Julius Wagner von Jauregg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Julius Wagner-Jauregg Medalha Nobel
Medicina (Psiquiatria)
Nacionalidade Áustria Austríaco
Nascimento 7 de março de 1857
Local Wels
Morte 27 de setembro de 1940 (83 anos)
Local Viena
Atividade
Campo(s) Medicina (Psiquiatria)
Prêmio(s) Nobel prize medal.svg Nobel de Fisiologia ou Medicina (1927)

Julius Wagner-Jauregg (Wels, 7 de Março de 1857Viena, 27 de Setembro de 1940) foi um médico psiquiatra austríaco, criador da "malarioterapia".

Lutou trinta anos à procura de um meio de combater a insônia provocada pelo espiroqueta de Schaudinn (sífilis).[1] Em 14 de junho de 1917, utilizando-se de um soldado contaminado pela malária, foi o seu sangue injetado em doentes mentais: ficou provado que a violenta febre ocasionada pela malária dissipava as névoas do raciocínio, perturbado pela sífilis.[1] Sua teoria era confirmada: o único meio de atacar estes microorganismos portadores da loucura, quando localizados no cérebros humano, seria e elevação da temperatura até o ponto de aniquilar o micróbio no seu próprio reduto.

Foi agraciado com o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1927, por introduzir o tratamento da paralisia geral causada pela sífilis.

Referências

  1. a b Os editores. Dicionário Prático de Biografias. Editora Amazonas Ltda, Vol 2. Pag. 160, 1979.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Johannes Fibiger
Nobel de Fisiologia ou Medicina
1927
Sucedido por
Charles Nicolle


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre um médico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.