Manuel Gómez González

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Beato Manuel Gómez González
Manuel Gómez-Moreno González.jpg
Mártir
Nascimento 28 de maio de 1877 em Espanha As Neves
Morte 21 de maio de 1924 (46 anos) em Brasil Rio Grande do Sul Feijão Miúdo
Veneração por Igreja Católica
Beatificação 21 de outubro de 2007, Frederico Westphalen por Bento XVI
Festa litúrgica 21 de maio
Gloriole.svg Portal dos Santos

Beato Manuel Gómez González (São José de Ribarteme, As Neves, 28 de maio de 1877Feijão Miúdo, 21 de maio de 1924) foi um sacerdote espanhol radicado no Brasil.

Filho de agricultores, foi ordenado sacerdote em 24 de maio de 1902.

Em 1904, depois de exercer seu ministério sacerdotal em sua terra natal, passou para a Arquidiocese de Braga, Portugal, onde foi pároco das paróquias de Nossa Senhora do Extremo (1905-1911), e de Santo André de Taias e São Miguel de Barrocas (1911-1913).[1]

Devido às perseguições políticas encontradas na Primeira República Portuguesa,[2] que se intensificavam cada vez mais, transferiu-se para o Brasil em 1913, onde foi trabalhar na paróquia de Soledade, jurisdição da Diocese de Santa Maria, Rio Grande do Sul, e em 1915 na paróquia de Nonoai, na mesma diocese e estado.

Junto a Adílio Da Ronch,[3] visitava as capelas da região. Numa das visitas rotineiras, ambos, o padre e seu ajudante coroinha foram assassinados em 21 de maio de 1924, na localidade de Feijão Miúdo, no atual município de Três Passos.[4]

Os dois são venerados pelos fiéis católicos da região e em 2007 foram beatificados por mandato do Papa Bento XVI em uma cerimônia presidida pelo Cardeal José Saraiva Martins.[5]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um santo, um beato ou um religioso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.