José Montanaro Júnior

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde janeiro de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Montanaro Volleyball (indoor) pictogram.svg
Informações pessoais
Nome completo José Montanaro Júnior
Apelido Montanaro
Modalidade Voleibol
Nascimento 29 de julho de 1958 (59 anos)
São Paulo,  São Paulo
Nacionalidade  Brasil
Compleição Peso: 81 Kg Altura: 1,87 m
Medalhas
Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino Sub-21
Ouro La Paz 1976 Equipe
Ouro Rio de Janeiro 1978 Equipe
Campeonato Mundial de Voleibol Masculino Sub-21
Bronze Rio de Janeiro 1977 Equipe
Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino
Ouro Rosário (Argentina)1979 Equipe
Ouro Santiago 1981 Equipe
Ouro São Paulo 1983 Equipe
Ouro Caracas 1985 Equipe
Ouro Montevidéu 1987 Equipe
Jogos Pan-Americanos
Prata San Juan 1979 Equipe
Ouro Caracas 1983 Equipe
Copa do Mundo de Voleibol Masculino
Bronze Tóquio 1981 Equipe
Campeonato Mundial de Voleibol
Prata Buenos Aires 1982 Equipe
Campeonato Mundial de Clubes de Voleibol
Ouro São Paulo 1983 ADC Pirelli
Prata Bréscia & Milão 1990 Esporte Clube Banespa
Prata Porto Alegre & São Paulo 1991 Esporte Clube Banespa
Jogos Olímpicos
Prata Los Angeles 1984 Equipe

José Montanaro Júnior mais conhecido como Montanaro é um ex-voleibolista brasileiro que através da Seleção Brasileira de Voleibol Masculino competiu na categoria juvenil e adulta, sendo nesta última competidor em três edições dos Jogos Olímpicos de Verão, se tornando medalhista nos Jogos Olímpicos de Verão de 1984 ,quando conquistou a medalha de prata,. Também é medalhista em duas edições dos Jogos Pan-americanos, além de conquistar em Mundiais(Seleções juvenil e adulto), Mundiais de Clubes e Sul-Americanos(Seleção juvenil e adulto) e Sul-Americanos de Clubes entre outros resultados importantes. Montanaro é o criador do Saque Viagem ao Fundo do Mar. .

Carreira[editar | editar código-fonte]

Praticante de voleibol desde o ensino médio, ingressou com apenas 17 anos no Clube Atlético Paulistano como atacante, constituiu o ponto de partida de uma carreira brilhante e repleta de títulos importantes. Defendeu além do Paulistano, o G.S. Edileuoghi, da Itália, o Pirelli e o Esporte Clube Banespa. No período de 1975/1976 obteve bons resultados na categoria juvenil e no adulto, sendo Campeão Brasileiro pela Seleção Paulista Juvenil. Em 1976 foi convocado para Seleção Juvenil para disputar o III Sul-Americano Juvenil realizado em La Paz -Bolívia no conquistou o título de forma invicta.[1][2]

Na temporada de 1976/1977, novamente repete suas conquistas na categoria juvenil e adulta e em 1977 estava na Seleção Juvenil que disputou o Mundial Juvenil realizado no Rio de Janeiro-Brasil se classificando para o quadrangular final, perdendo paras seleções da China e União Soviética, vencendo o México garantindo assim a medalha de bronze.[3]

Na jornada de 1977/1978, obteve seu melhor resultado em 1978 com nova convocação para Seleção Juvenil para disputar o IV Sul-Americano Juvenil conquistando o bicampeonato;[1] na temporada seguinte de 1978/1979 conquista o título paulista adulto pelo Clube Atlético Paulista e o Campeonato Brasileiro pela Seleção Paulista; também foi convocado em 1978 para Seleção Adulta para disputar o XIII Sul-Americano realizado em Rosário-Argentina no qual conquista a medalha de ouro.[4]

Um fato marcante na sua carreira é a conquista de sua primeira medalha em Jogos Pan-Americanos quando disputou Jogos Pan-Americanos de 1979 realizados em San Juan-Porto Rico pela Seleção Brasileira de Voleibol Masculino ficando com a medalha de prata.[5] e ainda na temporada 1979/1980 se transfere para voleibol italiano onde defendeu G.S. Edilcuoghi no qual ficou em 4 º lugar no Campeonato Italiano, também conquistou a Copa da Itália e pela seleção brasileira disputou sua primeira olimpíada, ficando em 5º lugar nos Jogos Olímpicos de Verão de 1980.[1]

Já no período de 1980/1981 atuando na equipe G.S. Edilcuoghi conquistou o bicampeonato da Copa da Itália e foi convocado para a seleção brasileira obtendo a medalha de ouro no Sul-Americano realizado em Santiago-Chile e ainda conquistou a medalha de bronze, que foi a primeira medalha do país na Copa do Mundo de Voleibol Masculino realizada em Tóquio-Japão ; encerra sua trajetória no voleibol italiano como jogador retornando ao Brasil na equipe da ADC Pirelli em 1981 conquistando o título paulista e da Copa Sul-Americana.[6]

Nos anos de 1981/1982 torna-se campeão paulista e brasileiro pela equipe da ADC Pirelli. Outro momento de grande valia para sua carreira ocorreu em 1982 no Rio de Janeiro com a realização do Mundialito no qual a Seleção Brasileira consegue derrotar por 3x2 a seleção da ex-URSS , tida como imbatível com jogadores excepcionais como: Vyacheslav Zaytsev, Aleksandr Savin e outros daquela geração; tal conquista foi uma prévia da final que ocorreria no Campeonato Mundial de Voleibol Masculino de 1982 em Buenos Aires-Argentina, quando os soviéticos mostraram sua força derrotando por 3x0 (15-3,15-4 e 15-5) a equipe do Brasil que ficou com a honrosa medalha de prata que foi um marco deste esporte e muito valorizada pelos brasileiros que estavam desencantados com os maus resultados do futebol na Copa do Mundo de Futebol e de Nelson Piquet no automobilismo, configurando o voleibol com um das paixões do povo brasileiro[7]

Entre os anos de 1982/1983 torna-se novamente campeão paulista e brasileiro pela equipe da ADC Pirelli e conquista o título da Copa Intercontinental pela ADC Pirelli, tal competição realizada na Argentina. Na Seleção Brasileira conquista o ouro do Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino de 1983 realizado em São PauloBrasil de forma invicta e seu primeiro ouro nos Jogos Pan-Americanos em 1983, realizado em Caracas-Venezuela.[5][8]

No intervalo de 1983/1984 torna-se novamente campeão paulista pela equipe da ADC Pirelli e conquista o ouro no Campeonato Mundial de Clubes de Voleibol realizado na Argentina, competição não organizado pela FIVB, defendendo as cores da ADC Pirelli. Pela seleção conquista o ouro em 1984 no Mundialito realizado no São Paulo e no mesmo ano ganha a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Verão de 1984 realizado em Los Angeles-EUA, cujo técnico era Bebeto de Freitas, auxiliado pelo Jorjão, e além de Montanaro estavam na equipe: William, Bernardinho, Xandó, Badalhoca, Domingos Maracanã, Rui Campos do Nascimento, Renan, Amauri, Marcus Vinícius, Bernard e Fernandão perdendo a final para a Seleção Norte-Americana por 3x0 (15-6, 15-6 e 15-7).

Na sequência dos anos de 1984/1985 foi novamente campeão paulista pela equipe da ADC Pirelli e por esta conquista o título da Copa Intercontinental que foi realizada em Parma-Itália e pela seleção conquistou a medalha de ouro no Sul-Americano realizado em Caracas-Venezuela. Já nos anos de 1985/1986 foi mais uma vez campeão paulista pela equipe da ADC Pirelli e em 1986 pela seleção disputou o Campeonato Mundial de Voleibol Masculino realizado em Paris-França e na fase de classificação venceu todos os jogos e perde na semifinal por 3x0 (15-5, 15-9 e 15-3) para os americanos e na disputa da medalha pelo bronze sofre nova derrota diante da seleção da Bulgária por 3x0(16-14, 15-5 e 15-8).[9]

Para temporada de 1986/1987 se transferiu para a equipe do Esporte Clube Banespa e perde a final do Campeonato Paulista de Voleibol Masculino contra seu último clube vice- ADC Pirelli; mas com seu atual clube é campeão brasileiro e campeão do circuito nacional, além de conquistar o Sul-Americano de Clubes realizado no Peru.Nos anos de1987/1988 é novamente vice-campeão paulista, termina com sua equipe na 3ª colocação da Liga Nacional de Voleibol Masculino e novamente obtém o ouro no Sul-Americano de Clubes realizado no Chile.Pela seleção brasileira obtém o ouro no Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino de 1987 realizado em Montevidéu-Uruguai;[10] disputou sua terceira olimpíada, quando esteve nos Jogos Olímpicos de Verão de 1988 e na fase de preliminar foram derrotados pela Seleção Sul-Coreana de Voleibol Masculino por 3x2 (19-17, 15-8, 6-15, 11-15 e 15-12), classificando em segundo lugar no Grupo A, mas não conseguiu passar da semifinal perdendo para Seleção Norte-Americana por 3x0 (15-3, 15-5 e 15-11) e na disputa da medalha de bronze perde para Seleção Argentina de Voleibol Masculino por 3x2 (15-10, 15-17 , 15-8, 12-15 e 15-9). terminando na 4ª colocação.[11]

Em 1988/1989 conquista o título paulista e da Liga Nacional de Voleibol Masculino e ouro no Sul-Americano de Clubes realizado no Argentina e disputou o I Campeonato Mundial de Clubes de Voleibol, realizado na Itália , promovido pela FIVB , perdendo para a ADC Pirelli a medalha de bronze e consequentemente terminando na 4ª colocação. Na temporada 1989/1990 conquista o título paulista e da Liga Nacional de Voleibol Masculino e ouro no Sul-Americano de Clubes realizado no Brasil e disputou o II Campeonato Mundial de Clubes de Voleibol realizado em Bréscia e Milão , promovido pela FIVB , perdendo a final para o clube Mediolanum Milano terminando com a medalha de prata.[1]

E na temporada de 1990/1991 conquista o título paulista e da Liga Nacional de Voleibol Masculino e disputou o III Campeonato Mundial de Clubes de Voleibol realizado emPorto Alegre e São Paulo, promovido pela FIVB , perdendo a final para o clube Il Messaggero Ravenna mais uma vez terminando com a medalha de prata; nas competições disútadas em 1991/1992 conquista o título da Liga Nacional de Voleibol Masculino e ouro no Sul-Americano de Clubes realizado no Brasil e em 1992/1993 ganhar mais um ouro no Sul-Americano de Clubes realizado em São Paulo- Brasil e encerra sua carreira como jogador em 1993[1]

Encerrou sua trajetória como atleta e continuou ligado ao esporte na área de gerenciamento com êxito e agregando títulos e sua estreia no ramo foi no próprio Banespa, ocorrendo à transição de sua fase de ex-jogador do clube a dirigente do mesmo, clube que mudou de nomenclatura: primeiro Santander São Bernardo e mais a frente Brasil Vôlei Clube; mais recente no período de 2010/2011, é o gestor do voleibol SESI-SP e nesta primeira temporada é campeão da Superliga Brasileira de Voleibol.[1]

Após 19 anos de experiência como jogadores e decidiu cursar Educação Física e formou-se pela UniÍtalo, prosseguindo com especialização em Gestão Esportiva pela FGV-SP e pós-graduação em Administração de Marketing pela FAAP-SP, além de se capacitar nos cursos da Federação Paulista de Voleibol e CBV, participando de congressos, seminários e workshops. Depois transferiu-se para o SESI-SP, onde encontrou uma filosofia de trabalho similar a sua e é o gestor de todo o vôlei da indústria paulista e com contato direto as equipes e contribui na seleção dos atletas que sagraram-se campeões da Superliga e desde março de 2010, iniciou um trabalho com as categorias de base no masculino e no feminino; é casado com Camila Gonzalez há mais de 8 anos e pai de Marcela e Gabriela.[1]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube País De Até
Clube Atlético Paulistano  Brasil 1975 1979
G.S. Edilcuoghi  Itália 1979 1981
ADC Pirelli  Brasil 1981 1986
Esporte Clube Banespa  Brasil 1986 1993

[12]

Títulos e Resultados[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro Juvenil
  • 1975-Campeão atuando pela Seleção Paulista Juvenil[1]
Campeonato Brasileiro Adulto
  • 1978-Campeão atuando pela Seleção Paulista Adulto Belém-PA [1]
Campeonato Paulista Juvenil

Campeonato Paulista de Voleibol Masculino

Campeonato Brasileiro de Clubes de Voleibol Masculino

Liga Nacional de Voleibol Masculino

Campeonato Italiano de Voleibol
  • 1979/1980-4º Lugar atuando pelo G.S. Edilcuoghi[1]
Copa da Itália
  • 1979/1980-Campeão atuando pelo G.S. Edilcuoghi [1]
  • 1980/1981- Campeão atuando pelo G.S. Edilcuoghi[1]
Copa Sul-Americana
Copa Intercontinental
Campeonato Sul-Americano de Clubes de Voleibol
Campeonato Mundial de Clubes de Voleibol
Circuito Nacional
Seleção Brasileira de Voleibol Masculino

Jogos Olímpicos de Verão

Mundialito

Campeonato Mundial de Voleibol Masculino

Premiações Individuais[editar | editar código-fonte]

  • 1993- Melhor Jogador do Mundo na Copa Intercontinental  Itália[1]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae af ag ah ai aj ak al am an ao ap aq ar as at au av aw ax «Sala de Troféus». Consultado em 22 de novembro de 2012 
  2. «Men Junior under-20 Volleyball III South American Championship 1976 La Paz (BOL) 13-21.09 - Winner Brazil» (em inglês). Consultado em 22 de novembro de 2012 
  3. «Men Junior Volleyball I World Championship 1977 Rio de Janeiro (BRA) - Winner Soviet Union» (em inglês). Consultado em 22 de novembro de 2012 
  4. «Men Volleyball XIII South American Championship 1979 Rosario (ARG) 21-26.04 - Winner Brazil» (em inglês). Consultado em 22 de novembro de 2012 
  5. a b CBV (13 de julho de 2007). «História do Voleibol nos Jogos Pan-americanos». Consultado em 13 de novembro de 2012 
  6. «Men Volleyball XIV South American Championship 1981 Santiago (CHI) - 12-19.07 Winner Brazil» (em inglês). Consultado em 13 de novembro de 2012 
  7. «Prata olímpica da geração de 1982 completa 25 anos». 29 de agosto de 2009. Consultado em 22 de novembro de 2012 
  8. «Men Volleyball XV South American Championship 1983 Sao Paulo (BRA) - 27-31.07 Winner Brazil» (em inglês). Consultado em 22 de novembro de 2012 
  9. «Men Volleyball XI World Championship 1986 France - 25.09-05.10 - Winner United States» (em inglês). Consultado em 22 de novembro de 2012 
  10. «Men Volleyball XVII South American Championship 1987 Montevideo (URU) 20-27.09 Winner Brazil» (em inglês). Consultado em 22 de novembro de 2012 
  11. «Men Volleyball Olympic Games Seoul (KOR) 1988 - 17.09-02.10 Winner United States» (em inglês). Consultado em 14 de novembro de 2012 
  12. a b c «Montanaro Biography» (em inglês). Consultado em 22 de novembro de 2012 
  13. Esporte Clube Banespa : 80 anos de história (PDF). [S.l.]: 2010. Consultado em 22 de novembro de 2012  Texto " CDD-790.0688161" ignorado (ajuda)
Olympic pictogram Volleyball.png Este artigo sobre um(a) voleibolista, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.