Nonoai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Nonoai (desambiguação).
Município de Nonoai
Imagem aérea parcial do município em 2008

Imagem aérea parcial do município em 2008
Bandeira de Nonoai
Brasão de Nonoai
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 31 de Maio
Fundação 30 de janeiro de 1959 (57 anos)
Gentílico nonoaiense
Lema Igualdade e Progresso
CEP 99600-000
Prefeito(a) Edilson Pompeu da Silva (PP)
(2013–2016)
Localização
Localização de Nonoai
Localização de Nonoai no Rio Grande do Sul
Nonoai está localizado em: Brasil
Nonoai
Localização de Nonoai no Brasil
27° 21' 43" S 52° 46' 15" O27° 21' 43" S 52° 46' 15" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Noroeste Rio-grandense IBGE/2008 [1]
Microrregião Frederico Westphalen IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Faxinalzinho, Erval Grande, Rio dos Índios, Planalto, Trindade do Sul, Gramado dos Loureiros e Chapecó (SC)
Distância até a capital 416 km
Características geográficas
Área 469,313 km² [2]
População 12 321 hab. IBGE/2014[3]
Densidade 26,25 hab./km²
Altitude 584 m
Clima subtropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,728 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 156 647,914 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 12 400,88 IBGE/2008[5]
Página oficial

Nonoai é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. A origem da cidade remonta o século XX, onde o distrito de Santa Antônia do Sul pertencia à cidade de Faxinalzinho e no ano de 1959, no dia 30 de janeiro, se tornou Nonoai.

A acepção do nome da cidade gaúcha vem de um dito popular de que no velho distrito de Santa Antônia do Sul um comerciante de bebidas de origem castelhana, não se sabe ao certo se argentina, chilena ou uruguaia, em seu estabelecimento respondera: "no, no hay!" quando questionado se haveria disponível tal bebida alcoólica. A partir de então, a expressão "no, no hay" (não, não há - expressão para dizer que não há aquilo que se procura) se tornou corriqueiro junto aos diálogos dos moradores da cidadezinha gaúcha. Em meados do século XX, mais precisamente no ano de 1957, o candidato à prefeitura da nova cidade gaúcha emancipada entendia que tal população merecia um novo gentílico, e, como uma de suas propostas de governo, defendia a alteração do nome do distrito e futuro município para algo em que a população se familiarizasse mais facilmente.

Então, em 30 de janeiro de 1959, houve a emancipação do distrito e alteração de seu nome para Nonoai como município rio-grandense e seu sua população recebeu o gentílico de nonoaiense.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 27º21'42" sul e a uma longitude 52º46'17" oeste, estando a uma altitude de 584 metros. Sua população estimada segundo levantamento do IBGE em 1º de julho de 2009 foi de 12 601 habitantes. Possui uma área de 459,15 km².

É um município que conta com as águas do Rio Uruguai e que faz divisa fluvial com o estado de Santa Catarina. Faz parte da Microrregião de Frederico Westphalen.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima de Nonoai é subtropical, com temperaturas amenas e chuvas bem distribuídas ao longo do ano. Durante o inverno, a ocorrência de geadas e temperaturas abaixo de zero é frequente. A precipitação em forma de neve pode ser vista alguns anos, apesar de ser pouca e rara.

Nuvola apps kweather.svg Dados climatológicos para Nonoai Weather-rain-thunderstorm.svg
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 28,3 28 26,7 23,7 20,7 18,4 18,5 19,9 21,2 23,8 26 27,8 23,6
Temperatura mínima média (°C) 17,5 17,5 16,3 13,5 10,9 8,9 8,9 9,9 11 12,9 14,8 16,5 13,2
Precipitação (mm) 143,4 148,3 121,3 118,2 131,3 129,4 153,4 165,7 206,8 167,1 141,4 161,5 1 787,8
Fonte: Embrapa Trigo - Normais Climatológicas (1961-1990)

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «Estimativa populacional 2014 IBGE». Estimativa populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.