Metal Gear Solid: Peace Walker

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Janeiro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Metal Gear Solid: Peace Walker
Desenvolvedora Kojima Productions
Publicadora(s) Konami
Diretor Hideo Kojima
Produtor Hideo Kojima
Projetista Hideo Kojima
Escritor(es) Hideo Kojima
Shuyo Murata
Compositor(es) Kazuma Jinnouchi
Nobuko Toda
Artista Yoji Shinkawa
Ashley Wood
Plataforma(s) PlayStation Portable
Série Metal Gear
Conversões/
relançamentos
PlayStation 3
Xbox 360
Data(s) de lançamento
  • JP 29 de abril de 2010
    • AU 17 de junho de 2010
    • EU 18 de junho de 2010
    Gênero(s) Ação-aventura
    Stealth
    Modos de jogo Um jogador
    Multijogador
    Classificação Inadequado para menores de 14 anos i DEJUS (Brasil)
    Inadequado para menores de 13 anos i ESRB (América do Norte)
    Mídia Disco óptico
    Idioma Japonês
    Inglês
    Último
    Último
    Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots
    Metal Gear Rising: Revengeance
    Próximo
    Próximo
    Página oficial

    Metal Gear Solid: Peace Walker é um jogo eletrônico desenvolvido por parte da Kojima Productions e lançado em abril de 2010 para o console portátil PlayStation Portable.[1] [2] Em novembro de 2011 o jogo foi lançado para PlayStation 3 e Xbox 360, fazendo parte da Metal Gear Solid HD Collection, que além de Metal Gear Solid: Peace Walker, também contém outros dois jogos da série: Metal Gear Solid 2: Substance e Metal Gear Solid 3: Subsistence, todos remasterizados em alta definição. A versão para PlayStation 3 possui um recurso inédito: jogadores podem transferir os jogos salvos do Peace Walker do PS3 para o PSP, e vice-versa.

    Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

    Algumas mudanças foram feitas na fórmula padrão do Metal Gear Solid. A movimentação é feita nos analógicos; ações como as de cooperação usam os botões direcionais; ação corpo a corpo usam o botão R; e armas usam o botão L junto com o R. Jogadores não poderão se mover ou atira enquanto estão deitados ou apoiados contra uma parede. O jogador pode definir o sistema de controles como no Portable Ops',[3] ou o Guns of the Patriots.

    O "Comrade System do Portable Ops foi removido para favorecer uma jogabilidade cooperativa, com dois jogadores nas missões principais e até quatro jogadores nas missões de chefe, chamadas Co-Ops.

    Há diversas ações que podem ser realizadas quando dois Snakes ficam próximos um do outro. Snake-in permite que os jogadores fiquem em contato enquanto um deles lidera o caminho, também permitindo que os jogadores atirem enquanto se movimentam. Outras ações cooperativas incluem manter portas abertas, realizar CPR em companheiros caídos, compartilhar itens, e agir como um spotter para outros jogadores cuja visão esteja obscurecida. O jogo adota certas mecânicas do Metal Gear Solid 4, como a habilidade de se mover agachado, a visão de tiro "por cima do ombro" e o sistema CQC. O caminhão do Portable Ops, onde jogadores podem trazer inimigos capturados para recrutamento, foi substituído pelo Fulton Shyhook, que os jogadores podem prender aos soldados capturados e prisioneiros. As caixas usadas para se esconder de inimigos agora estão disponíveis numa versão para dois jogadores, chamadas Love Boxes, que possuem diferentes variações. O jogo apresenta o sistema de indicação de camuflagem do Snake Eater, mas o jogador não terá a habilidade de trocar o uniforme de camuflagem durante uma missão, pois o índice é completamente baseado no movimento, posição, e quantidade de armas equipadas. O jogador também pode usar dispositivos de marcação para chamar ataques de artilharia ou requisitar suprimentos.

    Algumas cut-scenes do jogo poderão requisitar apertos de botão do jogador para avançar o enredo, e podem contar para a nota final da missão.

    Enredo[editar | editar código-fonte]

    O jogo foi confirmado como uma sequência canônica da série na conferência da Sony na E3 de 2009.[4] O jogo se passa em 1974, 10 anos após os eventos de Metal Gear Solid 3: Snake Eater e quatro anos após Metal Gear Solid: Portable Ops.[4] A ambientação do enredo permanece na América do Sul, se focando novamente no lendário soldado Naked Snake (agora conhecido como Big Boss). O diretor e produtor do jogo, Hideo Kojima, afirmou que o jogo pode ser considerado oficialmente o Metal Gear Solid 5, no entanto nenhuma mudança de nomenclatura foi realizada.

    Série Metal Gear
    (cronologia fictícia)


    História[editar | editar código-fonte]

    O Ano é 1974, quando uma força militar desconhecida ameaça o mundo com armas nucleares invade a Costa Rica, Naked Snake (Aka. Big Boss), agora não fazendo mais parte das forças secretas americanas, juntamente com Kazurira Miller (Master Miller) são contratados para livrar o país desta invasão e por fim ao perigo. Big Boss agora está no comando dos Militares Sans Frontieres (Militares Sem Fronteiras), soldados sem pátria, que tem como causa ajudar a quem precisa de ajuda, acreditando em seus ideais e seguindo as ordens de Snake. Chegando a Costa Rica, Snake e Miller são recepcionados por uma estudante chamada Paz Ortega, e pelo professor Ramón Gálvez Mena, que, tentam convencer Snake a acabar com o conflito e a ameaça iminente, ele reluta mas muda de idéia ao ouvir uma fita K7 com uma gravação de The Boss. Professor Gálvez sabe do passado de Snake, diz ainda que a gravação é recente, trazendo a tona todo o passado de Snake e seus sentimentos por The Boss. Agora Snake tem duas missões, descobrir se The Boss ainda está viva e por que se aliou a USSR, e deter a ameaça nuclear que está para acontecer. De todo este conflito nasce a criação do estado independente Outer Heaven, criado e liderado por Big Boss e seus mercenários.[5]

    Referências

    1. Metal Gear Solid: Peace Walker anunciado (em inglês) Edge.
    2. Lançamento de Metal Gear Solid: Peace Walker listado para PSP (em inglês) Kotaku.
    3. Metal Gear Solid: Peace Walker Preview: Competitors, Take Notes Kotaku.com (2009-09-24). Visitado em 2010-06-18.
    4. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas escapistE3blog
    5. Anúncio de Metal Gear Solid: Peace Walker (em inglês) GameSpot.

    Ligações externas[editar | editar código-fonte]