Luís Fróis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Luís Fróis
Nascimento 1532
Lisboa
Morte 8 de julho de 1597 (65 anos)
Nagasaki
Cidadania Portugal
Ocupação missionário, escritor
Religião Catolicismo
Assinatura
Signature of Luis Frois.png

Luís Fróis (Lisboa, 15328 de julho de 1597) foi um missionário português que viveu 34 anos no Japão. Neste período descreveu pormenorizadamente as suas impressões sobre as tradições e cultura japonesa do século XVI através de cartas enviadas para Macau, Roma (ao Papa) e aos reis de Portugal. É considerado o primeiro cronista europeu do Japão[1].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Lisboa e em 1548 entrou para a Companhia de Jesus. Em 1563 viajou para o Japão para pregar o Evangelho, 20 anos depois de os mercadores portugueses a bordo da Nau do Trato terem desembarcado no sul do Japão. No ano seguinte chegou a Quioto, onde se reuniu com Ashikaga Yoshiteru, que então era xogum. Em 1569 tornou-se amigo de Oda Nobunaga e permaneceu na sua residência em Gifu (cidade) enquanto se dedicou à escrita por um curto período. Entre as suas obras encontra-se uma História do Japão.

História do Japão[editar | editar código-fonte]

A obra deveria conter uma Introdução (composta por 37 capítulos, com uma "Descrição Geral do Japão" acerca da terra e da gente) seguida de três partes:

  • 1ª parte: Vai de 1549 a 1578
  • 2ª parte: Vai de 1578 a 1582
  • 3ª parte: 1592 a 1593.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • História do Japão
  • Tratado em que se contêm muito sucinta e abreviadamente Algumas contradições e diferenças dos costumes entre a Gente da Europa e Esta Província do Japão
  • Relacion del martirio de los 26 cristianos crucificados em Nagasaki el Febrero de 1597 (sobre Os 26 Mártires do Japão)

Referências

  1. Revista E n.º 2462 (4 de Janeiro de 2020). História de Portugal colhida nos jardins japoneses, pág. 88.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

The Christian Century in Japan (1951), Charles R Boxer

Ver também[editar | editar código-fonte]