Luigi Vanvitelli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Luigi Vanvitelli
Nascimento 12 de maio de 1700
Nápoles
Morte 1 de março de 1773 (72 anos)
Caserta
Cidadania Itália
Progenitores Pai:Gaspar van Wittel
Filho(s) Carlo Vanvitelli
Ocupação pintor, arquiteto
Magnum opus Reggia di Caserta, Santa Maria degli Angeli e dei Martiri

Luigi Vanvitelli (Nápoles, 12 de maio de 1700Caserta, 1 de março de 1773) foi um engenheiro e arquiteto italiano.

Seu estilo barroco, caracterizado por sua sobriedade e academicismo, serviu de transição para o Neoclassicismo. Foi o arquiteto oficial do Papa Clemente XII e, posteriormente, do Rei Carlos VII, de Nápoles, para quem construiu sua obra mestra: o Palácio Real de Caserta.

Em 1742, Vanvitelli projetou em conjunto com Nicola Salvi a Capela de São João Batista da Igreja de São Roque para o rei D. João V de Portugal. Foi construída e armada em Roma, para o sumo pontífice nela celebrar missa a 6 de Maio de 1747, tendo sido posteriormente desmontada, e enviada para Lisboa, onde foi remontada na Igreja de São Roque. Construída com muitos mármores preciosos e outras pedras caras, assim como bronze dourado, e acompanhada por vários conjuntos de paramentos e objectos litúrgicos em ouro, foi considerada a capela mais cara da Europa até aquela época.[1]