Jogos Paralímpicos de Inverno de 2022

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
XII Jogos Paralímpicos de Inverno
Pequim 2022
Beijing-2022-logo.png
Dados
Slogan 起向未来
(pt: Juntos por um futuro compartilhado)
País anfitrião  China
Atletas 564 em 46 países
Eventos 78 em 6 esportes[1]
Cerimônia de abertura 4 de março
Cerimônia de encerramento 13 de março
Abertura oficial Xi Jinping
Juramento do atleta Zhang Mengqiu
Chen Jianxin
Tocha Paraolímpica Li Duan
Estádio principal Estádio Nacional de Pequim
◄◄ Coreia do Sul PyeongChang 2018 {{{evento}}} Itália Milão-Cortina 2026 ►►

Os Jogos Paralímpicos de Inverno de 2022 (Chinês: 第十三届冬季残疾人奥林匹克运动会), oficialmente conhecidos como os XIII Jogos Paralímpicos de Inverno de 2022, são um evento multiesportivo para atletas portadores de deficiência que possui como sede principal Pequim, capital da China, juntamente com a cidade de Zhangjiakou, na província vizinha de Hebei. O evento ocorreu de 4 a 13 de março de 2022.[2] Esta é a primeira vez que os Jogos Paralímpicos de Inverno são realizados em solo chinês. Pequim foi escolhida como sede na 128ª Sessão do COI em Kuala Lumpur, Malásia, e é a terceira cidade da Ásia a sediar o evento, sendo que as duas primeiras foram em Nagano, no Japão e Pyeongchang, na Coreia do Sul.Também é a primeira vez que uma capital de país sedia o evento.

Como a cidade sediou os Jogos Paralímpicos de Verão de 2008, Pequim é a primeira cidade na história a sediar tanto uma edição dos Jogos de Verão e os Jogos Paralímpicos de Inverno; existem planos de se reutilizarem muitos locais de competição que foram usados nos Jogos de 2008 e também novamente o Estádio Nacional de Pequim como local das cerimônias. Essa é a última edição das três edições consecutivas dos Jogos Paralímpicos no Extremo Oriente, seguindo os Jogos Paralímpicos de Inverno de 2018 em Pyeongchang, na Coreia do Sul e os Jogos Paralímpicos de Verão de 2020, em Tóquio, no Japão.

Processo de Candidatura[editar | editar código-fonte]

O processo de candidatura para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 foi aberto pelo Comitê Olímpico Internacional em Outubro de 2012, com a data limite de de 14 de Novembro de 2013. O quadro executivo da entidade recebeu todas as propostas em 14 de julho de 2014, e escolheu Oslo (Noruega), Almaty (Cazaquistão), e Pequim (China) como as cidades candidatas. Oslo retirou sua candidatura em Outubro, deixando Pequim e Almaty como candidatas restantes.

Pequim foi escolhida por maioria simples (44 a 40) e acabou derrotando Almaty, em 31 de julho de 2015 na 128a Sessão do COI em Kuala Lumpur, capital da Malásia.

Resultados da Votação[editar | editar código-fonte]

Para uma cidade ser eleita, se precisava da maioria simples dos votos (43).Pequim acabou ganhando por 4 votos. A mesma diferença aconteceu em 2007,quando Sóchi foi escolhida sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 em cima de PyeongChang,num placar de 51 a 47.

Resultado da Escolha da Sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022
Cidade Comitê Olímpico Nacional Votos
Pequim  China 44
Almaty Cazaquistão 40

Locais de Competição[editar | editar código-fonte]

Localização dos Locais de Competição em Pequim

O Comitê de Candidatura de Pequim 2022 revelou seus planos relacionados aos Jogos: os dois eventos de gelo e as cerimônias seriam realizados no Olympic Green, que foi especificamente construído para os Jogos Olímpicos de Verão de 2008. As do esqui alpino serão realizadas nas montanhas de Xiaohaituo, localizados no Distrito de Yanqing, estando a 90 km do centro da cidade, usando neve artificial, devido a raridade da mesma na região.[3][4] As provas de esqui cross-country e biatlo serão realizadas na Área de Taizicheng, localizada no Distrito de Chongli, na cidade de Zhangjiakou, na província vizinha de Hebei, estando a 220km do centro de Pequim e a 130 km da Área de Xiaohaituo.[5]

Cluster de Pequim[editar | editar código-fonte]

Olympic Green

No Olympic Green estão os seguintes locais de competição:

Cluster de Yanqing[editar | editar código-fonte]

  • Área de Esqui Alpino de Xiaohaituo – esqui alpino
  • IBC/MMC de Yanqing
  • Vila Olímpica Secundária de Yanqing

Cluster de Zhangjiakou[editar | editar código-fonte]

Chongli[editar | editar código-fonte]

A cidade de Chongli em Zhangjiakou, na província de Hebei, sediará a maioria dos eventos dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022. O resort teve um lucro de mais de ¥1.54 bilhões (US$ 237,77 milhões) em atividades relacionadas ao turismo durante a temporada de inverno de 2016-2016.Totalizando um crescimento de 31.6% em relação a temporada anterior. Em 2016,foi anunciado que Chongli recebeu 2,1 milhões de turistas , um aumento de 30% em relação à temporada anterior, o que refletiu o aumento do interesse pelo esqui na China depois que Pequim foi anunciada como sede do evento. A temporada de neve no resort dura em média 5 meses, começando em novembro. A cidade de Chongli já sediou 36 competições e atividades de esportes de inverno como a Copa do Extremo Oriente e o Festival Internacional de Esqui Infantil. Um total de 23 campos de esqui também foram criados, atraindo a participação de 3.800 jovens. Toda a construção dos locais começou em novembro de 2016 e foi concluída até o final de 2020, para permitir que a cidade realize eventos de teste.[6]

  • Centro de Esqui Nórdico de Kuyangshu – esqui cross-country
  • Resort de Hualindong – biatlo
  • Genting Snow Park – snowboarding
  • Hotel de Genting – IBC/MBC
  • Vila Olímpica de Zhangjiakou

Esportes[editar | editar código-fonte]

No dia 29 de janeiro de 2019, o Comitê Paralímpico Internacional divulgou o programa proposto para Jogos Paralímpicos de Inverno de 2022, que será composto de 78 eventos no total, a serem disputados em 6 esportes paralímpicos, este programa é praticamente o mesmo que foi disputado 4 anos antes e se esperava a equiparação do número de eventos disputados para homens e mulheres, com a adição de 2 eventos a mais no para-snowboarding feminino. De acordo com esta proposta, esta seria a primeira vez na história dos Jogos Paralímpicos (tanto de Verão quanto de Inverno) em que o número de eventos seria igual para homens e mulheres (39 para cada naipe), além de 4 eventos mistos.[7] Nesse mesmo anuncio, o IPC também anunciou que o programa feminino do para-snowboarding estava organizado de forma provisória e que se havendo a necessidade algum evento poderia ser excluído. Seis meses mais tarde, durante uma reunião dos Quadros Técnicos e Executivos da entidade, realizada em Roma, na Itália, o programa foi ratificado e dos 6 eventos femininos propostos no para-snowboard, apenas 2 poderiam ser realizados, por estarem dentro dos critérios exigidos (com esta decisão, dois eventos que foram disputados em 2018 também foram excluídos, enquanto 2 propostos foram rejeitados)[8]

Calendário[editar | editar código-fonte]

 ●  Cerimônia de Abertura  ●  Competições  ●  Finais  ●  Cerimônia de Encerramento
Маrço 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 Меdalhas
Cerimônias
Biatlo 6 6 6 18
Curling em cadeira de rodas 1 1
Esqui alpino 6 6 6 3 3 3 3 30
Esqui cross-country 2 4 6 6 2 20
Hóquei sobre trenó 1 1
Snowboard 4 4 8
Меdalhas 12 8 8 12 6 3 9 14 6 78
Маrço 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13

Comitês Paralímpicos Nacionais Participantes[editar | editar código-fonte]

No total, 46 Comitês Paralímpicos Nacionais têm atletas qualificados. Azerbaijão, Israel e Porto Rico farão sua estreia nos Jogos Paralímpicos de Inverno, enquanto Liechtenstein, Estônia e Letônia estão retornando pela primeira vez desde Lillehammer 1994, Salt Lake 2002 e Turim 2006, respectivamente.[9][10] Juntamente com os Comitês Paralímpicos da Bielorrússia e da Rússia, outros sete Comitês Paralímpicos Nacionais que participaram de PyeongChang 2018 também não enviaram suas delegações a Pequim: Armênia, Bulgária, Coreia do Norte, Sérvia, Tajiquistão, Turquia e Uzbequistão. Espera-se um novo recorde de 138 atletas do sexo feminino, cinco a mais do que as 133 atletas do sexo feminino em 2018.[11]

Em 24 de fevereiro de 2022, primeiro dia da invasão russa da Ucrânia, o Comitê Olímpico Internacional condenou a violação da Trégua Olímpica (que vai do início das Olimpíadas até o fim das Paralimpíadas) pela Rússia.[12] O presidente do IPC, Andrew Parsons, afirmou que levar a equipe ucraniana a Pequim seria um "desafio gigantesco". este último devido ao apoio do país à agressão da Rússia, e funcionários do Comitê Olímpico da Bielorrússia terem sido acusados de discriminação política contra atletas bielorrussos. A bandeira russa já foi proibida de eventos esportivos internacionais até dezembro de 2022 devido a sanções da Agência Mundial Antidoping (WADA), e seus atletas teriam participado originalmente sob o nome de "RPC" (Comitê Paralímpico Russo).[13][14]

Em 28 de fevereiro de 2022, o Conselho Executivo do COI pediu ainda que os atletas russos e bielorrussos não pudessem participar de nenhum evento esportivo internacional. Em 2 de março de 2022, o IPC declarou que os atletas russos e bielorrussos poderiam participar de forma independente sob a bandeira paralímpica, com seus resultados não contando na classificação de medalhas.[15] Como resultado das críticas de vários Comitês Paralímpicos Nacionais, que ameaçaram boicotar os Jogos, o IPC anunciou em 3 de março de 2022 que reverteria sua decisão anterior, proibindo atletas russos e bielorrussos de competir nos Jogos Paralímpicos de Inverno de 2022.[16] Em resposta, o secretário de imprensa de Vladimir Putin, Dmitry Peskov, condenou o IPC pela decisão.

  Os participantes dos Jogos Paralímpicos de Inverno
  Países estreantes nos Jogos Paralímpicos de Inverno
  Localização da cidade sede (Pequim)
  Delegação banida dos jogos
Qualificados por países
Comitês Paralímpicos Nacionais Participantes

Quadro de medalhas[editar | editar código-fonte]

Para ver o quadro completo, veja Quadro de medalhas dos Jogos Paralímpicos de Inverno de 2022.
     País sede destacado.
 Ordem  País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Medals Paralympics.svg
1 ChinaCHN China 18 20 23 61
2 UcrâniaUKR Ucrânia 11 10 8 29
3 CanadáCAN Canadá 8 6 11 25
4 FrançaFRA França 7 3 2 12
5 Estados UnidosUSA Estados Unidos 6 11 3 20
6 ÁustriaAUT Áustria 5 5 3 13
7 AlemanhaGER Alemanha 4 8 7 19
8 NoruegaNOR Noruega 4 2 1 7
9 JapãoJPN Japão 4 1 2 7
10 EslováquiaSVK Eslováquia 3   3 6

Marketing e marca[editar | editar código-fonte]

Logotipo

O emblema dos Jogos Paralímpicos de Inverno de 2022, "Voando alto" ("飞得很高"), foi revelado ao lado de seu equivalente olímpico em 15 de dezembro de 2017 no Centro Aquático Nacional de Pequim.[17] Desenhado por Lin Cunzhen, é uma fita multicolorida que se assemelha ao caractere chinês para "voar" (飞"), e foi projetada para simbolizar "um atleta em cadeira de rodas correndo em direção à linha de chegada e à vitória". Eles são os primeiros Jogos Paralímpicos a usar uma versão atualizada do emblema "agitos" em caráter oficial.[18]

Mascotes dos Jogos Olímpicos (à direita) e Paralímpicos (à esquerda) juntos
Mascotes

O mascote "Shuey Rhon Rhon" (chinês: 雪容融; pinyin: Xuě Róng Róng) foi revelado em 17 de setembro de 2019 na Shougang Ice Hockey Arena e foi projetado por Jiang Yufan.[19] O mascote é projetado com lanternas como protótipo. Lanternas representam colheita, celebração, calor e luz. A forma de desejo no topo simboliza felicidade auspiciosa; o padrão contínuo da pomba da paz e do Templo do Céu simboliza a amizade pacífica e destaca as características do local onde o local é realizado; o padrão decorativo incorpora a arte tradicional chinesa de corte de papel; a neve no rosto representa o significado de "uma queda de neve sazonal promete um ano frutífero" (chinês: 瑞雪兆丰年; pinyin: Ruìxuě zhào fēngnián). Também reflete o design antropomórfico e destaca a fofura do mascote.[20]

Transporte[editar | editar código-fonte]

A Ferrovia Beijing–Baotou ganhou uma nova linha que liga Pequim diretamente para Zhangjiakou, começando da Estação Ferroviária de Beijingbei, e terminando na Estação Ferroviária do Sul de Zhangjiakou. Espera-se que a velocidade máxima da ferrovia chegue a 350 km/h, e que a viagem de Pequim para Zhangjiakou demore 50 minutos.

A expansão do Metropolitano de Pequim irá continuar. Estima-se que o projeto esteja completo em 2021 com as 24 linhas planejadas em pleno funcionamento, juntamente com várias estações expandidas e reformadas. As linhas expressas e várias rodovias em volta da cidade devem ser expandidas e recapeadas.

Além disso, o segundo aeroporto internacional de Pequim, inicialmente nomeado de Aeroporto Internacional de Pequim Daxing, que deverá ser aberto em 2019 também estará em pleno funcionamento, já que em 2012, o Aeroporto Internacional de Pequim atingiu o máximo de sua capacidade.[21]

Referências

  1. [1]
  2. «Beijing to host 2022 Winter Olympics and Paralympics». BBC Sport. Consultado em 31 de julho de 2015 
  3. Phillips, Tom (31 de julho de 2015). «Beijing promises to overcome lack of snow for 2022 Winter Olympics». The Guardian. Consultado em 3 de agosto de 2015 
  4. Mills, Chris (1 de agosto de 2015). «Here's the 2022 Winter Olympics Venue, In The Middle of Winter». Consultado em 3 de agosto de 2015 
  5. «Beijing announces gym layout for 2022 Winter Olympics». People's Daily Online. 20 de fevereiro de 2014. Consultado em 23 de fevereiro de 2014 
  6. gaiazhang. «Beijing 2022 Games Ski Venue Receives Over 2 Million Tourists» 
  7. [2]
  8. [3]
  9. «Record number of female Para athletes set for Beijing 2022 Paralympic Winter Games». International Paralympic Committee (em inglês). Consultado em 5 de março de 2022 
  10. «Beijing 2022 to feature record number of female athletes at Winter Paralympics». www.insidethegames.biz. 1646394076. Consultado em 5 de março de 2022  Verifique data em: |data= (ajuda)
  11. «Beijing 2022 to feature record number of female athletes at Winter Paralympics». www.insidethegames.biz. 1646394076. Consultado em 5 de março de 2022  Verifique data em: |data= (ajuda)
  12. «IOC strongly condemns breach of Olympic Truce by Russian Government». www.insidethegames.biz. 1645704600. Consultado em 5 de março de 2022  Verifique data em: |data= (ajuda)
  13. «IPC confirm details regarding RPC's Paralympic Games participation». International Paralympic Committee (em inglês). Consultado em 5 de março de 2022 
  14. «Strip Russia and Belarus of events and do not display their flags, says IOC». www.insidethegames.biz. 1645799220. Consultado em 5 de março de 2022  Verifique data em: |data= (ajuda)
  15. «IPC makes decisions regarding RPC and NPC Belarus». International Paralympic Committee (em inglês). Consultado em 5 de março de 2022 
  16. «IPC to decline athlete entries from RPC and NPC Belarus for Beijing 2022». International Paralympic Committee (em inglês). Consultado em 5 de março de 2022 
  17. «Beijing 2022 unveils official Paralympic emblem». web.archive.org. 10 de março de 2018. Consultado em 5 de março de 2022 
  18. «Beijing 2022 revise emblem for Paralympic Winter Games». International Paralympic Committee (em inglês). Consultado em 5 de março de 2022 
  19. «北京2022年冬残奥会吉祥物阐释_冬奥会». www.beijing2022.cn. Consultado em 5 de março de 2022 
  20. «Sports of Beijing 2022 Winter Paralympics – China Travel Agency, China Tours 2019 | China Dragon Tours». www.chinadragontours.com (em inglês). Consultado em 5 de março de 2022 
  21. «Book 3 of Beijing 2022 Bid Book» (PDF). Beijing 2022 Bid Book. Novembro de 2014. Consultado em 4 de agosto de 205  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)