Museu Marítimo Ria de Bilbau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde maio de 2012)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Museu Marítimo Ria de Bilbau
Bilboko Itsasadarra Itsas Museoa (em basco)
Vista do espaço de exposição ao ar livre do museu, junto à ria de Bilbau; ao fundo, a Ponte Euskalduna.
Inauguração 20 de novembro de 2003 (14 anos)
Função inicial Estaleiro naval
Proprietário atual Fundación Museo Marítimo Ría de Bilbao
Função atual Museu
Visitantes 64 600 (média 2003-2008)
Website www.museomaritimobilbao.org
Área 27 000 m²
Geografia
País Flag of Spain.svg Espanha
Cidade Bilbau
Coordenadas 43° 15' 58" N 2° 56' 46.5" O
Localização em Bilbau
Museu Marítimo Ria de Bilbau está localizado em: Bilbau
Museu Marítimo Ria de Bilbau
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Museu Marítimo Ria de Bilbau

O Museu Marítimo Ria de Bilbau (em basco: Bilboko Itsasadarra Itsas Museoa) é um museu situado na cidade de Bilbau, capital da província da Biscaia, País Basco, Espanha. Está instalado no espaço junto à ria de Bilbau anteriormente ocupado pelos docas dos estaleiros Euskalduna, no bairro de Indáuchu (distrito de Abando), na mesma área onde se encontram a Ponte Euskalduna e o Palácio Euskalduna.

Foi inaugurado a 20 de novembro de 2003 e quando celebrou o quinto aniversário, em 2008, tinha sido visitado por 323 000 pessoas, recebido 28 embarcações e acolhido 21 exposições temporárias. As suas exposições pretendem difundir o património marítimo ligado à ria de Bilbau e às suas vizinhanças. A exposição permanente consta de vários objetos ligados à história marítima da cidade e várias embarcações construídas nos diversos estaleiros da Ria, instaladas nas docas do antigo estaleiro. Além das embarcações reais, há também uma coleção de maquetas de outros barcos construídos em Bilbau, e uma reprodução da "Falua do Consulado", um navio usado em atos protocolares ou de especial relevância pelo antigo Consulado de Bilbau, a autoridade marítima da cidade.

O museu ocupa uma área de 27 000 m², repartidos entre o interior com cerca de 5 000 m² e um espaço aberto exterior quatro vezes maior, onde se conservam as docas do antigo estaleiro além da grande grua restaurada conhecida como La Carola.

A Sociedad Euskalduna de Construcción y Reparación de Buques, proprietária dos antigos estaleiros, foi constituída em 1900 e marcou o arranque da construção naval moderna em Bilbau.

Grua Carola[editar | editar código-fonte]

Símbolo do museu, esta grande grua foi construída entre os anos 1954 e 1957 pela empresa Talleres de Erandio e alegadamente foi a máquina de elevação mais potente de toda a Espanha. Tinha capacidade para elevar 60 toneladas e era usada na construção de grandes barcos. Funcionou até 1984, quando os estaleiros foram encerrados. A grua ficou sem uso e foi objeto de alguns atos de vandalismo antes de ser adquirida pelo Ayuntamiento de Bilbau que a doou, juntamente com o resto das instalações do estaleiro (docas secas e casa das bombas) à Deputação Foral da Biscaia (órgão executivo da administração provincial) para que fizesse parte do museu.

A construção da grua foi feita com base em perfis rebitados, unindo as chapas que formam a estrutura mediante parafusos aquecidos a 900 graus, que eram incrustados com um martelo. A cabina de comando situa-se a 35 metros do solo e o topo a 60 metros- Movia-se sobre carris para poder deslocar-se pelo molhe. O motor principal, de 65 CV de potência, foi construído pela empresa bilbaína Elorriaga Industria Eléctrica de Zorrozaurre.

A Carola deve o seu nome a uma mulher que cruzava a ria num "gasolino" (pequeno barco a motor) desde Deusto para ir trabalhar nos escritórios das finanças. A rapariga era de tal forma atraente que chegava a fazer parar a produção do estaleiro quando passava.

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  • «El Museo». www.museomaritimobilbao.org (em espanhol). Consultado em 13 de maio de 2012. 
  • «Colección». www.museomaritimobilbao.org (em espanhol). Consultado em 13 de maio de 2012. 
  • «Fundación MMRB». www.museomaritimobilbao.org (em espanhol). Consultado em 13 de maio de 2012. 


Ícone de esboço Este artigo sobre um museu é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.