Moledros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Um moledo

Moledros, moledos ou melédros, são pequenos montículos de pedras. Existe a crença de que quando se retira uma pedra do montículo ela retorna de madrugada ao moledo. "Quando se leva do moledro uma pedra, e se deixa num sítio, aí a pedra anoitece, mas não amanhece."

Também se conta que quando alguém leva uma pedra do moledro, às escondidas sem ninguém saber, e se coloca a pedra debaixo do travesseiro, no dia seguinte aparece um soldado, que logo desaparece, e se transforma em pedra para depois de novo reaparecer no moledro.

Segundo Leite de Vasconcelos, no Cabo de São Vicente, em Portugal, dizia-se que cada uma das pedras é um soldado. Antigamente os moledros eram associados à expedição de Dom Sebastião de Portugal.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

De origem desconhecida o termo pode ser comparado ao proto-celta *mol-eje/o(?) que significa louvar.


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.