Leandro Domingues

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde maio de 2016) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Leandro Domingues
Informações pessoais
Nome completo Leandro Domingues Barbosa
Data de nasc. 24 de agosto de 1983 (33 anos)
Local de nasc. Vitória da Conquista (BA),  Brasil
Altura 1,73 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual Brasil Vitória
Número 30
Posição Meia
Clubes de juventude
19952001 Brasil Vitória
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20012006
20072010
2008
2009
2009
20102014
20142015
2016
Brasil Vitória
Brasil Cruzeiro
Brasil Vitória (emp.)
Brasil Fluminense (emp.)
Brasil Vitória (emp.)
Japão Kashiwa Reysol
Japão Nagoya Grampus
Brasil Vitória
0145 000(45)
0042 000(11)
0015 0000(3)
0005 0000(0)
0035 0000(8)
0137 000(59)
0016 0000(3)
0016 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 26 de junho de 2016.

Leandro Domingues Barbosa,[1] mais conhecido como Leandro Domingues (Vitória da Conquista, 24 de agosto de 1983[2]), é um futebolista brasileiro que atua como meia. Atualmente, defende o Vitória.

É irmão de Kleiton Domingues, que atuava no Ituano no primeiro semestre de 2012 e transferiu-se para o Guarani recentemente.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começo no Vitória[editar | editar código-fonte]

Chegou às categorias de base do Vitória em 1995, sendo promovido ao time principal em 2001, disputando apenas algumas partidas nesse ano e no ano seguinte.

Em 2003, chegou a ter uma rotina de jogos maior, mas ainda como reserva, assim como em 2004 e 2005, quando o rubro-negro baiano foi rebaixado às Séries B e C consecutivamente.

Na Série C, em 2006, viveu seu auge no Leão, sendo vice-artilheiro da competição, mesmo jogando como meia, e ajudando o time a ascender à Série B do ano seguinte, sendo inclusive homenageado pela diretoria como principal responsável pelo acesso.

Cruzeiro, Fluminense e novas passagens no Leão[editar | editar código-fonte]

Como o clube de Salvador precisava rapidamente pagar dívidas deixadas pela gestão anterior, Leandro foi vendido ao Cruzeiro ao fim da competição. Em maio de 2008, após desentendimentos com o técnico Adílson Batista, retornou ao Vitória, agora por empréstimo até o final daquele ano.

No início de 2009, ainda teve uma rápida passagem pelo Fluminense, também por empréstimo, em troca de Soares. Sendo pouquíssimo aproveitado no clube carioca, em 15 de Abril de 2009, retornou ao Vitória, mais uma vez por empréstimo. No Brasileirão 2009, Leandro conseguiu mostrar seu bom futebol e ajudou o time baiano a lutar pela vaga na Libertadores no primeiro turno da competição. Muito cotado para a Bola de Prata como melhor meia do certame, acabou caindo de rendimento devido à problemas disciplinares.

Ídolo no Japão[editar | editar código-fonte]

Ao fim do empréstimo ao Vitória, em dezembro de 2009, o jogador ficou sem clube, já que o Cruzeiro não demonstrou interesse no jogador. No começo de 2010, assinou com o japonês Kashiwa Reysol para a temporada. No clube japonês, foi o artilheiro e líder de assistências no certame nacional da segunda divisão, levando sua equipe ao título da competição e consequente acesso à elite do futebol do país.

Na primeira divisão, o Kashiwa surpreendeu, fazendo campanha bastante regular, mantendo-se na liderança praticamente durante todo o ano e garantindo o inédito título japonês no dia 3 de dezembro. Domingues novamente terminou o campeonato como o artilheiro do time e líder de assistências. Foi eleito ainda o jogador do ano no Japão.

No Mundial de Clubes de 2011, marcou o gol do empate em 1 a 1 com o Monterrey nas quartas-de-final do torneio, assim levando a partida para a disputa de pênaltis, na qual o time japonês triunfou por 4 a 3, tendo Domingues convertido a sua cobrança. Porém, contra o Santos, com uma derrota por 3 a 1, o Kashiwa sucumbiu à força brasileira e ficou fora da final, que seria vencida pelo Barcelona.

Em 2014, acertou com outro clube japonês, o Nagoya Grampus.

Retorno ao Vitória[editar | editar código-fonte]

No inicio de 2016, acertou sua volta ao Vitória por contrato válido por quatro meses. Após a conquista do campeonato baiano de 2016, a diretoria do vitória estendeu o vinculo com o atleta até o final de 2016 para reforçar o time no campeonato Brasileiro da série A 2016.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Vitória
Cruzeiro
Kashiwa Reysol

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.