John Pilger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

John Pilger - (Bondi, área metropolitana de Sydney, Austrália, 9 de outubro 1939) é um repórter. A carreira de Pilger como repórter começou em 1958, e ao longo dos anos tornou-se famoso pelos livros e documentários que escreveu ou produziu.

Apesar dos sectores mais conservadores ridicularizarem e desvalorizarem Pilger, o seu jornalismo investigativo já rendeu vários galardões, tais como a atribuição, por duas vezes, do prêmio jornalista inglês do ano, e na área dos dos Direitos Humanos.

No Reino Unido é conhecido pelos seus documentários, particularmente os que foram rodados no Camboja e em Timor-Leste. Pilger trabalhou ainda como correspondente de guerra em vários conflitos, como na Guerra do Vietnam, no Camboja, no Egito, na Índia, no Bangladesh e em Biafra.

Tem um filho, Sam (n. 1973), uma filha, Zoe (n. 1984) e atualmente reside em Londres.

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

Publicações[editar | editar código-fonte]

Pilger trabalhou nas seguintes publicações:

Pilger escreveu também para jornais franceses, italianos, escandinavos, canadenses / canadianos, japoneses e para o serviço de notícias da BBC.

Livros[editar | editar código-fonte]

  • The Last Day (1975)
  • Aftermath: The Stuggles of Cambodia and Vietnam (1981)
  • The Outsiders (1984)
  • Heroes (1986)
  • A Secret Country (1989)
  • Distant Voices (1992 e 1994)
  • Hidden Agendas (1998)
  • Reporting the World: John Pilger's Great Eyewitness Photographers (2001)
  • The New Rulers of the World (2002)
  • Tell me no lies: Investigative Journalism and its Triumphs (ed. Cape) (2004)
  • Freedom Next Time (2006)

Documentários[editar | editar código-fonte]

Os sites Vimeo, Google Video e Youtube exibem documentários de John Pilger legendados em português.

Dentre os documentários destacam-se:

Obras teatrais[editar | editar código-fonte]

  • The Last Day (1983)

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Citação[editar | editar código-fonte]

  • Sei quando Bush mente. Seus lábios se movem."[4]

Notas

  1. (em inglês) IMDB - acessado em 18 de Maio de 2010.
  2. John Pilger. «The War You Don't See». John Pilger. Consultado em 11 de dezembro de 2014 
  3. John Pilger. «Utopia». John Pilger. Consultado em 11 de dezembro de 2014 
  4. (em inglês) Information Clearing House - acessado em 2 de Dezembro de 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]