presidente Vargas 459,360 11 302 55 551
Total: 8 7 013,585 232 934 1.458.582

Clima[editar | editar código-fonte]

clima de Itapecuru Mirim é tropical, quente e úmido. A temperatura mínima na maior parte do ano fica entre 25 e 27 graus e a máxima geralmente entre 27 e 34 graus. Apresenta dois períodos distintos: um chuvoso, de janeiro a junho, e outro seco, de julho a dezembro, sendo o mês de setembro o mais seco com 23mm. A média pluviométrica é de 1632 mm/ano, sendo março o mês de maior precipitação (312 mm).

Relevo e Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Itapecuru Mirim encontra-se a altitude de trinta e cinco metros acima do nível do mar. Existem algumas áreas alagadas em seu território, além de uma área de cerrado, campos, floresta dos cocais, e mata nativa fluvial. A cidade faz parte da bacia fluvial do rio itapecuru onde é composta por rochas sedimentares com formação na era cenozoica e apresenta vários tipos de minerais, o calcário é um encontrado em abundância.

Itapecuru Mirim tem um território cortado por vários igarapés que deságuam no rio itapecuru., além de açudes e lagos.  

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Trânsito[editar | editar código-fonte]

Conta com inúmeras ruas e avenidas, destacam-se a avenida Brasil e Gomes de Sousa no centro comercial, Av. Benedito mendes- Caminho grande, Profº Antonio Olivio Rodrigues entre outras. O Serviço de educação prevenção e fiscalização é feito pela policia militar.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

O município é cortado por duas importantes Rodovias. a BR-222 que passa pelo centro da cidade, onde se conhece como Avenida Brasil e a BR-135 no bairro do entroncamento que liga o interior a capital, São Luís, também em Itapecuru passa a ferrovia Estrada de Ferro Carajás.

Caema[editar | editar código-fonte]

Órgão responsável pela abastecimento da cidade. Atende a área urbana e o povoado entrocamento assim como outras localidades vizinhas. A captação é feita no rio Itapecuru e é distribuída.

Cemar[editar | editar código-fonte]

Esta instituição atende a Microrregião de Itapecuru Mirim através da subestação de distribuição de energia, atendendo a área urbana e rural. A cidade é sede da agência regional.

Bandeira de Itapecuru[editar | editar código-fonte]

Brasão de Itapecuru Mirim foi desenhado por Lourival Cruz Diniz, que, na época, trabalhava como Exator Federal no município, chefiando a Coletoria.

Religião[editar | editar código-fonte]

A religião com mais fiéis em Itapecuru Mirim é a Católica, com mais de 60% da população. Também se encontram na cidade muitos credos de cunho protestante,Como:

Igrejas pentecostais[editar | editar código-fonte]

  • Igreja Evangélica Assembleia de Deus Missão
  • Igreja Cristã Maranata
  • Igreja Evangélica Assembleia de Deus
  • Igreja Assembleia de Deus Ministério Madureira
  • Igreja Pentecostal Monte Horebe
  • Igreja Pentecostal Deus é Amor
  • Igreja Batista Nacional
  • Igreja Apostólica do Brasil
  • Igreja Batista Apostólica Bethel
  • Igreja Evangélica Pentecostal Portas Abertas
  • Igreja Assembleia de Deus de Goiânia Ministério Cristo Para Todos
  • Igreja Pentecostal Deus é vida
  • Igreja Assembleia de Deus Ministério Nacional
  • Igreja Nova Aliança

Igrejas tradicionais[editar | editar código-fonte]

  • Igreja Batista, Pr: Reinaldo.
  • Igreja Presbiteriana, Pr. Jonas Viana
  • Igreja Adventista do 7º dia

Igrejas neopentecostais[editar | editar código-fonte]

  • Igreja Universal do Reino de Deus,
  • Igreja Internacional da Graça de Deus

Outras igrejas[editar | editar código-fonte]

  • Testemunhas de Jeová

Praças[editar | editar código-fonte]

Para maior comodidade e lazer à população, a cidade conta com algumas praças. As principais são; praça da cruz, localizada no centro da cidade em frente a primeira Igreja batista; a Praça Gomes de Sousa, localizada em frente ao prédio da prefeitura do município; a Praça da saudade, em frente ao cemitério municipal, esta muito utilizada pelos casais de namorados; a Praça da Biblioteca próximo a Igreja Matriz; a praça do Farol, próximo a biblioteca Farol da Educação no bairro Caminho Grande; a praça da Bíblia localizado no bairro Luis Antonio.

Estádio Municipal Rodolfão[editar | editar código-fonte]

Campo de futebol com arquibancadas. Muitos jogos acontecem entre times locais e de outras cidades. Localiza-se no complexo esportivo – Caminho Grande.

Carnaval de Itapecuru-mirim[editar | editar código-fonte]

Considerado o maior e melhor carnaval do estado do Maranhão. Conhecido internacionalmente, Itapecuru destaca-se pela sua hospitalidade e harmonia. Os foliões desfrutam de bons hotéis e pousadas além de uma segurança de primeira. No Carnaval é comum a cidade receber muitos brincantes de outras cidades, pela proximidade muitos vem da capital maranhense, e desfrutam das melhores bandas. Geralmente a cidade chega a receber mais de 120 mil foliões atraídos pelos mais de três circuitos carnavalescos espalhados pela cidade e pela acessibilidade em alugues de casas, hospedagens em hotéis e muitas outras vantagens que a cidade tem a oferecer. É montada toda uma grande estrutura para atender todos da melhor forma possível.

Prefeitos[editar | editar código-fonte]

Abaixo uma relação da política de Itapecuru Mirim:

  • José Pedro Pereira - Primeiro Intendente - 1906 a 1910
  • Francisco Sitaro Junior - Prefeito Eleito de 1910 a 1918. (em italiano)
  • Francisco Apoliano Ferreira – 1914 a 1918.
  • Basílio Antonio Simão – 1918 a 1922. Foi o primeiro prefeito eleito. (Libanês)
  • Francisco Montelo – 1922 a 1926
  • José Lúcio Bandeira de Melo – 1926 a 1930
  • Manoel Nogueira da Cruz – 1930 a 1932
  • José Paulo Pinheiro Bogéa – 1932 a 1934
  • Felício Cassas – Administrou de 1934 a 1942, no período da Ditadura (Estado Novo)
  • Bernardo Tiago de Matos – 1942 a 1945

→ De 1945 a 1946, estiveram em exercício de Intendência Municipal, sendo alguns meses para cada um, os seguintes mandatários:

  • Raimundo Álvaro Mendes,
  • Wady Fiquene (Libanês),
  • João Pedro Pereira e
  • Abdala Buzar Neto.
  • Miguel Fiquene (Libanês) – 1946 a 1950. Foi eleito pelo povo.
  • João da Silva Rodrigues - eleito, mas não assumiu o mandato

→ Entre 31 de janeiro de 1951 e 31 de janeiro de 1952, o município de Itapecuru Mirim foi governado por:

  • Luiz Gonzaga Bandeira de Melo (vice),
  • Orlando Lago Mota (Presidente da Câmara),
  • Caetano Martins Jorge (Juiz de Direito),
  • Paulo Guilherme Rodrigues.

O advogado José Bento Neves, impetrou Mandato de Segurança, impedindo que o prefeito eleito João da Silva Rodrigues assumisse.Então o Tribunal resolveu dar posse ao vice-prefeito Luiz Gonzaga Bandeira de Melo, que depois renunciou o cargo por perseguição política, assumindo então Paulo Guilherme Rodrigues, que ainda assumiu a prefeitura por alguns dias,decorridos dois anos de impedimento, o prefeito eleito * João da Silva Rodrigues assumiu definitivamente (1952 a 1956)

  • Sinéas de Castro Santos – 1956 a 1961
  • Abdala Buzar Neto – 1961 a 1965.
  • João da Silva Rodrigues – 1965 a 1970.
  • Raimundo Nonato Coelho Cassas (Libanês) – 1970 a 1973.
  • Miguel Fiquene (Libanês) – 1973 a 1977
  • José Ribamar Lauande Fonseca – 1977 a 1982
  • José Matias Gomes – 1982 a 1983
  • José Carlos Gomes Rodrigues – 1984 a 1989
  • José Ribamar Lauande Fonseca – 1988 a 1992
  • Risalva Saraiva Gomes Rodrigues – 1993 a 1996
  • Miguel Lauand Fonseca – 1997 a 2000
  • Miguel Lauand Fonseca – 2001 a 2004
  • Antonio da Cruz Filgueira Junior (Junior Marreca)- 2005 a 2008
  • Antonio da Cruz Filgueira Junior (Junior Marreca)- 2009 a 2012
  • Magno Rogério Siqueira Amorim - 2013 a 2016
  • Miguel Lauand Fonseca - 2017 a 2020

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «Censo Populacional 2016». Censo Populacional 2016. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2016. Consultado em 11 de agosto de 2016 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 30 de julho de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2013-2014». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de fevereiro 2017