Lada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lada
Tipo Estatal
Indústria Automobilística
Fundação 1966
Sede Rússia
Produtos Automóveis

Lada é uma marca da Avtovaz, uma fábrica de automóveis soviética/russa localizada em Togliatti. O nome substituiu o original "Zhiguli", cuja fonética semelhante com "Gigolo" acabou por prejudicar as exportações. A marca ficou famosa no leste da Europa com o Lada Riva, carro econômico vendido em grandes quantidades durante os anos de 1980-90. No entanto, modelos subsequentes não conseguiram o mesmo sucesso.

Atualmente, a empresa mantém um acordo de cooperação semelhante a uma joint venture com a GM (General Motors - Alemanha), da qual recebeu investimentos para tirar do papel o novo Niva (VAZ 2123), que é montado nas dependências da Avtovaz, saindo da linha de montagem com o emblema da Chevrolet. Atualmente, o nome Niva pertence à GM e o antigo Niva (VAZ 2121) passou a ser chamado de Lada 4x4.[1] As cooperações internacionais ajudaram a fábrica russa ter um produto novo e de qualidade, como também lhe deu fôlego para projetar no mercado um novo veículo, o Lada Kalina, nas versões hatch, sedan e station wagon, de beleza externa e interna à altura de seus similares de outras marcas internacionais.

Atualmente, a Lada produz o Granta, sedan projetado em parceria com a Renault, que é parcialmente dona da AvtoVAZ; o Vesta, sedan com linhas arrojadas e modernas desenhado por Steve Mattin, atual designer da marca; o Priora, sedan de pequeno porte lançado em 2007; o Kalina, com as variações sedan, hatch e station wagon; o antigo 4x4, mais conhecido como Niva, que esteve presente no Brasil nos anos 90; o Largus, versão station wagon do nosso Renault Logan de primeira geração e o recém lançado X-Ray, também desenhado por Steve Mattin, com porte do nosso atual Renault Sandero.

Mercados[editar | editar código-fonte]

Brasil[editar | editar código-fonte]

Com a abertura da importação pelo então Presidente Fernando Collor de Mello, em 1990 o Brasil começou a importar da União Soviética os seguintes modelos[2]:

  • VAZ-2105 (Lada Laika),
  • VAZ-2104 (Lada Laika Station Wagon),
  • VAZ-2108 (Lada Samara de 3 portas)
  • VAZ-2109 (Lada Samara de 5 portas)
  • VAZ-2121 (Lada Niva)

Início[editar | editar código-fonte]

Os seis anos (1990-1995) de sobrevivência da marca no Brasil foram de relativo sucesso e satisfação em razão do baixo preço, manutenção barata e da carroceria funcional que se destacou principalmente entre os táxis. Ao todo, de 1990 a 1995, foram vendidos cerca de 70.000 exemplares no Brasil,

Entre os motivos do fracasso da empresa esta o design dos carros, considerado ultrapassado para a década de 90 e pouco aceito pelos consumidores brasileiros. Mesmo pelo fato dos carros serem ultrapassados, não deixavam de ser resistentes, baratos (cerca de R$ 17.850 para um Lada Laika 2105 em preço atual) e relativamente apropriados para a condição das estradas brasileiras. Esses atributos, porém, não foram suficientes para manter a marca Lada presente no Brasil. O golpe fatal veio com alteração na cobrança do imposto de importação de automóveis em 1995 durante o Governo Itamar Franco, editada pelo então Ministro da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso, e que prejudicou empresas que não tinham fábricas no país.

Mesmo possuindo carros bem resistentes para o Brasil, os Lada sofriam pela má tropicalização dos carburadores que não vinham adaptados à gasolina com álcool vendida no Brasil. Críticas ao serviço de revenda e assistência técnica também eram muito presentes. Por conta desse contexto, diversos Ladas brasileiros possuem adaptações de carburador e outras peças difíceis de achar em mercado brasileiro.

O VAZ-2107 (versão avançada do VAZ-2105, lançada em 1982 e não vendida no Brasil) saiu de linha da Rússia no primeiro semestre de 2012. Durante todo o período de produção, o Laika permaneceu com pequenas mudanças de design. Ao todo foram mais de 6.000.000 milhões de Laika fabricados e vendidos na Rússia. Ainda hoje o Niva também é fabricado com design semelhante e algumas melhorias, como a injeção eletrônica que também esteve presente no VAZ-2107.

Em alguns países da América do Sul, como Venezuela, Paraguai, Equador e Colômbia, ainda é possível encontrar revendedoras da Lada.

Modelos[editar | editar código-fonte]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.