Joaquim Horta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Joaquim Horta
Nascimento 4 de abril de 1974 (44 anos)
Nacionalidade Portugal Portugal
Ocupação Ator
IMDb: (inglês)

Joaquim Horta (Lisboa, 4 de Abril de 1974) é um actor português.

Estudou Geografia e Planeamento Regional na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL), onde integrou o Grupo de Teatro de Letras, sob a direção de Ávila Costa, integrando o elenco de peças como Os Carnívoros de Miguel Barbosa (1996) ou Cerimonial para Um Massacre de Jorge Lima Alves (1997). A experiência levá-lo-ia a ingressar na Escola Superior de Teatro e Cinema. Em 1999 frequenta também as formações do projeto da UNESCO Chair International Theatre Institute - International Workshops of Drama Schools, na Roménia.

Trabalhou nas companhias Pogo Teatro, Companhia Absurda ou Depois da Uma...Teatro. Dirigido por Jorge Silva Melo interpretou integrou o elenco das peças A Queda do Egoísta Johan Fatzer (1998) e Na Selva das Cidades (1999), ambas do alemão Bertold Brecht.

Criou e dirigiu o projecto Ruído (2000), participou e criou com João Meireles Mikado, um espectáculo baseado em textos de Álvaro Lapa, Alberto Cinza e William Burroughs (1999). Com Lúcia Sigalho na Companhia Sensurround, interpretou Dedicatórias (2000). Em 2001 esteve em cena no Teatro da Garagem Migalhas de um Deus Intratável, autoria e encenação de Carlos J. Pessoa. Em 2006, apresentou-se na Galeria Zé dos Bois com Da Felicidade.

Actor regular em televisão, destacou-se na novela Amanhecer (2003) começando a ganhar destaque na ficção portuguesa (2004 - Queridas Feras, 2005 - Ninguém como Tu, 2006 - Fala-me de Amor). Integrou ainda o elenco dos telefilmes Só por Acaso de Rita Nunes (2003) e Cavaleiros de Água Doce de Tiago Guedes (2001).

Mais recentemente, em 2008-2009, participou na novela da TVI Deixa Que Te Leve.

Em 2010, participou na série de cerca de 15 episódios Maternidade, da RTP1.

No cinema apareceu em António, Um Rapaz de Lisboa de Silva Melo em 1999, na curta-metragem de Gonçalo Galvão Teles Outro Lado do Arco-Íris (2004) e em Mouth to Mouth, co-produção internacional de Alison Murray (2004).

Efetuou a representação como Rui Paredes, na novela da TVI Sedução

Na SIC fez parte do elenco das novelas:

Em 2017 regressa à ficção da TVI, em A Herdeira, como Protagonista, interpretando a personagem Ramon Fuentes

Em 2018, em Valor da Vida, viverá o vilão Vitorino Remédios.

Ano Titulo Personagem Notas Canal
1999 Um Rapaz de Lisboa António Filme Cinema
2001 Cavaleiros de Água Doce
2003 Amanhecer Hipólito Cardoso Elenco Principal TVI
Só por Acaso Filme Cinema
2004 Queridas Feras Francisco José (Xico Zé) Baptista Elenco Principal TVI
Outro Lado do Arco-Íris Curta-metragem de Gonçalo Galvão Teles Cinema
Mouth to Mouth Co-produção Internacional de Alison Murray
Inspector Max Ricky Participação Especial TVI
2005 Ninguém como Tu Alexandre Costa Elenco Principal
2006 Fala-me de Amor Luís Simões Protagonista
2007/2008 Deixa-me Amar Francisco (Chico) Novais Co-Protagonista
2008/2009 Deixa Que Te Leve Vincenzo Rami
2010 Maternidade Rodolfo Matias Participação Especial RTP1
2011 Sedução Rui Paredes Elenco Principal TVI
2014/2015 Mar Salgado Martim Vaz Co-Protagonista SIC
2015/2016 Coração D'Ouro Diogo Bettencourt Antagonista
2016/2017 Rainha das Flores Samuel Garcia Elenco Principal
2017/2018 A Herdeira Ramon Fuentes Co-Protagonista TVI
2018/2019 Valor da Vida Vitorino Remédios Antagonista
2018 Linhas de Sangue Dr. Murta Filme Cinema

Ligações externas[editar | editar código-fonte]