Albert Szent-Györgyi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Albert Szent-Györgyi Medalha Nobel
Nascimento 16 de setembro de 1893
Budapeste, Hungria
Morte 22 de outubro de 1986 (93 anos)
Woods Hole
Nacionalidade húngaro
naturalizado norte-americano
Prêmios Nobel prize medal.svg Nobel de Fisiologia ou Medicina (1937), Medalha August Wilhelm von Hofmann (1939), Prêmio Albert Lasker de Pesquisa Médica Básica (1954)
Assinatura
Albert Szent-Györgyi signature.svg
Instituições Universidade Semmelweis
Universidade de Szeged
Universidade de Cambridge
Campo(s) Fisiologia

Albert von Szent-Györgyi Nagyrápolt (Budapeste, 16 de Setembro de 1893Woods Hole, 22 de Outubro de 1986) foi um fisiologista húngaro, naturalizado norte-americano.

Recebeu o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1937, por descobrir e documentar a vitamina C como catalisador.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1917, casou-se com Kornélia Demény. Seu avô e seu tio materno eram professores de anatomia na Universidade de Budapeste e, por isso, logo que entrou na universidade, matriculou-se no laboratório de anatomia. Em 1914, no início da Primeira Guerra Mundial, foi mobilizado e serviu na frente italiana e na russa. Ao término da guerra, completou seus estudos e iniciou trabalhos em farmacologia e em eletrofisiologia. Ele iniciou, no Instituto Rockefeller, suas pesquisas sobre respiração celular, ciclo de Krebs. Estudando as células, ele descobriu uma substância redutora, que mais tarde veio a ser chamada de ácido ascórbico. Ele observou também que essa substância possuía uma atividade anti-escorbuto.

Em 1937 foi laureado com o Prémio Nobel por suas pesquisas relacionadas com a vitamina C, prêmio que ele doou no fim de 1939 para ajudar a Finlândia, que foi invadida pela URSS (Guerra de Inverno). Em 1938 iniciou pesquisas com a contração muscular e descobriu a miosina, actina e ATP. Quando os fascistas controlaram a política húngara, Szent-Györgyi ajudou vários amigos judeus. Foi perseguido pela polícia de Hitler e deixou a Hungria como fugitivo da Gestapo. No pós-guerra, retornou à Hungria e tornou-se chefe do departamento de bioquímica da Universidade de Budapeste. Foi eleito membro do parlamento e ajudou a restabelecer a Academia de Ciências.

Em 1941 teve um segundo casamento com Márta Borbíró, com quem teve uma filha.

Em 1947, descontente com o comunismo no seu país, foi para os Estados Unidos para dirigir a pesquisa no Instituto de Pesquisa Muscular, em Massachusetts. Em 1956 obteve a cidadania norte-americana. Já nos Estados Unidos, desenvolveu pesquisas sobre câncer e aventou a possibilidade de os radicais livres fazerem parte da gênese do câncer. Pesquisou ainda física quântica e descreveu o termo sintropia.

Busto de Szent-Györgyi, na cidade de Szeged

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • On Oxidation,Fermentation, Vitamins, Health, and Disease ( 1940);
  • Bioenergetics (1957);
  • Introduction to a submolecular biology (1960);
  • The crazy ape (1970);
  • Eletronic bilogy and cancer: A new theory of cancer (1976);
  • The living state (1972);
  • Bioelectronics: a study in cellular regulations, defense and cancer.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Henry Dale e Otto Loewi
Nobel de Fisiologia ou Medicina
1937
Sucedido por
Corneille Heymans


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Albert Szent-Györgyi