Leroy Burrell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Leroy Burrell
campeão olímpico
Atletismo
Modalidade 100 m
Nascimento 21 de fevereiro de 1967 (51 anos)
Filadélfia, Estados Unidos
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Barcelona 1992 4x100 m
Campeonatos Mundiais
Ouro Tóquio 1991 4x100 m
Ouro Stuttgart 1993 4x100 m
Prata Tóquio 1991 100 m

Leroy Russel Burrell (Filadélfia, 21 de fevereiro de 1967) é um ex-velocista, ex-recordista mundial, campeão mundial e campeão olímpico norte-americano.

Burrell cresceu na cidade de Lansdowne, na Pensilvânia, e desde o curso secundário mostrou vocação esportiva acentuada para o atletismo, conquistando todo os títulos estaduais dos 100 m, 200m, salto em distância e salto triplo. Mesmo com problemas de grande miopia, acentuada por um problema de lesão nos olhos na infância, mostrava grande talento nas pistas de corrida e caixas de salto apesar do baixo desempenho em outros esportes. Cursando a Universidade de Houston, no primeiro ano quebrou o recorde de calouros para o salto em distância, que então pertencia a outro antigo ex-calouro, Carl Lewis, com uma marca de 8,15 m numa competição contra a UCLA, em 1986.[1]

Burrell e Lewis se enfrentariam diversas outras vezes na carreira profissional, com muito mais vitórias de Lewis, mas o primeiro encontro dos dois nas pistas num grande evento internacional foi mais uma vitória de Burrell no Goodwill Games de 1990 em Seattle, onde venceu os 100 m rasos, deixando Lewis em segundo.[1] No ano seguinte, foi a vez de Lewis devolver, conquistando o ouro no Campeonato Mundial de Atletismo de 1991, em Tóquio, deixando Burrell com a prata; os dois juntos ganharam o ouro no revezamento 4x100 m do mesmo campeonato.

Mesmo acossado por contusões por quase toda carreira especialmente na época dos grande eventos, Burrell foi campeão olímpico em Barcelona 1992, integrando o 4x100 m com Lewis, Dennis Mitchell e Michael Marsh.[2] Nos 100 m, chegou apenas em quinto depois de dar uma falsa largada e perder a concentração e o impulso para a largada válida. Em 1993, no Mundial de Stuttgart, mais um ouro no 4x100 m com Jon Drummond, Dennis Mitchell e Andre Cason.[3]

Estabeleceu o recorde mundial dos 100 m duas vezes, a primeira em 1991 – 9s90 – quebrado por Lewis naquele mesmo ano no Mundial de Tóquio – 9,86 – onde ele chegou em segundo também quebrando seu próprio recorde, com 9s88. A segunda vez em julho de 1994 – 9s85 – em Lausanne, Suiça, que perdurou até Atlanta 1996, onde foi batido pelo canadense Donovan Bailey por 1/100s, 9s84. Neste mesmo ano, com o time do Santa Monica Track Club, quebrou também o recorde mundial do revezamento 4x200 m, não-olímpico, 1:18.68. Classificado para Atlanta 1996, teve que desistir de disputar os Jogos Olímpicos em casa por problemas no tendão de Aquiles.[1]

Retirou-se das pistas em 1998, tornando-se técnico de atletismo da Universidade de Houston, substituindo aquele que foi seu mentor quando atleta universitário, Tom Tellez. É casado com Michelle Finn, ex-velocista que correu nas eliminatórias o 4x100 m feminino americano também campeão olímpico em Barcelona. Foi introduzido no Philadelphia Sports Hall of Fame em 2008. [1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «Leroy Burrel». University of Houston Bio. Consultado em 28 de novembro de 2014. 
  2. «Men 4x100m Relay Olympic Games Barcelona(ESP) 1992». todor66.com. Consultado em 28 de novembro de 2014. 
  3. «Men 4x100m Relay World Championship 1993 Stuttgart». todor66.com. Consultado em 28 de novembro de 2014.