Língua klingon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Língua Klingon)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Klingon (tlhIngan Hol)
Pronúncia:/ˈt͡ɬɪ.ŋɑn xol/
Criado por: Marc Okrand, James Doohan(1984)
Emprego e uso: Filmes e séries de televisão Star Trek (TNG, DS9, Voyager, Enterprise), a ópera ‘u‘ e o jogo Klingon Christmas Carol.
Total de falantes: Em torno de doze falantes fluentes [1][2]
Categoria (propósito): línguas artificiais
 línguas artísticas
  línguas fictícias
   Klingon
Escrita: Alfabeto latino, Alfabetos klingons (pIqaD)
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: tlh
ISO 639-3: tlh

O klingon (tlhIngan Hol) é uma língua artística criada pelo linguista Marc Okrand para os filmes baseados na série americana de televisão Star Trek (Jornada nas Estrelas, no Brasil).[3] Alguns fãs da série estudaram e aprenderam a falar fluentemente a língua, e existem pelo menos três publicações em Klingon.

Por ser um idioma artificial, essa língua não tem falantes que a tomam como primeira língua, só como segunda língua, ou seja, os falantes desse idioma têm outras línguas como língua-mãe, como o inglês por exemplo.

Alfabeto[editar | editar código-fonte]

KLI pIqaD.svg

Estudos[editar | editar código-fonte]

Existe uma organização, o Instituto da Língua Klingon (Klingon Language Institute), fundado em 1992 em Flourtown, Pennsylvania, que se dedica a estudar e ensinar o idioma fictício klingon.[4][5][6][7] O Instituto publica um periódico trimestral intitulado HolQeD (língua científica).[8] A cada ano, realiza um qep'a' (encontro), aberto a todos os membros, contando frequentemente com a presença do criador da língua, Marc Okrand.[9]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Wired 4.08: Dejpu'bogh Hov rur qablli! - Lawrence Schoen, diretor do Klingon Language Institute (KLI), calculou, em agosto de 1996, em uma dezena o número de falantes fluentes em Klingon. Também estima que o KLI possua cerca de mil membros.
  2. Em 1999, a revista satírica "The Onion" publicou um artigo Arquivado em 12 de abril de 2006, no Wayback Machine. afirmando que o número de falantes de Klingon superava o do idioma Navajo, citando dados da Modern Language Association. No entanto, o número total de falantes em Navajo é de 150 mil, muito superior aos estimados 7500 falantes de Klingon, segundo a revista.
  3. Oliver Jokisch e Matthias Eichner, Synthesizing and Evaluating an Artificial Language: Klingon, Sixth International Conference on Spoken Language Processing (ICSLP 2000), Beijing, China, October 16-20, 2000 [em linha]
  4. Revista Galileu. «Como são criadas as línguas fictícias de séries e filmes». Consultado em 6 de outubro de 2017. 
  5. Eddie Dean: Klingon as a Second Language, Washingtoncitypaper.com, August 9, 1996
  6. «The Klingon Language Institute». Klingon Language Institute (em inglês). Consultado em 5 de março de 2018. 
  7. Shakespeare (2000): "The Klingon Language Institute is a nonprofit 501(c)(3) corporation and exists to facilitate the scholarly exploration of the Klingon language and culture. Klingon, Star Trek and all related marks are Copyrights and Trademarks of Paramount Pictures. All Rights Reserved. Klingon Language Institute Authorized User."
  8. «HolQeD». Klingon Language Institute (em inglês). Consultado em 5 de março de 2018. 
  9. «Inventor Of Klingon Language Discusses New Words Created For 'Star Trek: Discovery'». Trek Movie (em inglês). Consultado em 5 de março de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.